Postagens

Mostrando postagens com o rótulo DS

DS apresenta o Manifesto M.I. 21 Concept, que antecipa como será o interior do futuro

Imagem
DS apresenta o conceito de interior para o futuro com o MANIFESTO M.I. 21 Concept, que pode antecipar como serão os futuros painéis da marca A DS apresentou oficialmente um conceito, mas um conceito diferente do que vemos. Trata-se de um conceito de painel, como uma forma de antecipar o que veremos dentro de alguns anos nos carros da DS. Assim nasce o MANIFESTO M.I. 21 Concept. O modelo é um trabalho de investigação que visa ilustrar a visão dos futuros interiores dos carros da DS, em conjunto com equipes de design e de produto. Para isso, o conceito exprime novos conceitos, silhuetas, desenvolvimentos tecnológicos, ergonomia repensada e Human Machine Interfaces (HMI). "O ‘Révélations’ é um evento dedicado ao ‘savoir-faire’, ao artesanato e à excelência dos artesãos. Participamos desde 2019. É uma oportunidade de encontrar um público sensível ao vanguardismo, à beleza dos materiais, ao estilo, ao ‘savoir-faire’ e ao design. É interessante recolher as suas impressões, sensações e

Stellantis testa o DS 3 no Brasil e vinda do SUV compacto elétrico para testes é incerta

Imagem
Stellantis usa DS 3 no mercado brasileiro como mula de testes e modelo é visto em testes por site com a versão elétrica E-Tense; marca não deve voltar A Stellantis tem vários artifícios para testar carros no Brasil. Um deles é usar um carro como mula de testes para um outro modelo. Isso aconteceu com o DS 3 no mercado brasileiro, que foi avistado rodando em testes pelo site Autos Segredos . O modelo foi avistado rodando em testes com sua versão elétrica E-Tense, o que reforça a teoria de que ele estaria sendo usado como mula de testes. Agora não se sabe o motivo. Isso porque a Stellantis não trabalha em nenhum modelo elétrico que será produzido localmente. Recém a empresa começará a apostar em modelos híbridos, ou seja, o grupo poderia estar testando componentes ou fazendo testes com elétricos para testar a capacidade dele em realidades para mercados cujas condições, de pavimentação, por exemplo, sejam parecidas com a do nosso país. A DS atua na Argentina, por exemplo, o que pode exp

Puxado pelo Brasil, Stellantis comemora avanço na América do Sul, com 843 mil unidades

Imagem
Stellantis lidera na Argentina, Brasil e Chile, com cerca de 842 mil unidades vendidas na América do Sul, respondendo por 23,12% de mercado  A Stellantis confirmou que liderou o mercado na América do Sul, sendo o grupo automotivo mais vendido da região. Além disso, a Stellantis foi líder na Argentina, Brasil e Chile, os três maiores mercados. Foram 843.000 unidades vendidas na América do Sul, com 23,12% do mercado. Só no Brasil, foram 646.700 unidades vendidas, onde o grupo respondeu por quase 1/3 das vendas: 32,9%. Na Argentina, atingiu 116.700 unidades (30,7%) e no Chile com 46,700 unidades (10,9%). Outros mercados registraram 33.700 unidades dos modelos da marca. No Brasil, a Fiat liderou mais um ano, com cerca de 430 mil unidades. Isso representa 21,9% de mercado, tendo a Strada como o produto mais vendido e líder de vendas do mercado brasileiro de um modo geral. Foram 112.463 unidades vendidas. A marca também posicionou dois modelos entre os dez mais vendidos no ano: o Mobi, com

Stellantis comemora avanço de 23,6% nas vendas na América do Sul no acumulado

Imagem
Stellantis comemora a manutenção da liderança no mercado sul-americano com destaque para países como Brasil, Argentina e Chile; na região, domina com 23,6% A Stellantis está comemora o bom resultado que vem alcançado em mercados da América do Sul. O grupo ítalo-franco-americano responde por 23,6% das vendas na região, no acumulado de janeiro a novembro de 2022. O destaque nas vendas vem dos três maiores mercados da América do Sul. No Brasil, o destaque do grupo é a Fiat que responde por 23,3% de mercado, com quase 45 mil unidades vendidas apenas em novembro. No acumulado do ano, o resultado é de expressivos 388 mil unidades e 22% de mercado. A Strada se mentem como modelo mais vendido, com 103 mil unidades vendidas. A Fiat ainda é líder em segmentos como hatches (24,8%), picapes (50,9%) e vans (36,9%). A Stellantis ainda teve bom resultado com a Jeep e suas 13.311 unidades vendidas, atingindo 20,7% de mercado de SUVs. No acumulado do ano, a Jeep já conta com 123.773 unidades comercia

