Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Financeiro

A Nissan confirma prejuízo recorde e puxa resultados negativos da Renault em 2020

Imagem
O ano de 2020 se tornou um dos anos mais difíceis para a indústria automotiva global. E isso fez com que muitas empresas fechassem o ano no vermelho. De acordo com a Renault-Nissan-Mitsubishi, que divulgou os dados públicos de renda de 2020. Segundo as informações divulgadas, o grupo teve um prejuízo de 8 bilhões de euros, cerca de R$53 bilhões! Para a Renault, houve uma queda de 21,3% nas vendas, com menos de 3 milhões de carros vendidos globalmente, queda de 7,3 bilhões de euros no primeiro semestre e 660 milhões de euros no segundo semestre, com queda de 21,7% no faturamento e -8,9% no volume de negócios. A Renault ainda conseguiu ter um resultado bem negativa no lucro operacional e receita líquida, com queda de 335 milhões de euros. Já a Nissan conseguiu um prejuízo de 4,9 milhões de euros, com prejuízo de 175 milhões de euros. Em 2020, a aliança conseguiu apresentar um plano estratégico que deve ajudar bastante as marcas a diminuir os seus prejuízos. O problema da aliança começou

VAG não desistiu de vender Bugatti para a Rimac e decisão será tomada em breve

Imagem
Depois de confirmar que poderia vender a Bugatti, Lamborghini e Ducati, a VAG confirmou que marcas como a Lamborghini e a Ducati não seriam vendidas, enquanto a Bugatti ainda teria seu futuro definido. A marca francesa poderia acabar sendo vendida para a Rimac, como parte de um plano de união que envolve o aumento de participação da Porsche na Rimac. No mês passado, CEO da Porsche e Membro do Conselho Administrativo da VAG, Oliver Blume, disse ao Automobilwoche , disse: "Acredito que a questão será decidida pelo grupo ainda no primeiro semestre" , destacou em entrevista. Blume ainda destaca que "poderia ter um papel importante, porque as marcas são uma boa combinação tecnológica e que há vários cenários com estruturas diferentes. No momento, há intensas deliberações sobre como a Bugatti pode ser desenvolvida da melhor maneira possível" , concluiu. Ou seja, a marca ainda não tem um futuro definido dentro da gama de marcas da VAG, mas que essa decisão está próxima de

Jaguar pode ser colocada à venda após o cenário de 2025, diz fonte

Imagem
A Jaguar-Land Rover apresentou um novo plano estratégico que deve contar com novos modelos elétricos. Além disso, surgiu uma informação na Europa que a Jaguar seria uma empresa 100% elétrica já em 2025, sendo que a inglesa possui atualmente apenas o I-Pace como um modelo puramente elétrico. Todo esse processo deve ser muito rápido e vai exigir um bom esforço dos britânicos para acontecer. Surgiu rumores de que a Jaguar poderia ser vendida pelos indianos da Tata, que gerenciam a JLR. Entre os motivos que reforçam isso estão essa decisão de eletrificar tudo, o cancelamento do desenvolvimento do novo XJ. De acordo com o CEO da Jaguar-Land Rover, Thierry Bolloré, disse que os carros elétricos da Jaguar terão plataforma elétrica própria e que “o SUV será Land Rover” , enquanto “o Jaguar será diferente dos SUVs” . O CEO ainda destaca que “este é o renascimento do Jaguar” , de modo que a empresa “reposicionará completamente a marca Jaguar”. Isso pode indicar que a marca pode ser colocada à ve

VAG pode vender ações da Porsche para custear processo de eletrificação do grupo?

