Postagens

Mostrando postagens com o rótulo BMW Group

BMW e EVE Energy fecham parceria para produzir baterias; EVE terá fábrica na Hungria

Imagem
A BMW segue expandindo a sua rede de fornecedores e fechou uma parceria com a EVE Energy, empresa chinesa que desenvolve baterias para carros elétricos. De acordo com a Agência Reuters, a EVE assinou uma parceria para se tornar um dos principais fornecedores de células de bateria da BMW na Europa. A empresa vai erguer uma fábrica em Debrecen, na Hungria. De acordo com a BMW, com fontes não identificadas, a parceria inicia a partir de meados de 2025, quando a fábrica húngara ficará pronta. As baterias serão cilíndricas, ao estilo 4680 que será usado também na Tesla. As baterias terão 46 milímetros de diâmetro e 80 milímetros de altura. Esse tipo de bateria já está em desenvolvimento pela Tesla e CATL e a EVE chega para ser mais uma empresa a desenvolver esse tipo de bateria. A BMW também conta com uma parceria com a CATL, onde a BMW e a CATL confirmaram recentemente que, partir de 2025, as duas empresas vão equipar os carros elétricos da BMW com as novas baterias. Segundo a CATL, foi as

BMW já testa carros autônomos na sua fábrica com o projeto Automated Driving In-Plant

Imagem
ABMW confirmou que anunciou os primeiros passos dos seus carros, com a tecnologia de condução autônoma. Isso porque a marca apresentou o projeto Automated Driving In-Plant ('Automatisiertes Fahren im Werk', AFW), que está sendo realizado em colaboração com duas startups a fim de buscar um aumento de eficiência na logística de veículos novos. De acordo com a BMW, a AFW tem feito os primeiros carros autônomos da marca a circularem dentro das fábricas da marca, em áreas de logística e montagem. A unidade escolhida para estes testes foi a unidade da BMW Group em Dingolfing, o novo sistema será testado pela primeira vez em dois carros que incorporam tecnologias inovadoras: o novo BMW Série 7 e o BMW i7. A BMW já trabalha com duas empresas que desenvolvem a tecnologia autônoma, como a Seoul Robotics da Coreia do Sul e a Embotech da Suíça. “A condução automatizada dentro da fábrica é fundamentalmente diferente da condução autônoma para os clientes. Não usa sensores no veículo. Na verd

BMW Group mais do que dobra o volume de vendas de elétricos no 1º semestre de 2022

Imagem
A BMW Group confirmou que as vendas de modelos elétricos deram um salto em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com o grupo alemão, as vendas tiveram um crescimento de 110,3% no primeiro semestre de 2022 em relação ao mesmo período de 2021. Esse crescimento destaca o foco da empresa em aumentar a eletromobilidade e confirma a alta atratividade de seus modelos 100% elétricos entre os clientes em todo o mundo. A BMW Group vendeu um total de 75.891 veículos BMW e MINI totalmente elétricos em todo o mundo no primeiro semestre de 2022. “Apesar de um ambiente muito desafiador, conseguimos mais que dobrar nossas vendas de veículos totalmente elétricos em todo o mundo no primeiro semestre do ano. Não são apenas nossos modelos eletrificados que inspiram clientes em todo o mundo: graças à nossa linha de produtos inovadores e sustentáveis, a marca BMW foi novamente a número um mundial no segmento automotivo premium no primeiro semestre do ano” , disse Pieter Nota, membro do Conselho

BMW investe 1 bilhão de euros para a fabricação de motores elétricos em Steyr, na Áustria

Imagem
A BMW confirmou o início da produção de motores elétricos na fábrica de Steyr, na Áustria. Lá, a marca definiu o investimento de 1 bilhão de euros para a produção de motores elétricos de futura geração. O investimento gasto na unidade será até meados de 2030. Operando há mais de 40 anos como uma fábrica de motores, a unidade produzirá um motor elétrico pela primeira vez, estabelecendo uma nova linha de produção específica para o motor. A fábrica terá um pavilhão de dois andares, cada andar com uma linha de produção dos motores elétricos. A construção do novo prédio custará para a marca o investimento de 710 milhões de euros, respondendo por grande parte do investimento. A nova fábrica terá um espaço de 60.000m². O desenvolvimento desses novos motores custará outros 230 milhões. “Esta fábrica desenvolve e fabrica motores de combustão para nossas marcas BMW e MINI há mais de 40 anos. Um em cada dois veículos do BMW Group em todo o mundo hoje já tem um 'coração' construído em Stey