DS apresenta teaser de como seria uma releitura do Citroën DS voador de filme de 1965

Imagem
DS confirma teaser de um conceito que prestará uma homenagem ao Citroën DS voador do “Fantomas Unleashed”, filme lançado em 1965 A DS vai apresentar uma versão moderna do Citroën DS que participou do filme “Fantomas Unleashed”, lançado em 1965. O carro que será apresentado como homenagem apareceu ao lado do modelo original do filme. O carro foi escolhido para abrir a exposição do Le Musée National de l'Automobile – Collection Schlumpf está celebrando os carros icônicos dos filmes de Louis de Funès em uma exposição temporária aberta de 5 de abril a 5 de novembro de 2023. A exposição levará em conta todos os carros dos filmes de Louis de Funès. O conceito se apresenta com uma carroceria mais próxima de modelos como um sedã cupê com porta única que abre verticalmente e um perfil cupê. O modelo dos esboços ainda possui asas nas laterais inferiores e tem rodas raiadas. Na dianteira, ele ainda tem faróis compactos e semielípticos, com a grade dianteira da DS fechada e um generoso split

Alfa Romeo e DS são as cotadas para virem ao Brasil, no plano de expansão da Stellantis

Imagem
Após quatro marcas serem cotadas, Alfa Romeo e DS surgem como as mais prováveis a retornar ao nosso mercado depois de anos de ausência A Stellantis parece estar realmente interessada em aumentar a sua presença no mercado brasileiro ao trazer mais marcas ao país. Agora, é possível que duas novas marcas sejam as mais cotadas a virem ao nosso mercado: Alfa Romeo e DS, que são as prioridades em relação às outras duas citadas pelo jornalista Fernando Calmon, com Opel e Maserati. O motivo acaba fazendo mais sentido por alguns motivos. Mas o principal deles é que justamente as duas que foram ‘descartadas’ neste primeiro momento. A Opel é uma marca generalista, precisaria de um investimento pesado para chegar ao país com uma expansão de concessionárias rápida e que ainda precisaria de adaptação dos carros a combustão da marca em nosso mercado – além de produção nacional. Já a Maserati é uma marca mais esportiva e com uma faixa de atuação acima de R$ 1 milhão. Querendo ou não, a marca do trid

Stellantis confirma que estuda trazer novas marcas para o Brasil, durante Salão de Paris

Imagem
De acordo com jornalista, Stellantis quer aumentar a quantidade de marcas no Brasil; Alfa Romeo, DS, Maserati e Opel são as mais cotadas até o momento A Stellantis parece muito contente com os resultados na América do Sul, desde a unificação dos grupos PSA e FCA. Líder de vendas na região e líder principalmente nos três maiores mercados (Brasil, Argentina e Chile), o grupo ítalo-franco-americano parece estar interessado em trazer novas empresas ao mercado brasileiro. No Brasil, o grupo trouxe novamente a Abarth numa primeira fase desse retorno enquanto marca, diferentemente de antes, quando veio como uma versão esportiva. De acordo com informações da coluna de Fernando Calmon, ao Automotive Business , destacou que durante o Salão do Automóvel de Paris, o grupo confirmou estudos de trazer uma nova marca, mas sem definir qual. Há quatro marcas em potencial que poderiam chegar ao nosso mercado: Alfa Romeo, DS, Maserati e Opel. Atualmente, a única desse quarteto é a Maserati, que hoje at

DS traz melhorias para o sistema híbrido plug-in do DS 4, que ganha mais autonomia BEV

Imagem
DS apresenta atualizações para o motor híbrido plug-in do DS 4, que recebe maior autonomia elétrica, e traz uma nova versão, a Opera A DS apresentou novidades para o seu DS 4 na Europa. O hatch com pegada mais crossover ganhou atualizações, principalmente quando equipado com o motor híbrido. Equipado com motor híbrido plug-in, o novo DS 4 chega ao mercado europeu com uma maior autonomia puramente elétrica. O DS 4 E-Tense é equipado com o motor 1.6 PureTech a gasolina que desenvolve 180cv e 25,5kgfm junto de um motor elétrico de 110cv e 32,6kgfm. Juntos, eles desenvolvem 225cv de potência e 36,7kgfm, acoplado a um câmbio automático de 8 marchas. Ele ainda vem com uma bateria de 12,4kWh de íons de lítio que vai oferecer 62km de autonomia elétrica. De acordo com a DS, a autonomia maior provém de um controle de software aprimorado que aumentou a autonomia em 13%. Outra novidade se torna a versão Opera do DS 4, que chega com equipamentos mais luxuosos e traz mais recursos tecnológicos.