Imagem
O Grupo Volkswagen AG (VAG) pode abrir novamente uma Initial Public Offering (IPO), ou oferta pública inicial, ou seja, vender ações para o público com a meta de ganhar mais dinheiro. O grupo estuda aumentar o valor de mercado das ações da VAG, incluindo a médio prazo ter uma listagem inicial do criador de lucros da Porsche, de acordo com o que o jornal Finanztreff destaca. A VAG colocaria cerca de 25% das ações da Porsche no mercado, cerca de 20 a 25 bilhões de euros. Segundo informações, um membro não identificado da alta administração do grupo alemão destaca que a VAG não faria isso mais em 2021, mas não descarta o fazer dentro de alguns meses. Isso porque a Volkswagen anunciou que não comentaria sobre esses rumores de vendas de ações da Porsche. Após esses rumores surgirem na imprensa da Europa, as ações do grupo cresceram em pouco mais de 3%. Investidores da VAG especulam essa informação já há alguns anos, sendo que a Porsche se tornaria uma marca que poderia trazer um dinheiro mu

Chevrolet tem promoção para Onix, Onix Plus e Tracker no Brasil até final do mês

Imagem
A Chevrolet vai oferecer condições especiais para Onix, Onix Plus e Tracker no Brasil. Os modelos devem ser oferecidos com parcelas fixas, taxa de 0,9% ao mês e valorização do carro usado na troca. O Onix deve ser vendido com R$799, subindo para R$899 no Onix Plus e R$990 para o Tracker. O Onix é oferecido na versão 1.0 12v Turbo Premier, com entrada de R$53.200 e parcelas em 48 vezes de R$799 e taxa de 0,9% ao mês. O Onix Plus deve ser oferecido na mesma versão Premier com motor 1.0 12v Turbo, com entrada de R$53.810 e saldo em 48 parcelas de R$899,19 e taxa de 0,9% ao mês. O Tracker também deve ser oferecido com condições especiais. O SUV deve ser oferecido em promoção na versão 1.0 12v Turbo LT, a segunda mais em conta do SUV compacto e uma das mais vendidas. Ele deve ser oferecido na cor Azul Eclipse, por R$57.840 de entrada e o restante em 36 parcelas mensais de R$990, com taxa de 0,74% e uma parcela final de R$24.017. Essas promoções devem ajudar a Chevrolet a recuperar a lideran

CAOA confirma interesse em comprar unidade de Camaçari (BA), da Ford; agora são cinco interessados

Imagem
Depois das marcas Changan, GAC, Geely e Great Wall demonstrarem interesse pela fábrica de Cammaçari, Bahia, da Ford, parece que temos mais uma interessada na rodada. A CAOA, que já estava atrás da unidade de São Bernardo do Campo (SP). Apesar de se desconfiar que a CAOA esteja por trás de uma das quatro marcas chinesas, o grupo brasileiro ainda pode comprar a marca para enfim apresentar a sua própria marca, sendo uma marca verdadeiramente brasileira. Atualmente com as fábricas de Anápolis (GO) e Jacareí (SP), uma terceira fábrica da CAOA poderia acontecer. Vale destacar que a CAOA e a Ford possuem uma parceria de longa data, sendo a CAOA uma das maiores rede de concessionárias Ford do país. Ainda seria de interesse da CAOA ter uma empresa sua, além de administrar as demais que já administra no país, como a Chery, importados da Hyundai e a Subaru. "Sempre tenho interesse em novos negócios, mas é preciso analisar todo o processo porque não queremos desgastar a nossa imagem. E só ire

Adeus FCA e PSA: Stellantis é criada oficialmente e se torna o quarto maior grupo do mundo

Imagem
A Stellantis oficialmente está formada. O quarto maior grupo automotivo do mundo foi criado graças a união de FCA e PSA. Ao todo serão 20 empresas sobre a guarda da Stellantis. Entre uma das principais acionistas deve estar a Exor, dona da FCA, que terá uma fatia de 14,4% de participação, seguida pela família Peugeot com 7,2% e o Governo da França com 6,2%, além da Dongfeng com 5,6%. A Stellantis Group ainda confirmou John Elkann como Presidente, tendo Carlos Tavares como CEO e Mike Manley como CEO na América do Norte. Tavares era o CEO da PSA há alguns anos e conseguiu bons resultados e reverteu o desempenho da Opel, que estava operando no negativo há anos nas mãos da GM. Ainda há outros nomes importantes dentro do grupo como Robert Peugeot (vice-presidente), Henri de Castries (diretor independente sênior), Andrea Agnelli, Fiona Clare Cicconi, Nicolas Dufourcq, Ann Frances Godbehere, Wan Ling Martello, Jacques de Saint-Exupéry e Kevin Scott. Com base nos dados de 2019, a Stellantis de

