Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Negócios

Segundo site, VW tentou comprar ações da Tesla para ter voz e decisões dentro da marca

Imagem
Segundo o jornal norte-americano Wall Street Journal , a Volkswagen bem que tentou comprar parte das ações da Tesla. De acordo com a publicação do jornal, executivos alemães demostraram interesse na tecnologia da marca elétrica e chegaram inclusive a sentar na mesa de negociações com o CEO da Tesla, Elon Musk. Detalhes sobre essa reunião foram mantidos em segredo, mas a ideia era fazer com que a Volkswagen abocanhasse o suficiente para ter certo nível de controle e influência sobre as decisões da Tesla. "Musk não gostou do acordo porque acreditava que ele daria à Volkswagen muita influência sobre Tesla" , afirma uma fonte. Além disso, o CEO ficou desconfiado do interesse da Volkswagen, acreditando que a marca queria pegar carona na tecnologia desenvolvida pela marca. Embora a Volkswagen não confirme a história (nem a Tesla), o interesse por parte da Volkswagen estaria ligado diretamente ao processo de eletrificação da marca europeia com a linha de carros batizados de ID e

Audi entra em acordo com a FCA e consegue nomes Q2 e Q4 para os seus próximos utilitários esportivos

Imagem
A Audi enfim conseguiu um acordo com a FCA e o direito de usar os nomes Q2 e Q4. Após um longo impasse, ambas entraram em um acordo e a FCA deu a Audi o aval para o uso dos nomes dos novos utilitários esportivos. Agora a indefinição acabou, pois o CEO da Audi, Rupert Stadler, anunciou que a marca e o grupo FCA finalmente chegaram a um acordo. Detalhes do negócio não foram divulgados, mas Stadler deu a entender que a Audi pode ter liberado dois nomes registrados pela marca alemã para a FCA em troca dos Q2 e Q4. Ele disse também que a negociação não envolveu dinheiro. O que deve ter acontecido é uma troca de nomes de uma para a outra e vice versa. Na FCA, o nome Q2 foi usado para o diferencial de deslizamento limitado da marca, e Q4 foi usado nas versões de tração integral do Maserati Ghibli e Quattroporte. Na Audi, Q2 deve ser o utilitário esportivo compacto da Audi, que deve concorrer com Jeep Renegade, Honda HR-V entre outros, enquanto Q4 deve ser um utilitário esportivo baseado na

Ferrari deve se tornar mais independente dentro da FCA a partir de 2016 para seguir próprias estratégias

Imagem
A Ferrari finalmente deve sair da "asa" da Fiat a partir de 2016. Não, a marca não deve deixar o Grupo FCA, mas ficará mais independente. A Ferrari, assim como a Cadillac espera da GM, uma "separação dos negócios", tendo maior independência e liberdade. Em assembléia no último dia 3, os acionistas da FCA aprovaram a "separação" da Ferrari do grupo, que englobará todas as ações da companhia, que serão derivadas para uma nova empresa holandesa criada para esse fim, informou a sociedade em comunicado. A nota detalhou que "a assembleia aprovou uma cisão na qual a FCA transferirá todas as ações que possui na Ferrari para a FE Interim B.V", companhia holandesa recentemente constituída. Faz algum tempo que a separação da Fiat e da Ferrari estava por acontecer, já que a marca de Maranello clamava por maior independência. A FCA deve completar a primeira parte das operações em Janeiro de 2016. Segundo Sergio Marchionne, chefe do grupo FCA, assinalou que

Postagens mais visitadas deste blog

Skoda deve desenvolver três novos modelos elétricos, que farão companhia ao Enyaq

Toyota RAV4 é reprovado em teste do alce rodando a 68km/h, diz publicação sueca

Bosch apresenta câmbio automático CVT para carros elétricos, que segue em desenvolvimento

Hyundai comemora marca de 200 mil unidades produzidas do Creta na fábrica de Piracicaba

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Surge primeira imagem de um SUV da Ford que foi criado em parceria com a Mahindra, na Índia

Chevrolet Tracker PcD volta a ser vendido em breve, mas com mudanças de conteúdo

Assim como Frontier e L200 Triton, nova Volkswagen Amarok não será meramente uma Ford Ranger alemã

Toyota Corolla Cross é confirmado para ser lançado em março deste ano no Brasil

Renault Sandero e Logan podem sair de linha para abrigar caminho para os novos Clio e Taliant?