Lada XRay é o primeiro a sair de linha na Rússia, definitivamente, por conta de embargos

Com guerra entre Rússia e Ucrânia, embargos e venda da Lada pela Renault Group fizeram com que a marca russa se despedisse do XRay



A Lada confirmou que a guerra entre Rússia e Ucrânia fez a sua primeira vítima, oficialmente falando. Agora, o XRay foi confirmado que está morto. A AvtoVAZ confirmou que o morte do hatch também está ligado com os embargos de todos os países ocidentais. Primo do Renault Sandero, o XRay era basicamente um ‘Sandero russo’ e usava componentes que eram produzidos pela marca francesa em outros países.

Com os embargos, as peças não podem chegar na Rússia, onde ele é produzido. A Lada teria duas alternativas: produzir as peças na Rússia, o que demandaria tempo, ou decretar o fim de linha. “A resposta curta é nunca. Não planejamos retomar sua produção, pois um conjunto muito grande de componentes automotivos usados ​​neste carro está bloqueado para entregas hoje”, disse Maxim Sokolov, Presidente da AvtoVAZ.

Primo do Renault Sandero, o Lada XRay foi lançado em meados de 2015 como uma versão hatch do Vesta, o XRay media 4,16 metros de comprimento, 2,59 metros entre os eixos, 1,76 metro de largura e 1,57 metro de altura. Os retrovisores são os mesmos da dupla Renault/Dacia Sandero/Logan. A motorização será 1.6 8v de 106 ou 1.6 16v que entrega 114cv, além de 1.8 16v com 123cv, todos com opção de câmbio manual de 5 marchas ou automático, também de 5 velocidades.

Curiosamente, modelos como XRay e o Vesta são os carros mais modernos já produzidos pela Lada. Ambos foram uma aposta da Renault Group para trazer uma modernidade aos carros da marca russa, que sempre vendeu carros simples (até demais). O hatch compacto era produzido na unidade de Togliatti, desde novembro de 2015. Apesar disso, ele nunca foi um grande sucesso de vendas.

De acordo com informações do site Kolesa, o melhor ano comercial do XRay foi em 2018, quando ele vendeu 34.807 unidades. Em 2021, as vendas foram de 22.107 unidades, média inferior a 2.000 unidades mensais. Apesar do fim de linha do XRay, a Lada não quer abrir mão do seu irmão, o Vesta. O sedã e a SW retomam a produção em alguns meses.



Fotos: Lada / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Ferrari apresenta a SF90 XX Stradale e Spider na Europa, com motor híbrido de 1.030cv

Toyota dá a entender que o Celica pode ressurgir como cupê esportivo criado pela GR