BMW e CATL trabalham em baterias cilíndricas que serão 30% mais baratas de produzir

Imagem
A BMW confirmou uma parceria com a CATL para o desenvolvimento de baterias cilíndricas para carros elétricos. A partir de 2025, as duas empresas vão equipar os carros elétricos da BMW com as novas baterias. Segundo a CATL, foi assinado um acordo que prevê o fornecimento de baterias da CATL. O uso de baterias cilíndricas de íons vai fazer com que a marca alemã diminua os custos de produção das baterias, com uma economia de 30% nos custos. As células normalmente representam 4/5 do preço de uma bateria e o aprimoramento da tecnologia e da eficiência geralmente proporcionam reduções de custos anuais. A CATL já é fornecedora de baterias da BMW há mais de uma década e a CATL analisa potenciais fábricas nos Estados Unidos para a produção das baterias em parceria com a BMW, com produção que pode começar em meados de 2026. Essa fábrica pode ser nova e se assim o for, será divulgado qual será a nova unidade e em que cidade ela será erguida. De acordo com informações dos sites Automotive News Eur

BMW comemora aniversário de 100 anos da (importante) fábrica de Munique, na Alemanha

Imagem
A BMW está comemorando a marca de 100 anos da unidade de Munique, na Alemanha. Inaugurada em 1922, a fábrica alemã é a mais antiga da marca ainda em operação. "Nossa fábrica - bem no coração da metrópole que é Munique – desafiou os elementos do tempo. Porque sempre houve pessoas que mantiveram este site em movimento, sempre com o instinto certo para os tempos e, acima de tudo, com uma visão clara para o futuro.” , disse Oliver Zipse, CEO da BMW. Lord Mayor Dieter Reiter falou de um “forte compromisso com Munique como um centro de negócios”. Na sua inauguração, a unidade produzia motores de aeronaves e motocicletas. Então, a partir de 1952, a fábrica passou a produzir carros, que ainda são famosos em todo o mundo até hoje, incluindo o icônico BMW Isetta, lendas do automobilismo como o M3 e, desde 1975, o mais bem-sucedido de todos os modelos BMW: o BMW Série 3. “Nossas raízes estão em Munique. Esta planta é a nossa origem. E nosso futuro. É um local de produção de alta tecnologia.

BMW confirma que nova geração de BEVs será mais rentável com a plataforma Neue Klasse

Imagem
Recém apresentando a sua nova gama de elétricos, a BMW já pensa em seu futuro, projetando a nova geração de elétricos. De acordo com a marca bávara, a nova linhagem de carros elétricos vai permitir que a marca veja maior rentabilidade com a plataforma modular Neue Klasse. A informação foi confirmada pelo Presidente-Executivo da BMW, Oliver Zipse, que fez a afirmação durante a reunião anual de acionistas da marca. Cerca de 30% de economia de custos serão observados com o uso de baterias com formato cilíndrico na plataforma. A bateria dos novos carros ainda vai trazer uma nova química, o que vai permitir os novos formatos de célula para aumentar a potência. “Isso também é o que nossa última geração de trem de força GEN6 representa: mais saída, uma nova química de célula e novos formatos de célula” , disse Zipse. A produção dos carros da chamada nova geração se inicia a partir de 2025, quando vai surgir o primeiro carro com a plataforma Neue Klasse. O carro com essa base será produzido na

BMW quer desenvolver baterias com células cilíndricas, 30% mais em conta que as da Tesla

