Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Panasonic

Toyota e Panasonic devem trabalhar para reduzir custo das baterias em joint-venture PPES

Imagem
A Toyota e a Panasonic confirmaram que devem desenvolver baterias de modelos elétricos mais eficientes. A joint-venture entre as duas empresas, que é chamada de Prime Planet Energy & Solutions (PPES), tem como objetivo elaborar um plano que reduz os custos de produção destas novas plataformas, assim como as baterias de íon-lítio ainda devem se tornar mais competitivas que as baterias de marcas chinesas e coreanas. As empresas japonesas devem buscar o desenvolvimento de novas gerações de baterias que serão usadas nos carros bZ. Segundo Hiroaki Koda, Ex-Executivo da Toyota, disse que a marca japonesa e a cultura deve ser voltada para diminuir o desperdício da bateria, assim como ter como meta o desenvolvimento de baterias que custem a metade das baterias atuais já em 2022. Com isso, a promessa é ter cortes de 65% a 70% nos custos. Em levantamento da Agência Bloomberg, o custo das baterias vem, principalmente, das matérias-primas, que respondem por 60% dos custos de desenvolvimento. O

Toyota investe mais em híbridos e confirma expansão de fábrica de baterias com a Panasonic

Imagem
A Toyota confirmou que deve continuar apostando alto em seus modelos híbridos dentro dos próximos anos. Atrasada para a festa dos carros elétricos, a marca japonesa confirmou que uma tecnologia não deve se sobrepor à outra. Isso porque a Toyota criou uma joint-venture com a Panasonic, que criou a Prime Planet Energy & Solutions Inc., que deve ser especializada em produção de baterias prismáticas para automóveis. As marcas anunciaram um novo investimento para ampliar a produção na fábrica de baterias. Atualmente, a Toyota possui 51% da Prime Planet e deve instalar uma nova linha de produção de baterias prismáticas de íon-lítio para veículos híbridos na cidade de Tokushima, no Japão, onde a Panasonic já produz as baterias. O plano de ambas é produzir a partir de 2022 e aumentar gradativamente até um nível suficiente para ter cerca de 500 mil híbridos produzidos por ano. A Toyota e nem a Panasonic confirmaram maiores informações sobre a nova joint-venture, se as baterias produzidas se

Panasonic confirma desenvolvimento de novas baterias que serão usadas pela Tesla

Imagem
A Tesla confirmou que a Panasonic deve oferecer novas opções de baterias, melhores que as opções de bateria oferecida em seus carros atualmente. De acordo com a Agência Reuters, a Panasonic deve desenvolver novas baterias dentro de dois a três anos, a bateria batizada de Panasonic 2170. Essas baterias devem estar livre do cobalto e equiparão modelos como o Model 3 e Model Y. O cobalto é um metal caro e foi criticado pelo uso infantil no Congo. De acordo com a Panasonic, em setembro deve começar os trabalhos para reequipar uma fábrica em parceria com a Tesla, no estado de Nevada. Essa fábrica deve produzir as baterias melhoras que devem ser desenvolvidas em parceria com a Panasonic. As informações preliminares devem melhorar em 5% neste primeiro momento e, dentro de cinco anos, deve aumentar a capacidade em 20%, segundo os japoneses da Panasonic. A Tesla confirmou que a capacidade da bateria deve passar dos atuais 75kWh para 90kWh e o custo de produção dessa bateria em relação às at

Postagens mais visitadas deste blog

Jeep Compass possui fila de espera até 2022 pra algumas versões por falta de semicondutores

Último Troller T4 produzido será vendido por R$ 299.990; unidade está localizada em Natal (RN)

Chery Arrizo 6 Pro terá condições especiais no seu mês de lançamento, para financiamento

Sem nenhum emplacamento, Jeep Commander já possui longa fila de espera de até 6 meses

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Lifan apresenta as primeiras novidades, agora no controle da Geely Group, e retoma produção

Ford testa novas versões para a Ranger na Argentina, como a FX4; será que vem pra cá?

Fiat Pulse Abarth está em desenvolvimento e será apresentado em 2022, de acordo revista

Nova geração do Audi A4 será apresentada em 2023 e será geração de transição para o elétrico

Com lançamento para amanhã, Fiat Pulse Impetus T200 aparece custando R$ 125.790