Spyder decreta falência oficialmente, mas executivo crê na possibilidade de retorno no futuro

Imagem
Infelizmente, a Spyker confirmou a sua falência. A marca holandesa ficou sem dinheiro e desde agosto do ano passado lutava para continuar viva, quando apresentou um projeto de reestruturação financeira. A falta de dinheiro e investidores é vista como a principal causa disso tudo e de acordo com o RTL Nieuws, a Spyker não teve outra saída além de anunciar sua falência. Esse é um duro golpe para a empresa que tinha conseguido acordos para retomar a produção ainda em 2021, com modelos que estavam no papel há anos, como o B6 Venator e o D8 Peking-to-Paris. No ano passado, a Spyker tinha dito que tinha passado “alguns anos muito duros desde o desaparecimento da Saab” , mas “esses dias definitivamente se foram e a Spyker se tornará um jogador importante no segmento de mercado dos superesportivos” . De acordo com site que decretou a falência da marca, em entrevista com Victor Muller, Diretor Executivo da marca, o dinheiro esperado para fazer a marca retomar sua produção não chegou, o que fez

Land Rover deixar de importar versão topo de linha P300 do Range Rover Evoque; Porsche 911 encarece R$120 mil!

Imagem
Com o Dólar e o Euro nas alturas no Brasil, com preços acima de R$5 e R$6, respectivamente, nos últimos dois anos, as marcas que trazem carros importados no Brasil tiveram que reajustar os preços dos modelos. Depois de fazer muito sucesso no mercado brasileiro em 2020, o Porsche 911 viu seu preço subir em R$120 mil! O modelo já está quase zerado com o estoque com os preços antigos e os primeiros 911 com preços maior já começaram a ser vendidos em janeiro. Além da Porsche, os britânicos também tiveram que reajustar o preço de alguns de seus modelos no mercado. Com os preços da Libra em R$7,38 (hoje, sábado, 6/02), a Land Rover teve que reajustar os preços do Range Rover Evoque, um dos modelos mais acessíveis da marca. Com isso, os preços do SUV britânico passou para próximo dos R$400.000! Com isso, a Land resolveu tirar a versão P300 do catálogo, mantendo o modelo apenas na versão P250, mais acessível, mas ainda assim sofrendo com os preços nas alturas. A solução para a Land Rover deve

Ford deve diminuir a rede de concessionárias de atuais 283 pontos para cerca de 120, apenas

Imagem
Após o anúncio do fechamento das fábricas de Camaçari (BA) e Taubaté (SP), a Ford deve diminuir a sua rede de concessionárias no mercado brasileiro. De acordo com informações, a Ford conta com 283 concessionárias no mercado brasileiro. A nova operação nacional deve contar com cerca de 120 lojas após o fim da produção de modelos em nosso mercado. Com a redução de custos, a Ford deve ter que dar fim a 163 pontos de vendas sem Ka, Ka Sedan e EcoSport. Dentro do comunicado, há um estoque dos modelos que deve durar entre 30 a 40 dias após o fechamento das fábricas, ou seja, neste mês de fevereiro os estoques já devem estar bem pequenos. Passando a vender modelos importados apenas, a Ford não vai precisar ter uma rede muito grande de modelos e vai apostar em pontos estratégicos. A maioria das concessionárias devem passar a vender outras marcas (a Chery parece estar de olho em alguns pontos de venda) e outras simplesmente vão fechar suas portas. De acordo com a Abradif (Associação Brasileira

Ações da Ford crescem na Bolsa de Valores de Nova Iorque pós fechamento de fábricas no Brasil

