Postagens

Mostrando postagens com o rótulo CATL

Zeekr inicia entregas do 001 com baterias Qilin desenvolvidas pela CATL com 1.032km de alcance

Imagem
Zeekr inicia as entregas do 001 com baterias Qilin da CATL, que oferece uma autonomia de impressionantes 1.032km de autonomia, aos primeiros consumidores Apresentado no final de 2022 como uma das maiores novidades da Zeekr em termos de eficiência, o 001 ganhou novas baterias desenvolvidas pela CATL, chamadas de Qilin. A nova geração de baterias permitiu que o modelo ganhasse uma autonomia incrível para um elétrico: 1.032km com apenas uma carga e dentro do ciclo CLTC, que convenhamos, é um pouco otimista, mas ainda assim é uma senhora capacidade de autonomia mesmo que ele perca uns 150km dessa autonomia na vida real. A marca iniciou as entregas dessa opção de bateria aos primeiros consumidores na China, depois de alguns meses de pré-venda. As entregas começaram ainda no ano passado. A nova bateria chegou para fazer companhia para as demais opções que a marca já oferecia para a sua shooting brake. Atualmente, a Zeekr oferece duas opções de motor para o 001 na China, sendo uma de motor

CATL confirma desenvolvimento de baterias de íons de sódio em parceria com Chery e BYD

Imagem
CATL confirma desenvolvimento de baterias de íons de sódio para a Chery e BYD, na China; novas baterias serão mais acessíveis e produzidas em massa A CATL confirmou que está colaborando com a Chery e a BYD na China para o desenvolvimento de baterias de íons de sódio, que são mais baratas de produzir e entrarão na linha de produção em massa dentro de alguns meses. A empresa confirmou que trabalha nas baterias de íons de lítio em sua sede de Ningde, na China. No caso da Chery, as baterias serão usadas pela sua nova marca iCar. As baterias de íons de sódio possuem uma densidade um pouco menor que as baterias de lítio-fosfato-ferro (LFP). O diferencial das baterias de íons de sódio são o custo de produção mais em conta, melhor desempenho em baixas temperaturas e mais segurança. A CATL estaria trabalhando em baterias de íons de sódio com uma densidade superior a 200Wh/kg, superior às baterias atuais de 160Wh/kg da empresa. Até três anos, não se esperava que esse tipo de bateria pudesse se

Neta faz S ter baterias da Qilin da CATL, que vai oferecer autonomia superior a 1.000km

Imagem
Neta registra imagens de patente de um S com bateria CATL Qilin no MIIT, que vai oferecer mais de 1.000km de autonomia; sedã estreia em breve na China A Neta registrou imagens de patente do seu sedã S com uma nova opção de bateria, no Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação, o MIIT, na China. O sedã será apresentado em breve com essa nova opção de bateria no gigante asiático. De acordo com as primeiras informações, o Neta S ganhará baterias Qilin, desenvolvidas pela CATL. De acordo com o registro de patente, no ciclo NEDC, chinês, o sedã possui uma autonomia de incríveis 1.075km. O sedã é equipado com um motor elétrico de 272cv no eixo dianteiro junto de uma bateria de 117,04kWh que pesa 588kg, que faz o sedã pesar 1.965kg. Atualmente, a Neta vende o S com três opções de autonomia: 520km, 650km e 715km, além de oferecer uma opção elétrica com extensor de autonomia (EREV), que oferece uma autonomia de 1.160km. Desenvolvido a partir da plataforma modular Shanhai, ele usa bat

CATL inicia a produção em sua fábrica de baterias na Alemanha, na unidade de Thuringia

Imagem
CATL inicia a produção na sua fábrica alemã de Thuringia, que será responsável pela produção de 8GWh por ano de baterias para carros elétricos A CATL confirmou que a produção de baterias na sua primeira fábrica fora da China já começou. A fábrica da Alemanha, na cidade de Thuringia, começou a produção de baterias. Anunciada em 2019, a unidade é chamada pela chinesa de Contemporary Amperex Technology Thuringia GmbH (CATT). A unidade vai começar a produção com baterias de íon-lítio, que já está em produção. De acordo com a CATL, o primeiro lote de baterias saiu da linha de produção recém-instalada em condição de série. As baterias serão construídas no edifício G2 da fábrica, onde a empresa posteriormente vai aumentar o ritmo de produção, com o chamado ramp-up da produção. Todas as baterias produzidas na unidade vão passar por um rigoroso teste de qualidade antes de ser entregue aos seus consumidores, oferecendo baterias para montadoras de veículos, além de aumentar a concorrência das b

Honda fecha parceria com a CATL para fornecer baterias para BEVs, na China, a partir de 2024

