Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Bizzarrini

Marca italiana Bizzarrini, extinta há quase 51 anos, pode retornar ao mercado com incentivo inglês

Imagem
A italiana Bizzarrini, uma marca de carros esportivos, que nasceu em 1964, pode retornar ao mercado. Criada por Giotto Bizzarrini, fundador italiano e engenheiro da marca, a empresa pode retornar ao mundo dos carros, do qual não pertence mais desde 1969. Com cerca de 140 unidades produzidas nesses cinco anos, a Bizzarrini deixou de produzir automóveis em Livorno, na Itália. Ainda não se sabe quais são os planos de retornar com a marca, mas ele partiu do Reino Unido. Por enquanto foram contatos executivos do alto escalão para recompor a marca. Entre eles estão Ulrich Bez, CEO da Aston Martin entre 2000 e 2013; Christopher Sheppard, antigo responsável da Aston Martin no Oriente Médio e África do Norte; e Janette Green, Executiva que também teve experiências na Aston e que agora é a nova responsável pelo marketing desse projeto de retorno da Bizzarrini. Até o momento não se tem muitas informações do projeto ou datas de retorno da empresa, mas acredita-se que um novo modelo esportivo está

Postagens mais visitadas deste blog

Chery desenvolve a chegada do eQ1 ao mercado brasileiro, candidato a elétrico mais barato

Renault vai trazer 1º lote de 500 unidades do Kwid E-Tech Electric a partir de agosto

Volkswagen desenvolve um Polo Hybrid com motor eTSI, que chega na reestilização

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Surgem projeções de como pode ficar o Renault 'StepWay', que estreia no Brasil em 2023

Chery fecha fábrica de Jacareí (SP) até 2025, quando retoma produzindo híbridos e elétricos

Com fechamento da fábrica, Chery Tiggo 3X sai de linha e Arrizo 6 virá importado da China

Site confirma a escolha da Fiat para o nome do SUV oriundo do Projeto 376: Fastback

Jeep confirma o lançamento da Gladiator para breve no Brasil; picape terá motor 3.6 V6

Kia Soul ganha reestilização nesta terceira geração e traz mais tecnologia, no exterior