Imagem
Depois do baque de ter saído do perfil de montadora no mercado brasileiro, a Ford comemorou o crescimento de suas ações nos Estados Unidos. De acordo com informações, as ações da marca do oval azul cresceram 3% no dia após o anúncio. Na Bolsa de Nova Iorque, a Ford ainda chegou a ter uma valorização de 0,32% na bolsa, com cada ação valendo US$9,32. No caso do JPMorgan, as ações da Ford cresceram 10%, chegando a US$11. De acordo com analistas, o fechamento das duas fábricas (Camaçari, na Bahia; Taubaté, em São Paulo), reforçam que a marca está comprometida com o seu plano de reestruturação, reduzindo seus prejuízos e permitindo se concentrar em ampliar sua lucratividade no segmento internacional. Segundo Ryan Brinkman, do JPMorgan, disse que a decisão de fechar as fábricas no Brasil veio num momento onde os investidores vinham reclamando que a Ford ainda deveria ser mais rentável na América do Sul. A decisão da marca ainda veio alguns dias depois do Governo do Estado de São Paulo confir

Tesla bate meta e produz mais de 500 mil carros em 2020; vendas batem novo recorde

Imagem
A Tesla confirmou que conseguiu bater sua marca de produção e vendas em 2020. A marca norte-americana conseguiu quebrar os 500.000 emplacadas que almejava para o ano passado. A meta foi atingida por muito pouco. De acordo com Elon Musk, CEO da Tesla, foram fabricados 509.737 unidades em 2020, sendo 499.950 unidades entregues. De acordo com a marca de elétricos, foram 54.805 unidades produzidas 54.805 unidades de Model S e Model X, sendo 57.039 unidades vendidas globalmente (estoque remanescente de 2019), enquanto a dupla Model 3 e Model Y venderam 454.932 unidades fabricadas, 442.511 unidades vendidas. A Tesla ainda confirma que esses números ainda tem uma margem de erro de 0,5% e que as entregas do Model Y chinês devem começar em breve. A Tesla consegue, com isso, ser uma das poucas marcas que conseguiu crescer num cenário tão atípico como foi 2020. Musk ainda não colocou uma meta de vendas na Tesla para 2021, mas com a produção chinesa do Model Y, a marca terá mais chances de emplaca

No passado, Tesla já foi oferecida para Google e Apple; VAG se interessou em comprar marca

Imagem
Hoje a superestimada Tesla, a marca de automóveis mais valiosa do mundo, confirmou que já teve um passado onde foi muito recusada por muitas empresas de potencial gigantesco. De acordo com Elon Musk, CEO da Tesla, o executivo já chegou a tentar vender a então startup para a Apple. Musk disse que na época, Tim Cook, CEO da Apple, nem mesmo cogitou a possibilidade de organizar uma reunião sobre o assunto. Isso aconteceu entre meados de 2017 a 2019, quando a Tesla passou momentos sem muito dinheiro em caixa para o desenvolvimento do Model 3. Na época, Cook recusou a oferta, que era de 50 bilhões de euros. A marca também já tinha sido oferecida para a Google, quando a Tesla teve interesse no desenvolvimento da condução autônoma desenvolvida pela Waymo. Antes disso, em meados de 2013, o jornal Manager Magazin confirmou que a Tesla quase foi adquirida pelo Grupo VAG, mas tinha recebido um “não” de Musk. Na época, Ferdinan Piech, então CEO da VAG, tinha despertado seu interesse pela marca que

Hyundai-Kia Group adquire fábrica da General Motors, em São Petesburgo, na Rússia

Imagem
A Hyundai confirmou que adquiriu a fábrica da General Motors na Rússia. Fechada desde 2015, a unidade fabril foi colocada à venda após a GM deixar o país. Sediada em São Petesburgo, a unidade foi inaugurada em 2008 e tinha capacidade de produção de 100.000 unidades. O valor da venda da fábrica não foi divulgado, já era sabido que a Hyundai seria a nova dona da unidade desde meados de novembro. A questão é que agora foi tudo oficializado. Ainda não se tem informações de quando a fábrica deve passar a produzir modelos da Hyundai e nem quais carros podem ser feitos por lá. "É nossa segunda fábrica no país e agora estamos trabalhando em possíveis cenários para usar esse ativo”, disse Alexey Kalitsev, Chefe da Hyundai Rússia. Tanto a Hyundai como a Kia já possuem fábrica em solo russo e possuem uma capacidade produtiva de 200 mil unidades. Com a nova unidade, a fábrica poderá ser compartilhada com a Kia. Atualmente a fábrica que a Hyunda-Kia possuem na Rússia produz os modelos Solaris,

