Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Pneus

Hyundai Kona Electric ganha melhorias na Europa e com novos pneus aumenta a autonomia

Imagem
Apresentado em 2018, o Hyundai Kona é atualmente um dos elétricos mais vendidos da marca coreana. Seu principal mercado é a Europa, onde ele estreia melhorias com suas baterias. Entre as novidades, o Kona Electric passa a ser vendido com novos pneus que garantem uma menor resistência ao rolamento. Os pneus são um Michelin Primacy 4, que ao reduzirem o atrito, permite percorrer mais quilômetros. Com os novos pneus, a Hyundai disse que o Kona Electric com bateria de 64kWh passa de 449km para 484km no ciclo WLTP, podendo chegar aos 660km exclusivamente em ciclo urbano. Ele ainda conta com uma bateria menor, de 39kWh, que passa de 289km para 305km de autonomia, com 435km de autonomia exclusivamente em ciclo urbano. Na mecânica, o motor elétrico desenvolve 135cv de potência com baterias de 39,2kWh e o motor elétrico mais potente desenvolve 204cv de potência com baterias de 64kWh. Segundo a Hyundai ele acelera de 0 a 100km/h em 9,3 segundos na versão de entrada e 7,6 segundos na versão mais

Mercedes-Benz e BMW irão se beneficiar com pneus Runflat nacionais feitos em Feira de Santana (BA)

Imagem
A Pirelli deve nacionalizar os pneus Runflat no Brasil. Os pneus Runflat atualmente são oferecidos para automóveis da Mercedes-Benz e BMW, que poderão ser usados nas respectivas fábricas de Itumbiara (SP) e Araquari (SC). Os pneus Runflat permitem que o carro continue a circular, em velocidade reduzida, mesmo que o pneu esteja furado. Com isso, é possível chegar à borracharia mais próxima para efetuar a troca. Assim, como os pneus não precisam de substituição quando furados, os modelos que adotam Runflat não contam com estepe. Segundo a Pirelli, os pneus da BMW e Mercedes-Benz possuem especificações diferentes, mas ambos serão produzidos em Feira de Santana, interior da Bahia. Outra novidade da Pirelli para o segmento de pneus premium será a criação de postos de atendimento exclusivos para esses veículos de luxo. Até o fim de 2016 haverá ao menos seis dessas unidades espalhadas no Brasil. Atualmente os pneus Runflat são conhecidos por criar "bolhas" no território brasileir

Pneus Dunlop nacionais passam a ser oferecidos para Fiat Palio, Grand Siena e Uno no Brasil

Imagem
A Fiat está fazendo uma troca de sapatos para uma nova dança no mercado brasileiro. A marca italiana confirmou que Palio, Grand Siena e Uno deverão trocar de pneus. Trata-se dos recentes nacionais Dunlop 175/65R14 82T, produzido na Grande Curitiba (PR). Desenvolvido no Centro Técnico de Kobe no Japão, o pneu EC300+ possui construção sem emendas e promete melhor conforto ao dirigir e maior aderência em superfícies secas e molhadas. Outra característica é a maior capacidade de absorver impactos e reduzir desgastes irregulares causados pelo piso ruim. Lançamento, o EC300+ é mais um modelo produzido no país pela Dunlop para equipar veículos de fábrica. Os pneus também equipam a nova Toyota Hilux e são fabricados na planta brasileira desde Novembro de 2015. Com melhor adaptação ao terreno "acidentado" do Brasil, o novo pneu chega em boa hora para os compactos da Fiat, que começam a ser fabricados em Betim (MG) já com o novo jogo de "calçados".

Vídeos Automotivos: Release do pneu Michelin LTX Force!

Imagem
Inscreva-se:  Canal Mecânica Online Fonte: Tarcísio Dias/Mecânica Online

Curiosidades: Ih, furou. E agora? Reparo o pneu por "macarrão" ou "vulcanização"?

Imagem
Situação corriqueira, um pneu furar é algo bem furar. Mas surge a dúvida. O que é melhor? Reparar o pneu com macarrão ou por vulcanização. Segundo a seção Correio Técnico, da revista Quatro Rodas, "Os dois métodos, se executados com boa técnica, produzem resultados adequados. Mas os fabricantes de pneus são categóricos em afirmar que o macarrão só deve ser usado em situação de emergência. Nesse processo, uma massa alongada é inserida dentro do furo. Sua vantagem é permitir o reparo sem tirar o pneu do aro e com mais rapidez. Por outro lado, ele pode facilitar a infiltração de sujeira ou umidade na estrutura metálica do pneu. Na outra técnica, também chamada de manchão, aplica-se um pequeno disco de borracha sobre o furo internamente, usando alta pressão e um selante. Ele é muito mais eficiente, mas exige a retirada do pneu da roda e, consequente, um novo balanceamento." . A vulcanização é bem maior que o furo, para ela ser jogada pra fora do pneu, tem que rasgar a vedação.