DS apresenta na Europa o novo DS 3, que estreia reestilização com melhorias de meia-vida

Imagem
DS apresenta oficialmente o novo DS 3 na Europa, que faz sua estreia no Salão do Automóvel de Paris; SUV subcompacto ganha mudança de meia-vida Lá se foram quatro anos desde a apresentação do DS 3 Crossback na Europa. Agora, a marca premium da Citroën apresentou as primeiras mudanças para o modelo. Assim como aconteceu com a reestilização do DS 7, o modelo perde o sobrenome Crossback e passa a ser chamado apenas de DS 3. As mudanças de meia-vida da DS fizeram com que a marca atualizasse o SUV com mudanças sutis de meia-vida. Visualmente, as mudanças ficam por conta dos faróis com novo layout interno (e com acabamento escurecido e que, opcionalmente, podem ser DS Matrix LED Vision opcional), trazendo novos projetores e uma fina luz diurna (DRL) em LED na parte superior dos faróis. Abaixo dos faróis estão as principais luzes diurnas do DS 3, chamadas de ‘DS Wings’. Elas contam com duas linhas de luzes diurnas, que quase se conectam com os faróis e chegam até quase a parte inferior do p

Stellantis mantém liderança na América do Sul e em países como Brasil, Argentina e Chile

Imagem
Stellantis comemora liderança de mercado na América do Sul sendo líder no Brasil, Argentina e Chile entre janeiro a agosto de 2022 A Stellantis tem muitos motivos a sorrir com a sua liderança na América do Sul. O grupo ítalo-franco-americano vendeu, de janeiro a agosto de 2022, cerca de 402 mil unidades e teve uma participação de 33% de mercado. Na Argentina, as 87 mil unidades deram 32,7% de mercado e no Chile, o grupo alcançou uma presença de 10,75% de mercado, com 31,8 mil unidades. No Brasil, a Stellantis viu a Fiat liderar o mercado mais uma vez com 44.252 unidades vendidas, cerca de 22,7% de mercado. Além disso, a marca emplacou três modelos dentre os dez mais vendidos. Destaque para a Strada, que alcançou um grande marco histórico. Além de ser o veículo mais vendido do país, a picape ainda atingiu seu maior Market Share desde que sua nova geração foi lançada, em junho de 2020, com 7,3% e 14.157 unidades emplacadas. No acumulado, a Fiat ainda detém 21,9% de mercado e 267 mil

Stellantis tem bons resultados de vendas em julho, em países como Brasil, Argentina e Chile

Imagem
A Stellantis confirmou seus bons desempenhos nos últimos meses e de acordo com o grupo ítalo-franco-americano, a Stellantis viu a manutenção da liderança nos principais mercados da região: Brasil, Argentina e Chile. De janeiro a julho, a participação nas vendas da região é de 23,1%, com destaque para quase 1/3 de mercado no Brasil com 33% de mercado, 33,2% na Argentina e 10,8% no Chile. No Brasil, a Stellantis já vendeu 339 mil unidades de janeiro a julho, com destaque para a Fiat Strada com 61.945 unidades. Isso faz a Fiat ser a principal marca do grupo, vendendo 35.681 unidades em julho. No mês, a Strada responde por 10.897 unidades, Argo com 6.103 unidades e o Pulse com 5.300 unidades. No acumulado do ano, a Fiat fechou com 223 mil unidades. Outra marca importante do grupo é a Jeep com 10.165 unidades vendidas no mês, com 76 mil unidades no acumulado e 7,4% de mercado. Desde janeiro, a Jeep registrou liderança do segmento de SUVs em todos os meses, com destaque para o Compass com ma

Stellantis terá 51 novidades até 2025 e vai crescer fornecedores em 70% na América do Sul

