Postagens

Mostrando postagens com o rótulo AvtoVAZ

AvtoVAZ assume unidade que era da Nissan na Rússia, na cidade de São Petersburgo

Imagem
AvtoVAZ ganhará a fábrica que era da Nissan, na cidade de São Petersburgo, na Rússia, mas não tem planos de produzir nada na unidade Após deixar a Rússia, a Nissan também teve sua fábrica ‘adquirida’ pela AvtoVAZ, responsável por controlar a Lada no país. Com isso, a AvtoVAZ passa a ter o controle de uma nova fábrica. Isso porque a fábrica que a marca russa poderia ter pego, a unidade que era da Renault, em Moscou, acabou parando nas mãos da Moskvich. Com isso, a maior marca do país assumirá a unidade de São Petersburgo, que foi deixada para trás pela Nissan. De acordo com informações do Automotive Business Europe , o RIA Novosti, o Vice-Primeiro-Ministro e Chefe do Ministério da Indústria e Comércio da Rússia, Denis Manturov, confirmaram que a unidade da Nissan voltará a produzir veículos ainda neste ano de 2023. No entanto, ainda não se sabe o que a Lada vai produzir na unidade. A fábrica foi vendida por apenas 1 euro para a NAMI, estatal que também adquiriu a unidade que era da Re

AvtoVAZ confirma que Lada ficou dois meses sem fabricar e quer produzir 500 mil unidades

Imagem
Mesmo com sanções, Lada estima que vai produzir cerca de 500.000 unidades ao ano, possivelmente com a grande adesão da Rússia A Lada revelou informações sobre o seu trabalho de reestruturação no próprio mercado após ser vendida pela Renault Group, de quem era dona. Com a Guerra entre Ucrânia e Rússia, a grande maioria de empresas ocidentais deixaram o mercado russo e enquanto arruma a casa com o abandono dos franceses, a Lada prevê uma reestruturação e vê a possibilidade de vender cerca de 500.000 unidades ao ano. A AvtoVAZ confirmou que a Lada sofreu bastante com problemas de abastecimento de componentes que vinham de outros países e que deixaram de vir por conta das sanções. Agora uma empresa do estado russo, a Lada revelou detalhes de períodos sombrios que viveu no recente ano de 2022. As informações foram apuradas pelo Automotive News Europe , que entrevistou Maxim Sokolov, ex-Ministro dos Transportes da Rússia e atual Presidente e CEO da Lada. “Depois que os acionistas anterio

Lada XRay é o primeiro a sair de linha na Rússia, definitivamente, por conta de embargos

Imagem
Com guerra entre Rússia e Ucrânia, embargos e venda da Lada pela Renault Group fizeram com que a marca russa se despedisse do XRay A Lada confirmou que a guerra entre Rússia e Ucrânia fez a sua primeira vítima, oficialmente falando. Agora, o XRay foi confirmado que está morto. A AvtoVAZ confirmou que o morte do hatch também está ligado com os embargos de todos os países ocidentais. Primo do Renault Sandero, o XRay era basicamente um ‘Sandero russo’ e usava componentes que eram produzidos pela marca francesa em outros países. Com os embargos, as peças não podem chegar na Rússia, onde ele é produzido. A Lada teria duas alternativas: produzir as peças na Rússia, o que demandaria tempo, ou decretar o fim de linha. “A resposta curta é nunca. Não planejamos retomar sua produção, pois um conjunto muito grande de componentes automotivos usados ​​neste carro está bloqueado para entregas hoje” , disse Maxim Sokolov, Presidente da AvtoVAZ. Primo do Renault Sandero, o Lada XRay foi lançado em

Postagens mais visitadas deste blog

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Ferrari apresenta a SF90 XX Stradale e Spider na Europa, com motor híbrido de 1.030cv

Toyota dá a entender que o Celica pode ressurgir como cupê esportivo criado pela GR