Postagens

Mostrando postagens com o rótulo CATL

CATL consegue luz verde para iniciar produção na fábrica de baterias, na Alemanha

Imagem
A CATL conseguiu a aprovação do governo alemão para iniciar a produção na sua fábrica localizada no estado da Turíngia, na Alemanha. Primeira fábrica da CATL fora da China, a unidade recebeu a segunda aprovação do governo alemão para entrar na linha de produção. Durante a confirmação da produção na Alemanha, na zona industrial de Erfurter Kreuz, Anja Siegesmund, Ministra do Ambiente, Energia e Conservação da Natureza da Turíngia, e Wolfgang Tiefensee, Ministro da Economia da Turíngia, entregaram a licença a Matthias Zentgraf, Presidente da CATL para a Europa, permitindo uma capacidade inicial de 8GWh por ano para a fábrica. Primeira fábrica de baterias da Alemanha, está em fase final e a instalação de máquinas está a todo vapor para que as primeiras células possam sair das linhas de montagem até o final de 2022. “O CATL fornece um impulso fundamental para a transição energética urgentemente necessária, e estamos felizes em ser a primeira empresa a receber aprovação para fabricar bateri

CATL apresenta os primeiros detalhes da sua bateria Kirin, 13% mais eficiente que a 4680

Imagem
A CATL confirmou que vai desenvolver uma nova bateria, chamada de Kirin. A bateria foi confirmada por meio de Wu Kai, Cientista-Chefe da CATL, que destacou que a bateria deve ser a terceira geração das baterias já desenvolvidas pela CATL. De acordo com Kai, as novas baterias funcionam com 13% a mais de energia em comparação com as baterias 4680, de íons de lítio. As baterias ainda possuem maior densidade, com maior alcance dos usuários de elétricos, com tecnologia de bateria de difusão não-térmica. Por não contar com módulos e tendo um maior número de células no mesmo volume, as baterias oferecem uma autonomia maior. A bateria ainda usa a tecnologia ‘cell-to-pack’, com a maior densidade energética e uma maior simplicidade na construção da bateria, o que pode baratear a bateria futuramente. Com menos módulos, isso permite que tenha menos cabos e elementos acessórios, que também torna a bateria Kirin mais leve. Sem esses módulos, as baterias precisam ser mais seguras, a fim de evitar um

CATL estuda expansão no mundo dos elétricos com novas fábricas em três países

Imagem
A CATL, empresa fornecedora de baterias para marcas que produzem elétricos, confirmou que vai em busca de ser a empresa líder dos fornecedores de bateria, atingindo uma média de 455GWh em vendas até meados de 2025, respondendo por cerca de 30% de mercado. De acordo com informações, a marca projetou expandir a quantidade de fábricas que a marca tem espalhada pelo mundo. De acordo com informações, atualmente a empresa conta com as fábricas de Liyang, Zhaoqing, Yichun, Xiamen, Gui’na New District e Fuding, sendo que essa última começou a produzir em meados de dezembro. A CATL ainda deve erguer uma fábrica ao lado do parque industrial da Tesla em Xangai, na China, que é fornecedora das baterias dos modelos da marca norte-americana. A CATL ainda deve erguer novas fábricas na Alemanha e Estados Unidos, além de uma nova unidade fabril em Yichang, na província de Hubei, na China. Nesta nova unidade, a CATL vai processar cerca de360 mil toneladas de fosfato de ferro por ano para a fabricação de

Apple confirma que quer produzir suas próprias baterias, mas terá parceria com CATL ou BYD

Imagem
A Apple confirmou que durante o desenvolvimento do seu primeiro automóvel, a marca parece estar em negociações com algumas marcas de baterias, como a CATL e a BYD. A Apple ainda confirmou que estaria interessada em erguer uma fábrica específica (e sua) para a produção destas baterias. Segundo a Agência Reuters, a Apple estaria conversando com as empresas para firmar uma parceria para o fornecimento das baterias do seu “iCar”. A agência de notícias confirmou que a CATL estaria relutando abrir uma fábrica nos EUA, tanto por questões de atrito entre EUA-China e por questões de custo. A Apple ainda estaria querendo desenvolver a sua própria bateria, mas enquanto isso não acontece, a marca deve contar com bateria de outras marcas. A Apple também já deixou clara a sua preferência por baterias de fosfato de ferro-lítio, que são mais baratas de produzir. Recentemente, se teve informações de que a Apple buscava uma parceria com a sul-coreana LG para oferecer componentes. "Como as afiliadas

Honda confirma modelo elétrico, com baterias da chinesa CATL, para meados de 2022

Imagem
A Honda confirmou que desenvolve um novo modelo elétrico que deve ser lançado em meados de 2022. Esse novo modelo deve ser desenvolvido da parceria entre a Honda e a CATL, após o anúncio da parceria no mês passado para o desenvolvimento dos próximos elétricos da Honda. A aliança é vista como parte estratégica da marca, que deve abranger outros pontos. O modelo deve ser apresentado na China em meados de 2022. O objetivo das marcas é expandir a aliança com o passar dos anos, alcançando o mercado internacional. Isso porque para ter acesso às baterias, a Honda comprou 1% das ações da CATL por meio da emissão não pública de ações. "Essa aliança permite à Honda fortalecer ainda mais sua parceria com a CATL. À medida que a velocidade da eletrificação continua a aumentar, a CATL será um parceiro que dará à Honda uma nova força, e acreditamos que nossa aliança de longo prazo permitirá à Honda aumentar ainda mais a competitividade de nossos produtos eletrificados. A Honda continuará seu

CATL confirma que desenvolve bateria de 2 milhões de quilômetros ou 16 anos de vida útil

Imagem
A fornecedora de baterias da Tesla e da Volkswagen, a CATL, confirmou o desenvolvimento de super baterias com vida útil de 16 anos ou 2 milhões de quilômetros. O anúncio foi feito por Zeng Yuqun, Presidente da CATL, chinesa responsável pela produção de baterias para as duas grandes empresas que produzem carros elétricos. Essa nova bateria quer superar a bateria de 10 anos e 1,6 milhão de quilômetros que a GM desenvolve e que a Tesla também estava desenvolvendo. Recentemente, a CATL revelou que deveria ser capaz de produzir baterias capazes de rodar cerca de um milhão de quilômetros, anunciando a capacidade de rodar 1,25 milhões de milhas (2 milhões de quilômetros). A bateria só deve perder rendimento a partir dos 16 anos, quando começa a perder significativamente de desempenho e precisa ser trocada. Com isso, a marca responsável pelo desenvolvimento dessas baterias confirmou que pode dobrar o período de vida útil das baterias, antes delas serem recicladas, desmontadas ou usadas em outr

Postagens mais visitadas deste blog

Renault vai trazer 1º lote de 500 unidades do Kwid E-Tech Electric a partir de agosto

Chery desenvolve a chegada do eQ1 ao mercado brasileiro, candidato a elétrico mais barato

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Surgem projeções de como pode ficar o Renault 'StepWay', que estreia no Brasil em 2023

Site confirma a escolha da Fiat para o nome do SUV oriundo do Projeto 376: Fastback

Com fechamento da fábrica, Chery Tiggo 3X sai de linha e Arrizo 6 virá importado da China

Porsche Panamera receberá nova geração em 2023 e central antecipa desenho do carro

Jeep confirma o lançamento da Gladiator para breve no Brasil; picape terá motor 3.6 V6

Volkswagen desenvolve um Polo Hybrid com motor eTSI, que chega na reestilização

Chery fecha fábrica de Jacareí (SP) até 2025, quando retoma produzindo híbridos e elétricos