Imagem
Honda e CATL fecham parceria para fabricação de baterias para carros elétricos na China, com capacidade de produzir 123GWh de baterias até 2030 A Honda e a CATL assinaram um acordo para fornecimento de baterias. De meados de 2024 a 2030, a Honda comprará 123GWh de baterias da CATL. A nova parceria entre as empresas nasce a partir do momento da expansão da linha de produção e:N da Honda, que será apresentada com modelos elétricos exclusivos a partir de 2024. As novas baterias serão produzidas na fábrica da CATL em Yichun, província de Jiangxi, no leste da China. “O acordo de fornecimento de baterias garantirá um fornecimento de bateria estável a longo prazo para a Honda e permitirá que ambas as empresas mantenham sua posição de liderança na transição de mobilidade elétrica, marcando outro marco importante para sua cooperação. A CATL e a Honda alavancarão suas respectivas vantagens e aprimorarão sua vantagem competitiva, contribuindo assim para o impulso global em direção à mobilidade

Zeekr confirma mais detalhes do desenvolvimento de baterias junto com a CATL

Imagem
Zeekr revela mais detalhes da sua nova super bateria para elétricos, desenvolvida em parceria com a CATL e que estará em 001 e 009 Depois da Seres Group confirmar que a Aito e a CATL vão trabalhar em uma bateria de 1.000km de autonomia que já estava em desenvolvimento com a Zeekr, a marca chinesa confirmou como será essa nova super bateria. De acordo com informações da Zeekr, a nova bateria vai estar nos seus dois carros: 001 e 009. Os modelos usarão as novas baterias chamadas de Qilin pela CATL. Usando tecnologia CTP de terceira geração, as baterias vão contar com uma eficiência de volume de 72% e uma densidade energética de até 255Wh/kg. Com isso, as baterias vão poder oferecer uma autonomia superior a 1.000km. A CATL já confirma que as baterias vão oferecer 13% a mais de energia que as baterias 4680 desenvolvidas para carros da Tesla, por exemplo. Essa oferta maior de energia vai de encontro com o mesmo tamanho de bateria e usando os mesmos componentes na sua composição. A Zeekr

Aito confirma desenvolvimento de bateria de 1.000km em parceria com a chinesa CATL

Imagem
Recém criada como uma marca, Aito também quer desenvolver super bateria em parceria com a CATL, que vai oferecer uma autonomia de até 1.000km A Aito recém apareceu como uma marca de automóveis que nasceu a partir da Seres em parceria com a Huawei. A empresa agora confirmou que também quer ser ativa no desenvolvimento de baterias para carros elétricos. As novas baterias já estão em desenvolvimento e vão contar com parceria da também chinesa CATL, que juntas vão criar uma bateria de 1.000km. Fazendo parte da terceira geração do sistema de baterias da CATL já está em desenvolvimento e promete chegar em breve aos carros de uma outra marca chinesa: a Zeekr. Agora, com a Seres, a Aito anunciou um acordo de cooperação estratégica de longo prazo de cinco anos com a montadora e vai apresentar as baterias que são chamadas de Qilin, que serão apresentadas aos carros da Aito. Apoiada pela Huawei, a parceria vai gerar as baterias CATL Qilin. "A conclusão do acordo de cooperação estratégica

Mercedes-Benz e CATL confirmam expansão da parceria para ter mais células de baterias

Imagem
A Mercedes-Benz confirmou um avanço da parceria que possui com a CATL. A parceria entre as duas empresas vai fazer com que a produção de células e módulos de bateria de alto desempenho da próxima geração em seu caminho para um futuro totalmente elétrico. A nova fábrica CATL em Debrecen, Hungria, fornecerá células de bateria para locais de produção europeus na Alemanha e na Hungria. Essa nova fábrica que a CATL tem na Hungria vai ser bastante útil para o envio de células de baterias para a Mercedes-Benz. Pela primeira vez, desde agosto de 2020, quando a parceria foi estabelecida, ela será expandida. A Mercedes-Benz confirmou que vai querer que a CATL seja a fornecedora dos seus novos carros elétricos. De acordo com a estratégia da Mercedes, de ser puramente elétrica, a alemã vai precisar de mais células de baterias para elétricos. “Esta nova fábrica europeia de CATL de última geração na Hungria é outro marco para o aumento da nossa produção de EVs em conjunto com nossos principais parce

CATL vai erguer fábricas de baterias no México; estima-se que duas fábricas sejam criadas

