Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Geely

CAOA confirma interesse em comprar unidade de Camaçari (BA), da Ford; agora são cinco interessados

Imagem
Depois das marcas Changan, GAC, Geely e Great Wall demonstrarem interesse pela fábrica de Cammaçari, Bahia, da Ford, parece que temos mais uma interessada na rodada. A CAOA, que já estava atrás da unidade de São Bernardo do Campo (SP). Apesar de se desconfiar que a CAOA esteja por trás de uma das quatro marcas chinesas, o grupo brasileiro ainda pode comprar a marca para enfim apresentar a sua própria marca, sendo uma marca verdadeiramente brasileira. Atualmente com as fábricas de Anápolis (GO) e Jacareí (SP), uma terceira fábrica da CAOA poderia acontecer. Vale destacar que a CAOA e a Ford possuem uma parceria de longa data, sendo a CAOA uma das maiores rede de concessionárias Ford do país. Ainda seria de interesse da CAOA ter uma empresa sua, além de administrar as demais que já administra no país, como a Chery, importados da Hyundai e a Subaru. "Sempre tenho interesse em novos negócios, mas é preciso analisar todo o processo porque não queremos desgastar a nossa imagem. E só ire

Governo da Bahia procura nova montadora para assumir fábrica da Ford, em Camaçari (BA); há 4 chinesas interessadas

Imagem
O Governo da Bahia, assim como o fez o de São Paulo com a unidade de São Bernardo do Campo (SP), está atrás de um comprador para a fábrica de Camaçari, na Bahia. Depois da Ford encerrar a produção imediatamente, se busca um novo dono. O Governador da Bahia, Rui Costa (PT), busca montadoras chinesas que estão de olho no mercado brasileiro e com interesse em adquirir a unidade baiana. Em contato com a Embaixada da China no Brasil, objetivando o interesse de marcas chinesas em nosso mercado, o governador criou um grupo de trabalho com a Federação das Indústrias da Bahia, a fim de buscar alternativas para a fábrica da Ford. O complexo industrial possui capacidade de “250 mil veículos por ano, 912 veículos por dia ou 1 veículo a cada 80 segundos” , de acordo com a Ford. De acordo com informações da CNN Brasil , existem quatro montadoras interessadas na planta da Ford. São elas: Changan, GAC, Geely e Great Wall. O site ainda destaca que Carlos Alberto de Oliveira Andrade, o “Sr. CAOA”, estar

Grupo Geely apresenta mais detalhes da plataforma SEA, desenvolvida para carros elétricos

Imagem
A Volvo revelou mais detalhes da plataforma que desenvolveu em conjunto com a Geely e que fez sua estreia com o Lynk&Co Zero Concept. Ao que tudo indica, o modelo da marca filha de Volvo e Geely deve ser a primeira a contar com um modelo desenvolvido sobre a nova plataforma Sustainable Experience Architecture (SEA). A plataforma deve ser desenvolvida especialmente para modelos elétricos e deve compor quase todo o Grupo Geely dentro de alguns anos. Assim como a MEB na Volkswagen, a plataforma SEA deve ser usada em cerca de 16 novos modelos elétricos das marcas que a Geely gerencia. Entre as marcas que devem usar essa plataforma estão a Geely, Volvo, Lynk&Co e Polestar. "Nosso desenvolvimento dessa arquitetura transformadora de veículos elétricos marca o maior salto à frente da Geely em mais de uma década. Esta inovação de longo alcance expandirá muito o volume e a escalabilidade de nossos modelos de emissão zero, e pretendemos oferecer os benefícios dessa inovação a outros

Geely revela mais detalhes do Preface, um sedã desenvolvido com plataforma CMA, da Volvo

Imagem
Após ser apresentado como um carro conceito no ano passado, a Geely apresentou oficialmente a versão de produção do Preface. Desenvolvido sobre a plataforma CMA, o carro foi desenvolvido em conjunto com a Volvo. O sedã deve contar com uma produção iniciada no último trimestre de 2020. O Preface ainda deve começar a ser vendido na China e na Ásia ainda neste ano. O sedã ainda deve ser vendido em outros continentes, sendo um dos carros globais da Geely. De acordo com a marca, ele conta com 4,79 metros de comprimento e 2,80 metros entre os eixos, sendo um pouco maior que o novo Volvo S60. O carro deve contar com um amplo espaço traseiro. Visualmente, o Preface conta com as mesmas linhas do conceito apresentado em 2019, com a nova filosofia de design da marca chinesa. Com isso, se destaca a grade dianteira, enquanto os faróis são finos e de desenho retangular. Visto de um motor geral, o Preface tem identidade, não parece não cópia de um novo modelo, até porque a Geely já abandonou essa pre

Surgem as primeiras imagens de patente do Geely Preface em sua versão de produção

