Hyundai Kona Electric ganha melhorias na Europa e com novos pneus aumenta a autonomia


Apresentado em 2018, o Hyundai Kona é atualmente um dos elétricos mais vendidos da marca coreana. Seu principal mercado é a Europa, onde ele estreia melhorias com suas baterias. Entre as novidades, o Kona Electric passa a ser vendido com novos pneus que garantem uma menor resistência ao rolamento. Os pneus são um Michelin Primacy 4, que ao reduzirem o atrito, permite percorrer mais quilômetros. Com os novos pneus, a Hyundai disse que o Kona Electric com bateria de 64kWh passa de 449km para 484km no ciclo WLTP, podendo chegar aos 660km exclusivamente em ciclo urbano. Ele ainda conta com uma bateria menor, de 39kWh, que passa de 289km para 305km de autonomia, com 435km de autonomia exclusivamente em ciclo urbano. Na mecânica, o motor elétrico desenvolve 135cv de potência com baterias de 39,2kWh e o motor elétrico mais potente desenvolve 204cv de potência com baterias de 64kWh. Segundo a Hyundai ele acelera de 0 a 100km/h em 9,3 segundos na versão de entrada e 7,6 segundos na versão mais potente, sempre com velocidade máxima de 167km/h. O carregador da bateria é o de 100kW e 80% da bateria pode ser recarrega em 54 minutos. Visualmente ele conta com um friso que liga os dois faróis superiores junto ao logo da Hyundai, que fica no topo de uma grade falsa. Esta parte revela elementos em baixo relevo, numa referência ao que um dia foi uma grelha para refrigeração do motor a combustão, que inexiste nessa nova proposta. Os faróis principais, abaixo, trazem projetores do tipo canhão e as luzes de curva continuam na mesma posição, mas o para-choque passa a ser vendido com contornos mais aerodinâmicos, com menos molduras plásticas que o modelo a combustão. Ainda na dianteira, ele ganha duas entradas de ar na extremidade dos para-choques e uma entrada na parte central com uma pequena grade e linhas que criam um spoiler. A Hyundai deixa de oferecer faróis de neblina e refletores laterais passam a ficar nos plásticos das caixas de rodas dianteiras. Nas laterais, destaque para as rodas de liga leve com desenho aerodinâmico e a traseira possui lanternas inferiores redesenhadas, fazendo parte de um grande conjunto plástico que se estende das caixas de roda.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Audi lança a linha 2023 de A4 e A5 Sportback com motor híbrido-leve 40 TFSI, de 204cv

Fiat Scudo chega ao Brasil no 2º semestre, com produção uruguaia e duas opções de motor

NBR é marca brasileira que surge como aposta de buggy e terá fábrica em Pernambuco

Fiat Scudo será vendido nas mesmas versões de Citroën Jumpy e Peugeot Expert, Cargo e Multi

Nova Chevrolet Spin não deve ser baseada no Orlando, como era estipulado

BMW lança o Série 3 2022, com novidades nas versões 320i, que estreia por R$267.950

Peugeot 4008 será apresentado em 2022 como um SUV médio cupê com base no novo 308

Stellantis já testa o Fiat Scudo no Brasil; lançamento vai acontecer ainda em 2022

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?