Imagem
A BMW confirmou que a próxima geração de carros elétricos da marca terá novas baterias que serão 30% mais baratas que as baratas que a Tesla utiliza atualmente. As novas baterias terão um novo desenho e vão se destacar por serem mais baratas. Hoje, o preço das baterias é um dos principais motivos que deixam os carros elétricos com preços mais elevados – e a BMW sabe disso. Buscando ser competitiva, mesmo com falta de materiais como lítio e níquel, que representam cerca de 80% de uma bateria, a BMW espera que um desenho das baterias possam ser mais interessante. De acordo com a Agência Bloomberg , a plataforma Neue Klasse estreia em meados de 2025 e utilizarão células de baterias redondas, a fim de combinar com as usadas pela Tesla, que possui um design de célula cilíndrica. As novas baterias estão em desenvolvimento pelas empresas fornecedoras da marca e vai ajudar a marca a atingir sua meta de reduzir os custos em 30%. A BMW tem como seus atuais fornecedores de baterias, as empresas C

BMW confirma que já ultrapassou os 10.000 carregadores para eletrificados no país

Imagem
A BMW confirmou que já ultrapassou a marca de 10.000 carregadores instalados no Brasil. Até o final desta década, a BMW espera que cerca de 50% das vendas de modelos premium seja de carros eletrificados, especialmente modelos elétricos. “Sabemos que o cliente premium prefere fazer o carregamento em residência ou nas empresas e por isso vamos seguir entregando carregadores com todos os nossos modelos elétricos BMW e MINI vendidos no Brasil. Além de apoiar a venda de produtos, seguimos a oferecer carregadores corporativos e residenciais no Brasil, assim como seguiremos a ampliar a oferta de rede pública compartilhada no país” , afirma Márcio Filho, Diretor de Suporte ao Cliente BMW e MINI do Brasil. Com base na coleta de informações de telemetria local dos veículos, o BMW Group Brasil confirma que, no segmento de elétricos premium, a preferência está em recarregar nas residências ou empresas. Sendo assim todos os carros elétricos vendidos pelo grupo são entregues com dois carregadores: u

BMW investe em fibras naturais para fabricar componentes e rodas terão alumínio reciclado

Imagem
A BMW Group confirmou o desenvolvimento de materiais recicláveis para a composição dos seus carros. O grupo alemão confirmou que vai focar na produção sustentável com componentes feitos de materiais naturais. A BMW i Ventures, empresa de capital de risco do grupo, adquiriu a Bcomp, fabricante Suíça líder de peças de alto desempenho feitos de fibras naturais. As peças reforçadas e naturais da Bcomp foram usadas pela primeira vez pela equipe BMW M Motorsport na Fórmula E em 2019. Em seguida foi a vez dos carros de turismo da DTM substituírem componentes de fibra de carbono reforçados com resina plástica (CFRP) pelas peças de fibras naturais. Inspirada nas nervuras das folhas, as peças desenvolvidas pela Bcomp maximizam a rigidez com peso mínimo. Isso permite uma diminuição na quantidade de material base utilizado, reduzindo assim o peso, custos e consumo na produção. Além da peça, camada adicional de reforço, feita de fibras de linho, dão um acabamento refinado à peça. A combinação dos d

BMW é contra o fim dos motores a combustão do jeito que está sendo proposto, diz CEO

Imagem
A BMW voltou a comentar sobre o desenvolvimento de modelos elétricos e falou que os carros a combustão não podem ser facilmente descartados como está se dando a entender. De acordo com o CEO da BMW Group, Oliver Zipse, os motores a combustão interna não deveriam ser extintos. Isso porque a BMW vê que não será em todos os mercados em que ela poderá ter uma eletrificação quase que total, além da Europa. Isso porque outras regiões do globo ainda estão mais flexíveis. "Quando você olha para a tecnologia que está sendo lançada, o impulso do EV, devemos ter cuidado porque, ao mesmo tempo, você aumenta a dependência de muitos poucos países. Se alguém não pode comprar um EV por algum motivo, mas precisa de um carro, você prefere propor ele continua dirigindo seu carro velho para sempre? Se você não está mais vendendo motores de combustão, alguém o fará." , disse Zipse em entrevista para a Agência Reuters durante o Salão de Nova Iorque. A saída seria oferecer modelos híbridos nestes