SsangYong entra com pedido de concordata pela segunda vez em menos de 12 anos na Coreia

Imagem
A SsangYong é mais uma marca que parece estar bastante endividada. A marca sul-coreana entrou com pedido de concordata na Coreia do Sul, depois de não conseguir honrar os empréstimos acumulados de cerca de 60 bilhões de won (cerca de R$350 milhões). A falta de dinheiro na SsangYong é consequência de uma falta de acordo com credores e de novos prazos para o pagamento da dívida, que deveria ser honrado no dia 14 de dezembro. Junto à Justiça da Coreia do Sul, a SsangYong pediu a execução de um plano de reestruturação autônomo, que lhe dará três meses para renegociar dívidas com os credores antes de uma decisão definitiva no tribunal. Com isso, a marca conseguiu empréstimos com três grandes bancos: 30 bilhões de won com o Bank of America; 20 bilhões de won com a JPMorgan Chase & Co e; 10 bilhões de won ao BNP Paribas. Fazia alguns anos que a situação econômica da SsangYong não era favorável e a Mahindra sabia disso. A situação piorou com a pandemia do Coronavírus, sendo que as vendas d

Peugeot lança promoção Just Drive It para 208, 2008, 3008 e 5008, válido até final de janeiro

Imagem
A Peugeot está lançando uma promoção para 208, 2008, 3008 e 5008 no mercado brasileiro. A promoção Just Drive It é uma condição com programa de financiamento da marca com a opção de recompra garantida do veículo adquirido. A promoção é válida por todos os automóveis da marca, com taxa zero no parcelamento pelo Banco PSA. A promoção Just Drive It deve levar em consideração apenas o preço de tabela no varejo dos modelos, sem desconto. A francesa ainda deve oferecer a recompra do modelo adquirido por 100% da Tabela Fipe, vigente a partir do momento da revenda do carro. O valor poderá ser usado para quitar o saldo residual do financiamento e, se o cliente quiser, pode dar como entrada em um novo modelo. Caso queira se manter com o seu carro, o consumidor deverá pagar o saldo residual do financiamento em até seis vezes. Segundo a Peugeot, a promoção possui parcelas e residual pré-fixados, não tendo um reajuste no decorrer do contrato. A Peugeot ainda deve oferecer a opção de contratação de

Suzuki lança promoção para o Vitara, com descontos de até R$7 mil; ação dura até dia 31

Imagem
A Suzuki está lançando uma promoção que vale para toda sua linha até 31 de janeiro de 2021, em todas as suas redes de concessionárias. A japonesa já lançando uma promoção que pode vender o Vitara com descontos de R$7 mil nas versões 4All e 4You, as duas versões de entrada do SUV compacto da marca. O modelo poderá ser vendido com desconto de R$7 mil no preço de tabela da 4All, vendida por R$114.990. Com o desconto, o modelo poderá ser vendido por R$107.990. Em algumas concessionárias, o desconto é ainda maior: R$15 mil. Com isso o modelo pode ser encontrado por R$99.990 nessa versão. O mesmo vale para a versão 4You, tabelada em R$126.990 mas vendida por R$119.990. Assim como a Vitara, o Jimny (na versão 4All), o Jimny Sierra (nas versões 4You e 4Style), Vitara (4All e 4You) e S-Cross (4Style e 4Style-S) poderão ser vendidos com condições especiais de financiamento. Os modelos serão oferecidos com uma entrada com preço fixo e o restante podendo ser parcelado em 23 parcelas fixas e mais u

China aprova compra da JAC pela Volkswagen; alemães passam a ter controle de 50% da JAC