Curiosidades: por que a pressão do pneu é medida em libra se o Brasil usa a medição por bar?

Imagem
Você já parou para pensar nas medidas de pressão dos pneus? Alguns países usam libra por metro polegada enquanto o Brasil possui a medição feita por bar. Mas por que isso existe? Segundo a seção correio técnico da revista Quatro Rodas, "antes do surgimento da indústria nacional, o mercado consumia carros importados, que passaram a vir em massa para o Brasil após a Segunda Guerra, principalmente dos Estados Unidos, com seus padrões e normas industriais locais. Por isso, passamos a trabalhar com algumas medidas para automóveis pelo sistema imperial, cujos valores vinham estampados nos manuais de proprietários ou em avisos afixados no veículo. Em 1962, o Brasil adotou o Sistema Internacional (SI), no qual a unidade de pressão é o pascal (1 Pa = 1 N/m2). Mas ela não pegou entre os técnicos da área, que preferiram uma unidade derivada, o bar (1 bar = 10.000 Pa = 14,5 psi). Enquanto isso, os postos de combustíveis mantiveram o bom e velho psi, a que os motoristas já estavam acostumad

Curiosidades: estepe temporário é inseguro?

Imagem
Chamado de "estepe temporário", o pneu fininho, que parece muito com o de uma moto, sempre gerou polêmica. Presente em Honda Civic, Ford New Fiesta Sedan e Chevrolet Cobalt, é uma alternativa das marcas em buscarem mais espaço no porta-malas, uma vez que está cada vez mais difícil furar um pneu. Podemos dizer que ele tem suas vantagens, como economia de espaço no porta-malas, menos "peso morto", menor custo de reposição e diminuição de risco de roubo. Ao contrário do pneu normal, o temporário tem algumas limitações, como poder rodar apenas a 80km/h. Se for colocado na dianteira, esse pneu certamente irá piorar a frenagem e com curvas mais acentuadas, é preciso ter cautela. Mas ele é eficaz? Não muito, até porque seu uso exige limite de velocidade menor, indicado no pneu, geralmente, é de 80km/h (alguns variam). Mesmo assim, a estabilidade e a capacidade de frenagem serão sempre menores do que as do pneu original. O estepe mais fino foi desenvolvido para liberar m

Michelin apresenta novo pneu LTX Force, de uso misto, para utilitários; ele deve estar presente na Renault Oroch!

Imagem
A Michelin está apresentando um novo pneu para o mercado brasileiro. De olho no segmento de SUVs, picapes e utilitários, o novo pneu, de uso misto, o pneu LTX Force aposta principalmente nos SUVs e picapes. Voltado para o uso misto, o pneu tem como proposta, oferecer maior desempenho tanto em asfaltos como em terrenos acidentados. Segundo a Michelin, esse novo pneu freia até 2 metros antes dos pneus de uso misto atuais em pisos molhados, além de controlar melhor a aquaplanagem, podendo rodar 35% a mais que seus equivalentes. O LTX Force conta a tecnologia Compactread, que permite maximizar a durabilidade e aderência, onde o pneu consegue ter blocos de borracha mais altos, porém, recebe um reforço entre os blocos que diminui a deformação durante a frenagem, aumentando a área de contato com o solo e maximizando a aderência no molhado. Para o aperfeiçoado pneu, a Michelin recorreu a experimentos do Rally Dakar, onde os pneus precisam ser robustos para chegar ao fim de cada prova. Apesa

De olho no mercado que mais cresce, Goodyear lança pneus especiais para SUVs no país!

Imagem
A marca de pneus Goodyear está de olho no chamado"Segmento do Ano". A marca está lançando no mercado a nova linha de pneus EfficientGrip SUV. Os pneus serão oferecidos em 12 medidas, com aros que variam entre o 16" ao 19", que deve ser lançada aos poucos até o mês de Agosto. A novidade, por exemplo, já equipa o Peugeot 2008, apresentado no último dia 07 de Abril. Segundo a Goodyear, esse pneu é cerca de 30% superior em dirigibilidade em piso molhado, com desempenho 15% melhor em tração e frenagem em relação aos pneus convencionais. A principal inovação do pneu é uma sílica de última geração desenvolvida para aumentar a eficiência no consumo de combustível. Para a renovação da sua linha de pneus, a Goodyear investiu US$ 240 milhões para a renovação da linha de pneus, que começou em 2014 com o lançamento das linhas Efficient Grip Performance, Wrangler Armortrac e Assurance Touring. Além disso, a marca apresentou o novo app Goodyear Consumer, uma ferramenta disponív

Curiosidades: Porque alguns Crash-Tests apresentam pneus dianteiros na cor branca?