Imagem
A Stellantis confirmou que vai trazer cerca de 51 lançamentos na América do Sul e Central até meados de 2025. A informação foi confirmada por Antonio Filosa, CEO da Stellantis na América do Sul. “O [híbrido a] etanol é a melhor chance de descarbonização da frota sem desestruturar a indústria brasileira”, afirmou o executivo, que, entretanto, evitou revelar o cronograma de lançamento da tecnologia. É a melhor alternativa para o mercado brasileiro.” , disse Filosa. “Egoisticamente, também poderíamos ter um mercado maior para nossos veículos. O problema nessas regiões é a renda” , afirma o executivo ao Auto Indústria . Entre 2022 a 2025, a Stellantis deve trazer 51 novidades, sendo 28 reestilizações e sete modelos elétricos. A Stellantis ainda confirmou que quer aumentar a quantidade de fornecedores no Brasil e na Argentina até meados de 2026 em 70%, passando de 30 para 50 empresas, disse o executivo ao Automotive Business .  "Precisamos de mais produtos em nossas fábricas. E, para i

Stellantis comemora resultados no primeiro semestre na América do Sul, líder em 3 países

Imagem
A Stellantis confirmou que encerrou o primeiro semestre de 2022 na América do Sul, respondendo por 23,5% nas vendas de automóveis e comerciais leves. A Stellantis ainda foi líder nos três maiores mercados sul-americanos, como Brasil, Argentina e Chile. Só no Brasil, o grupo ítalo-franco-americano representa 288 mil unidades vendidas, equivalente a 33,6%. Na Argentina, foram 65 mil unidades entre janeiro a junho, com participação de 33,7% das vendas. No Chile, 25 mil unidades foram vendidas, com uma participação de 11,1%. No Brasil, a Fiat conseguiu 21,9% de Market Share com 187 mil unidades em seis meses. Líder há 18 meses no país, a Fiat posicionou três modelos entre os 10 mais vendidos: nova Strada, Mobi e nova Toro. A Jeep liderou com 20,7% de Market Share entre os SUVs, com 65,6 mil unidades no acumulado. O Jeep Compass está entre os 10 modelos mais vendidos no acumulado do ano, com mais de 31 mil unidades emplacadas. Já a Peugeot vendeu 21.687 unidades comercializadas no acumulado

DS apresenta oficialmente o novo DS 7, que faz sua estreia na Europa com até 360cv

Imagem
A DS confirmou o lançamento do novo DS 7 Crossback (que perde o 'Crossback'), que ganhou as primeiras mudanças visuais desde seu lançamento. Em termos de novidades, o novo DS 7 se destaca por trazer atualizações no design externo, equipamentos e a mecânica passa a vir com mudanças também, nos conjuntos híbridos. Visualmente, o novo DS 7 se destaca por trazer um novos faróis dianteiros, que ficam mais finos e trazem novidades em termos de iluminação, que passa a ser em DS Pixel LED Vision 3.0. Os faróis trazem três módulos com função Pixel que oferece o benefício de uma iluminação ideal. O fluxo de luz é mais poderoso, mais regular com um alcance aumentado até 380 metros (feixe principal). A menos de 50km/h, a largura do feixe é agora de 65 metros. Na borda interna: dois módulos de farol baixo/luz lateral acendem juntos. A borda externa do módulo de feixe principal Pixel possui 84 ​​LEDs em três linhas. A iluminação nos cantos é controlada pela intensidade dos LEDs exteriores do

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Ford tem desconto de R$ 17 mil para a Ranger; Maverick, Bronco Sport e Transit tem promoção

Volkswagen apresenta as primeiras imagens teaser de um possível Golf GTI Edition 50

Toyota registra imagens de patente de câmbio manual que simula de 14 marchas no USPTO

BMW cogitou produzir 50 unidades da Z4 Touring Coupé Concept, mas desistiu do projeto

MINI revela imagens teaser do desenvolvimento da condução com uso de óculos VR

Chevrolet lança a nova S10 no Brasil, que traz atualizações importantes e parte de R$ 247.860

BMW lança promoção adicional para iX1 e iX no Brasil até o próximo dia 31 de maio

Honda lança promoção no Brasil com ZR-V, que pode ser encontrado por R$ 199.900

Chery reajusta o preço do Tiggo 5X em R$ 1.000 e Tiggo 7 Sport pode receber primeiro aumento