Imagem
O Grupo VAG acaba de adquirir 50% dos ativos da Jianghuai Automobile (JAC), aprovados pela Comissão de Supervisão e Administração de Ativos Estatais da Província de Anhui. A ação foi conseguida através da divisão de investimentos financeiros. Isso significa que metade da JAC será da Volkswagen e não apenas os modelos específicos de elétricos. Com isso, a JAC-Volkswagen terá 75% do controle dos alemães e 25% da Jianghuai. Com sede em Hefei, província de Anhui, a JAC entrou para o setor automotivo onde empresas estrangeiras podem não só assumir o controle de parceiras locais como também da compra de ativos dos grupos nacionais chineses. Como a JAC possui parceria com a Nio, a Volkswagen também deve ser uma parceira, mesmo que indireta, da VW. A Volkswagen deve aumentar a produção dos elétricos da JAC e da SOL. Nesta última, a SOL vende os modelos E10X, E20X e E40X. A marca deve contar com 15 novidades nos próximos anos, todas elétricas. Ainda é cedo para afirmar, mas os futuros elétricos

Grupo VAG revela que Lamborghini e Ducati podem passar por reestruturação ou serem vendidas

Imagem
Depois do Grupo VAG confirmou que deve investir 73 bilhões de euros em modelos eletrificados até o final de 2030, surgiu alguns movimentos do grupo em relação a busca de uma maior quantidade de dinheiro. Isso pode acabar causando a venda de marcas como Lamborghini, Ducati e o estúdio Italdesign. De acordo com informações do Automotive News Europe , a VAG estaria discutindo internamente soluções para as três empresas. Com isso, o que pode acontecer é que os três podem ser separados do Grupo VAG. As três empresas seriam unidas por uma estrutura única, facilitando a oferta para algum interessado. "Estamos trabalhando com nossa estrutura legal italiana. Nós estamos, digamos, trazendo isso a uma estrutura legal onde podemos agir. Provavelmente é um processo lento, mas está em nossa agenda" , disse Herbert Diess, CEO da Volkswagen, ao site. Vale lembrar que a Lamborghini e a Ducati já estavam envolvidas em rumores de provável venda por parte da VAG há algumas semanas. Há a possibil

Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi nega venda de ações da Mitsubishi por parte da Nissan

Imagem
A Nissan veio a público dizer que não deve vender a Mitsubishi. Depois de algumas especulações que surgiram na Europa, a Agência Bloomberg entrou em contato com a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi. Os rumores diziam que a Mitsubishi poderia ter suas ações colocadas à venda para ajudar a Nissan a ter caixa, por conta das despesas causadas em 2020 pela pandemia. Após o contato da agência, a Nissan prontamente respondeu dizendo que não vai vender a Mitsubishi, refutando veementemente a possibilidade disso acontecer. De acordo com a Nissan, "não há planos de rever o relacionamento financeiro com a Mitsubishi Motors." . De fato a ação não faria nenhum sentido. Isso porque faz recém meses que a aliança entre as três marcas revelou seu plano estratégico para o futuro, com o compartilhamento de plataformas e mecânica. A Nissan ainda destacou que "a aliança precisa focar nas especialidades de cada marca e fazer um uso melhor de seus atributos, o que é um pré-requisito para atingi

Postagens mais visitadas deste blog

Chevrolet Tracker PcD volta a ser vendido em breve, mas com mudanças de conteúdo

Fiat Toro recebe motor 1.3 Turbo em todas versões e catálogo vaza antes da estreia

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Reestilização do Volkswagen Jetta chega até 2022, com o inédito motor 1.5 TSI

Volkswagen não vê chances em desenvolver modelos com a tecnologia do hidrogênio

Tesla revela nova informação sobre design da Cybertruck, que estreia no fim do ano

Volkswagen deve receber pedidos pelo up! até final de abril e produção vai até fim de maio

VAG pode vender ações da Porsche para custear processo de eletrificação do grupo?

GMA apresenta o T.50S Niki Lauda, que traz melhorias no motor e apenas 25 unidades

Novo Jeep Compass tem detalhes das versões reveladas; SUV terá oito versões