Imagem
Apresentado como conceito no ano passado, a Geely deve revelar a versão de produção do Preface em breve na China. Ele foi registrado no Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação da China. O novo sedã da marca deve ser o primeiro com a carroceria CMA da Volvo, a mesma usada pelo XC40. De acordo com os registros de patente, o sedã deve contar com 4,78 metros de comprimento e o carro deve ter escala global. Além da plataforma da sueca, o sedã chinês deve contar com o mesmo motor 2.0 Turbo que deve desenvolver 190cv, além de variantes híbridas usadas pelos carros da Volvo. Visualmente, o Preface conta com as mesmas linhas do conceito apresentado em 2019, com a nova filosofia de design da marca chinesa. Com isso, se destaca a grade dianteira, enquanto os faróis são finos e de desenho retangular. Visto de um motor geral, o Preface tem identidade, não parece não cópia de um novo modelo, até porque a Geely já abandonou essa premissa de fazer cópias há muito tempo. No conceito, o i

Fábrica da Nissan na Espanha pode ser vendida para uma marca chinesa; há três interessadas

Imagem
O processo de reestruturação da Renault-Nissan-Mitsubishi deve fazer com algumas fábricas do grupo sejam fechadas na Europa – ou vendidas. Com isso, a unidade da Nissan em Barcelona pode ser a primeira fábrica a ser colocada à venda. Atualmente responsável pela produção da Nissan Frontier, Renault Alaskan e a Mercedes-Benz Classe X. A unidade também é o local da produção da Nissan e-NV200. Antes mesmo do processo de renovação, a Nissan já cogitava o fechamento da unidade de Barcelona. Uma proposta local permite que a Nissan invista 300 milhões de euros em Barcelona, provavelmente muito ou tudo isso financiado pelo governo, a fim de não fechar a unidade espanhola. No local, seria produtivo um modelo elétrico por cerca de 10 anos. De acordo com o Ministério da Indústria da Espanha, diz que a Nissan terá o custo de 1 bilhão de euros apenas para a fechar a unidade. São cerca de 3 mil funcionários e outros 30 mil funcionários que trabalham indiretamente. Assim como acntceu com o Brasil, na

Geely e Volvo confirmam estudo de fusão e abertura de capital para desenvolver tecnologias

Imagem
A Geely e a Volvo confirmaram que deve fazer uma fusão. Apesar da Volvo já ser pertencente à Geely, o grupo chinês pode dar um passo além, de acordo com a Agência Automotive News. As marcas podem estar próximos de um programa de fusão e de abertura de capital em Hong Kong e em Estocolmo. O objetivo é buscar sinergias no desenvolvimento de carros elétricos e principalmente autônomos. "Uma combinação das duas empresas resultaria em um forte grupo global" , disse Li Shufu, presidente do grupo Geely. O acordo unificaria a maioria parte do Grupo Geely, que custa atualmente US$30 bilhões. Composto por Geely, Volvo, Lotus, Lynk&Co, Polestar e Geometry, o grupo possui um grande potencial de ganhar apoio de um outro grupo automotivo em busca de aprimorar os estudos sobre o futuro. Em comunicado, Geely e Volvo confirmaram que devem criar um grupo de trabalho conjunto para preparar uma proposta para os respectivos conselhos de administração e futuramente poder passar para as fab

Grupo Gandini fala que Geely quer voltar ao mercado brasileiro com uma operação mais forte

Imagem
Durante o lançamento do Kia Rio no Brasil, José Luiz Gandini, Presidente da Kia no Brasil e do Grupo Gandini no país, confirmou que a Geely estaria interessada em retornar ao Brasil. Dona da Volvo, Lotus, Geometry e da Lynk&Co, a gigante chinesa quer uma operação mais forte no país. Primeiro responsável por trazer a Geely ao Brasil, Gandini disse que a Geely o procurou diversas vezes para retomar a parceria, mas no momento ele pretende focar na Kia. Existindo de 2014 a 2016, a Geely vendeu pouco mais de mil unidades de GC2 e EC7 e foi justamente num período de transição dentro da empresa. Mais sólida, a Geely conta hoje com uma gama muito mais capaz de fazer sucesso, principalmente por poder usar a imagem da Volvo de segurança. Ainda não se sabe quando a marca pode retornar ao nosso mercado, se será de maneira independente ou com algum importador, que pode tanto ser pelo Grupo Gandini ou por outro, como a CAOA, que estaria interessada em firmar parceria com mais uma chinesa, qu

Geely confirma unificação do desenvolvimento de novos motores com a Volvo e a Lynk&Co