Imagem
A CATL deve continuar com sua expansão no mercado global, aumentando a sua quantidade de fábricas de baterias para carros elétricos no mundo. Agora, a chegada da CATL deve ser num país latino-americano, com o México. Por lá, a CATL pode erguer duas fábricas, inclusive. Além de atender os carros elétricos que serão produzidos no México, a CATL visa também os Estados Unidos e Canadá. De acordo com as primeiras informações, a CATL estima erguer uma fábrica na cidade de Ciudad Juarez, Chihuahua, e em Saltillo, Coahuila, ambas no México. De acordo com informações, as novas fábricas nascerão de um investimento gigantesco de US$ 5 bilhões, de acordo com a Agência Bloomberg. Não se descarta ainda que a CATL possa ter uma fábrica no México e outra nos Estados Unidos, de acordo com alguns rumores. Essa construção dupla de fábricas deve fazer com que a CATL passe a ter uma produção de 80GWh, o que seria mais do que suficiente para atender a demanda das duas empresas em que a CATL é fornecedora: F

BMW e CATL trabalham em baterias cilíndricas que serão 30% mais baratas de produzir

Imagem
A BMW confirmou uma parceria com a CATL para o desenvolvimento de baterias cilíndricas para carros elétricos. A partir de 2025, as duas empresas vão equipar os carros elétricos da BMW com as novas baterias. Segundo a CATL, foi assinado um acordo que prevê o fornecimento de baterias da CATL. O uso de baterias cilíndricas de íons vai fazer com que a marca alemã diminua os custos de produção das baterias, com uma economia de 30% nos custos. As células normalmente representam 4/5 do preço de uma bateria e o aprimoramento da tecnologia e da eficiência geralmente proporcionam reduções de custos anuais. A CATL já é fornecedora de baterias da BMW há mais de uma década e a CATL analisa potenciais fábricas nos Estados Unidos para a produção das baterias em parceria com a BMW, com produção que pode começar em meados de 2026. Essa fábrica pode ser nova e se assim o for, será divulgado qual será a nova unidade e em que cidade ela será erguida. De acordo com informações dos sites Automotive News Eur

CATL consegue luz verde para iniciar produção na fábrica de baterias, na Alemanha

Imagem
A CATL conseguiu a aprovação do governo alemão para iniciar a produção na sua fábrica localizada no estado da Turíngia, na Alemanha. Primeira fábrica da CATL fora da China, a unidade recebeu a segunda aprovação do governo alemão para entrar na linha de produção. Durante a confirmação da produção na Alemanha, na zona industrial de Erfurter Kreuz, Anja Siegesmund, Ministra do Ambiente, Energia e Conservação da Natureza da Turíngia, e Wolfgang Tiefensee, Ministro da Economia da Turíngia, entregaram a licença a Matthias Zentgraf, Presidente da CATL para a Europa, permitindo uma capacidade inicial de 8GWh por ano para a fábrica. Primeira fábrica de baterias da Alemanha, está em fase final e a instalação de máquinas está a todo vapor para que as primeiras células possam sair das linhas de montagem até o final de 2022. “O CATL fornece um impulso fundamental para a transição energética urgentemente necessária, e estamos felizes em ser a primeira empresa a receber aprovação para fabricar bateri

CATL apresenta os primeiros detalhes da sua bateria Kirin, 13% mais eficiente que a 4680

Imagem
A CATL confirmou que vai desenvolver uma nova bateria, chamada de Kirin. A bateria foi confirmada por meio de Wu Kai, Cientista-Chefe da CATL, que destacou que a bateria deve ser a terceira geração das baterias já desenvolvidas pela CATL. De acordo com Kai, as novas baterias funcionam com 13% a mais de energia em comparação com as baterias 4680, de íons de lítio. As baterias ainda possuem maior densidade, com maior alcance dos usuários de elétricos, com tecnologia de bateria de difusão não-térmica. Por não contar com módulos e tendo um maior número de células no mesmo volume, as baterias oferecem uma autonomia maior. A bateria ainda usa a tecnologia ‘cell-to-pack’, com a maior densidade energética e uma maior simplicidade na construção da bateria, o que pode baratear a bateria futuramente. Com menos módulos, isso permite que tenha menos cabos e elementos acessórios, que também torna a bateria Kirin mais leve. Sem esses módulos, as baterias precisam ser mais seguras, a fim de evitar um

CATL estuda expansão no mundo dos elétricos com novas fábricas em três países

Imagem
A CATL, empresa fornecedora de baterias para marcas que produzem elétricos, confirmou que vai em busca de ser a empresa líder dos fornecedores de bateria, atingindo uma média de 455GWh em vendas até meados de 2025, respondendo por cerca de 30% de mercado. De acordo com informações, a marca projetou expandir a quantidade de fábricas que a marca tem espalhada pelo mundo. De acordo com informações, atualmente a empresa conta com as fábricas de Liyang, Zhaoqing, Yichun, Xiamen, Gui’na New District e Fuding, sendo que essa última começou a produzir em meados de dezembro. A CATL ainda deve erguer uma fábrica ao lado do parque industrial da Tesla em Xangai, na China, que é fornecedora das baterias dos modelos da marca norte-americana. A CATL ainda deve erguer novas fábricas na Alemanha e Estados Unidos, além de uma nova unidade fabril em Yichang, na província de Hubei, na China. Nesta nova unidade, a CATL vai processar cerca de360 mil toneladas de fosfato de ferro por ano para a fabricação de