Imagem
Você já percebeu que alguns órgãos especialistas em Crash-Tests usam as rodas dianteiras na cor branca? Entre os mais conhecidos, EuroNCAP, LatinNCAP, Insegurance Institute For Highway Safety, ou melhor, o IIFS, dos Estados Unidos é um dos exemplos. As imagens que ilustram esse post são do órgão de segurança automotiva norte americana. Acima, na foto do Fiat 500 e abaixo o Hyundai Tucson (conhecido por nós como ix35), possuem pneus pintados em branco. Mas porque disso? As rodas dianteiras pintadas de branco são utilizadas quando é necessário dar visibilidade ao deslocamento das rodas e eixos dianteiros, que fica mais possível ver a olho nu como ele reagem a um impacto em meio a parte preta da carroceria. Como os pneus e as caixas de roda são escuros, a tonalidade mais clara ajuda a identificar a movimentação do aro para dentro, para fora ou para baixo. a pintura é exigida principalmente em testes de impacto frontal deslocado, quando o obstáculo, em vez de colidir na totalidade da di

Curiosidades: Como funciona o pneu com a tecnologia TerrainArmor?

Imagem
Será a reinvenção da roda? Futuro destino dos pneus e provável "moda" nos carros nos próximos anos, hoje em dia já existe os pneus chamados de TerrainAmor, ou ainda de pneus Tweel, que seria a mesma coisa, basicamente. Prometida por um bom tempo e esperado pelos consumidores, o famoso pneu que não fura é um sonho que já é realidade no quadricículo ATV Sportsman, lançado com os primeiros pneus anti-furo do mundo. Isso porque não existe ar no pneu. No interior do pneu, em vez de ar, encontramos uma estrutura deformável, porém bem mais resistente, que no caso dos TerrainArmor, assume um padrão hexagonal, que não é regra, já que existe outro tipo de estrutura interna, que lembram uma borracha ou um plástico super resistente. Esta estrutura permite o mesmo conjunto de características e comportamento de um pneu convencional, com a grande vantagem de não estar dependente do ar no seu interior. Desenvolvido para o Exército americano, que em combates pode-se mirar e atirar nos pneu

Curiosidades: É verdade que os pneus "Run Flat" duram entre 20.000km a 40.000km?

Imagem
Os pneus Run Flat chegaram ao Brasil com uma tecnologia inédita: eles conseguem rodar, mesmo se estiverem furados. Porém, surgiu a dúvida se esses pneus duram a mesma quilometragem que os pneus normais. Os pneus Run Flat, que podem rodar vazios, dispensando assim o estepe, duram de 19% a 31% menos que os convencionais e custam na média cerca de 50% a mais, segundo pesquisa da consultoria JD Power. Não é possível falar em quilometragem, pois o desgaste varia muito em função do pneu, carro, terreno e tipo de condução em que o veículo roda diariamente. Tais características fizeram, por exemplo, a Honda desistir de instalar pneus run flat nos seus carros vendidos nos Estados Unidos, decisão tomada após a montadora perder uma ação coletiva na Justiça que alegava desgaste prematuro e custo de reposição excessivo. Apesar disso, automóveis mais caros, como BMW, Cadillac e o Chevrolet Corvette, apostam na eliminação do estepe como melhor opção para poupar espaço e peso num veículo, mas no Br

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat Uno, Grand Siena e Doblò saem de linha em dezembro; Volkswagen Fox deve ir junto

Ford perdeu US$12 bilhões em oito anos no Brasil e perdia R$10 mil a cada carro vendido

Chevrolet TrailBlazer chega à linha 2022 no Brasil por R$308.290, sem nenhuma novidade

Ford apresenta oficialmente a Maverick, que estreia como potencial rival à Fiat Toro

Renault Master deve ser reestilizado ainda neste ano, com um face-lift de meia-vida do furgão

Surgem novidades sobre o design do novo Volkswagen Virtus, que terá Nivus como inspiração

Volvo lança promoção no Brasil, com condições especiais de financiamento e descontos

Honda: em 2022, Civic e Fit deixam de ter cidadania nacional e abrem caminho para novos City

Reestilização do Fiat Fiorino deve ser apresentado no segundo semestre ou em 2022

Nosso Volkswagen Polo reestilizado não terá a mesma traseira do hatch europeu, diz site