Imagem
A Volvo confirmou que deve desenvolver novos motores em parceria com a Geely. Dona da marca sueca, a chinesa confirmou que dentro de alguns anos, os carros da Volvo podem ser equipados com motores da Geely e a Geely pode usar motores da Volvo. Dentro das duas, a Lynk&Co, que nasceu a partiu das duas marcas, também deve ser beneficiada. A informação foi confirmada por Hakan Samuelsson, CEO da Volvo, explica que essa decisão deve ajudar a acelerar o desenvolvimento da fabricante sueca para eletrificar sua linha. Até 2025, metade das vendas do Grupo Geely sejam de carros eletrificados. “A Volvo tomou outra decisão rumo a eletrificação ao ajustar sua estrutura de negócios, ainda não quantificamos, mas ela será grande. Estamos, no mínimo, dobrando o volume da Volvo e que já resulta em uma economia de custos significante por si só” , disse Samuelsson ao Automotive News Europe . Essa fusão no desenvolvimento de motores deve valer para motores a combustão, híbridos e elétricos. Isso de

Depois de 4 anos, Geely pretende retornar ao Brasil, com produção nacional e parceria com HPE

Imagem
Segundo o jornalista Fernando Calmon, da Coluna Alta Roda, disse Geely está estudando retornar ao mercado brasileiro. A marca chinesa que esteve presente no Brasil entre 2014 a 2016 estaria estudando produzir em nosso mercado. Isso leva a Geely a conversar com a HPE, que atualmente produz carros da Mitsubishi e da Suzuki em Catalão (GO). Segundo Calmon, no site UOL Carros , a empresa não revelou detalhes do estudo, que se mantém em sigilo. O anúncio, que deve ser feito em breve, pode fazer com que a marca produza seus carros no país. A aproximação da Geely com a HPE veio depois de uma análise, onde a gigante chinesa viu que o grupo brasileiro possui sua própria fábrica e que a mesma já recebeu diversos investimentos, contando ainda com um processo produtivo moderno. Representada antigamente pelo Grupo Gandini, a Geely vendeu o GC2 e o EC7 em nosso mercado, mas o Inovar-Auto meio que estragou os planos da marca no país. Os planos de Gandini na época ainda previam o lançamento de car

Geely Emgrand GS ganha segundo face-lift em pouco mais de um ano na China

Imagem
A Geely apresentou na China a segunda mudança visual do EGS (Emgrand GS) em pouco mais de um ano da apresentação do face-lift anterior. Antes de falar do visual, a principal mudança fica por conta do novo motor 1.5 Turbo de 177cv de potência e 25,5kgfm de torque, acoplado ao câmbio automático de dupla embreagem de 7 marchas. Além deste a Geely apresentou um motor MPHEV com sistema de 48V com esse motor que acelera de 0 a 100km/h em 8,7 segundos, que estreia mais próximo do fim do ano. Ele ainda manteve os motores 1.4 Turbo e 1.8 16v a gasolina, ambos desenvolvendo 133cv de potência. Outra novidade fica por conta do Complexo Eletrônico de Assistência, que Geely é orgulhosamente chamado de piloto automático de segundo nível. O controle de cruzeiro adaptativo completo traz sistemas automáticos de frenagem e de manutenção em faixa. O EGS ainda consegue reconhecer pedestres e sinais de trânsito, bem como controlar automaticamente o farol alto. No mais, o modelo recebe nova central multi

Antecipado pelo FY11, Geely apresenta oficialmente o Xing Yue para a China

Imagem
Cohecido internamente como FY11, a Geely apresentou oficialmente o Xing Yue na China. O SUV cupê da marca chinesa é desenvolvido sobre a mesma plataforma CMA do Volvo XC40 e será vendido com três opções de motores, sendo uma delas um híbrido de 48V e um híbrido plug-in. A inspiração naturalmente (e perceptível) é a do BMW X4, porém com personalidade no restante do design. Visualmente ele traz a nova grade dianteira da Geely, que traz o logo em destaque e que interliga os dois faróis dianteiros. Há ainda uma entrada de ar principal, centralizada, que se conecta com a extremidade do para-choque dianteiro e com os faróis de neblina. Na lateral, ele tem um vinco ascendente que nasce na porta dianteira. Na traseira, o destaque fica por conta das lanternas retangulares e que invadem a tampa do porta-malas. Elas se ligam por meio de um friso de acabamento escurecido. No para-choque traseiro, destaque para as quatro saídas de escape.  Ele será vendido com motor 2.0 Turbo que desenvo

Postagens mais visitadas deste blog

Chevrolet Tracker PcD volta a ser vendido em breve, mas com mudanças de conteúdo

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Fiat Toro recebe motor 1.3 Turbo em todas versões e catálogo vaza antes da estreia

Reestilização do Volkswagen Jetta chega até 2022, com o inédito motor 1.5 TSI

Volkswagen deve receber pedidos pelo up! até final de abril e produção vai até fim de maio

Volkswagen não vê chances em desenvolver modelos com a tecnologia do hidrogênio

VAG pode vender ações da Porsche para custear processo de eletrificação do grupo?

Investimentos da Renault estão congelados para os substitutos de Sandero e Logan

Novo Citroën C3 Sporty deverá ser lançado em outubro no Brasil, antes da Índia

Nova Chevrolet Spin não deve ser baseada no Orlando, como era estipulado