Apple confirma que quer produzir suas próprias baterias, mas terá parceria com CATL ou BYD

Imagem
A Apple confirmou que durante o desenvolvimento do seu primeiro automóvel, a marca parece estar em negociações com algumas marcas de baterias, como a CATL e a BYD. A Apple ainda confirmou que estaria interessada em erguer uma fábrica específica (e sua) para a produção destas baterias. Segundo a Agência Reuters, a Apple estaria conversando com as empresas para firmar uma parceria para o fornecimento das baterias do seu “iCar”. A agência de notícias confirmou que a CATL estaria relutando abrir uma fábrica nos EUA, tanto por questões de atrito entre EUA-China e por questões de custo. A Apple ainda estaria querendo desenvolver a sua própria bateria, mas enquanto isso não acontece, a marca deve contar com bateria de outras marcas. A Apple também já deixou clara a sua preferência por baterias de fosfato de ferro-lítio, que são mais baratas de produzir. Recentemente, se teve informações de que a Apple buscava uma parceria com a sul-coreana LG para oferecer componentes. "Como as afiliadas

Honda confirma modelo elétrico, com baterias da chinesa CATL, para meados de 2022

Imagem
A Honda confirmou que desenvolve um novo modelo elétrico que deve ser lançado em meados de 2022. Esse novo modelo deve ser desenvolvido da parceria entre a Honda e a CATL, após o anúncio da parceria no mês passado para o desenvolvimento dos próximos elétricos da Honda. A aliança é vista como parte estratégica da marca, que deve abranger outros pontos. O modelo deve ser apresentado na China em meados de 2022. O objetivo das marcas é expandir a aliança com o passar dos anos, alcançando o mercado internacional. Isso porque para ter acesso às baterias, a Honda comprou 1% das ações da CATL por meio da emissão não pública de ações. "Essa aliança permite à Honda fortalecer ainda mais sua parceria com a CATL. À medida que a velocidade da eletrificação continua a aumentar, a CATL será um parceiro que dará à Honda uma nova força, e acreditamos que nossa aliança de longo prazo permitirá à Honda aumentar ainda mais a competitividade de nossos produtos eletrificados. A Honda continuará seu

CATL confirma que desenvolve bateria de 2 milhões de quilômetros ou 16 anos de vida útil

Imagem
A fornecedora de baterias da Tesla e da Volkswagen, a CATL, confirmou o desenvolvimento de super baterias com vida útil de 16 anos ou 2 milhões de quilômetros. O anúncio foi feito por Zeng Yuqun, Presidente da CATL, chinesa responsável pela produção de baterias para as duas grandes empresas que produzem carros elétricos. Essa nova bateria quer superar a bateria de 10 anos e 1,6 milhão de quilômetros que a GM desenvolve e que a Tesla também estava desenvolvendo. Recentemente, a CATL revelou que deveria ser capaz de produzir baterias capazes de rodar cerca de um milhão de quilômetros, anunciando a capacidade de rodar 1,25 milhões de milhas (2 milhões de quilômetros). A bateria só deve perder rendimento a partir dos 16 anos, quando começa a perder significativamente de desempenho e precisa ser trocada. Com isso, a marca responsável pelo desenvolvimento dessas baterias confirmou que pode dobrar o período de vida útil das baterias, antes delas serem recicladas, desmontadas ou usadas em outr

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

BYD lança no Brasil promoção para interessados em seus carros durante este mês de junho

Toyota confirma produção do primeiro elétrico nos EUA em 2025, no estado de Kentucky

Lynk & Co revela um novo teaser do Zero, que será o primeiro veículo 100% BEV da marca

Hyundai apresenta oficialmente o Ioniq 5 N, a versão esportiva com motor de 609cv

Hyundai apresenta a linha 2025 de HB20, HB20S, Creta Action e Creta no Brasil com novidades

GWM vai produzir primeiro o Haval H6 na fábrica de Iracemápolis (SP) por alguns motivos

Stellantis investe em Rennes, inaugura fábrica de baterias e fecha parceria com a Vulcan

Fiat lança a linha 2025 de Mobi, Strada, Pulse, Fastback e Fiorino no Brasil com novidades

InMetro confirma que vai cortar autonomia dos carros elétricos em 30% no ciclo PBEV