BMW registra recorde de vendas de elétricos no primeiro trimestre de 2022, globalmente

Imagem
A BMW Group confirmou que quebrou um novo recorde de vendas de modelos eletrificados, globalmente falando. Foram 596.907 unidades de modelos vendidos no primeiro trimestre de 2022, sendo 519.796 unidades da BMW e 75.487 unidades da MINI, sendo que, destes, as vendas de BMW e MINI, com elétricos, foi de 35.289 unidades, um salto de 149,2% em relação ao primeiro trimestre de 2021. Foram 26.364 unidades da BMW e 8.925 unidades da MINI. A meta do grupo alemão é vender cerca de 200.000 unidades de elétricos ainda em 2022, sendo que em todo o ano passado foram 103.855 unidades. Em um total de modelos eletrificados, a BMW Group emplacou 328.316 unidades em 2021, sendo 224.461 unidades só de híbridos. Se seguir nesse ritmo, a BMW vai conseguir vender, no mínimo, cerca de 140.000 a 150.000 unidades de elétricos em 2022, se a crise dos semicondutores não atrapalharem o crescimento da marca com este tipo de modelo. “Nosso foco claro é aumentar a eletromobilidade. No primeiro trimestre, aumentamos

BMW e MINI: BMW Group comemora marca de 70 mil carros conectados no Brasil desde 2016

Imagem
A BMW comemorou a marca de 70.000 unidades de automóveis conectados em nosso mercado. Por aqui, a marca vende os modelos conectados desde dezembro de 2016 e desde então o lineup de modelos vem crescendo. O consumo de dados por veículo BMW exemplifica essa crescente demanda por interação. A quantidade de dados gerado por veículo registrado em fevereiro de 2020 (40MB), por exemplo, cresceu mais de 100% em comparação a fevereiro (84MB) de 2022. O Remote Software Upgrade (RSU), sistema de atualização remota da BMW, utiliza a internet embarcada nos modelos da marca para fazer o download, em processo similar ao que ocorre com smartphones. As atualizações podem melhorar as funções existentes e até mesmo adicionar outras completamente novas. Elas podem ser enviadas para qualquer lugar onde haja conectividade de dados de telefonia, numa operação “over-the-air”. Além da comodidade, entre os principais benefícios proporcionados pela atualização remota estão a agilidade na comunicação de campanhas

BMW investe R$ 3,4 milhões em reciclagem de baterias no Brasil com a Tupy e o Senai

Imagem
A BMW confirmou que já trabalha aqui no Brasil para ter um centro de reciclagem de baterias para seus carros elétricos. O projeto será realizado em parceria com a BMW, a Tupy e o Senai Paraná firmaram uma parceria inédita. Cada uma dos três terá conhecimentos específicos para os estudos, cada um dentro da sua área de atuação. A Tupy, dentro da frente da Tupy Tech, tem dedicado seu conhecimento em materiais, metalurgia e processamento de geometrias complexas ao desenvolvimento de tecnologias que contribuam com a jornada de descarbonização dos clientes. Com isso, a empresa espera trabalhar com a reciclagem das baterias por hidrometalurgia, um processo que é mais sustentável que a tradicional pirometalurgia, mais utilizada atualmente. A hidrometalurgia envolve uma quantidade menor de emissão de gases de efeito e menor necessidade de extração de minerais pelos meios tradicionais de mineração. Já o Senai Paraná vai ser o responsável por executor do projeto de pesquisa e responsável pelas at

Surgem novas informações do Rolls-Royce Spectre; cupê pode ter motor do BMW iX M60?

Imagem
A Rolls-Royce será uma das primeiras marcas de super luxo a apostar em modelos elétricos com a chegada do Spectre. O cupê deve matar os Dawn e Wraith e será introduzido na Europa até o final de 2023. O modelo já começou a sua bateria de testes na Europa, onde foi flagrado rodando em testes no intenso inverno no norte europeu, mais especificamente na Escandinávia. Por lá, o cupê elétrico segue seus testes de durabilidade ao ser submetido em condições extremas. Visualmente, o carro conta com um design típico da RR. Ele terá um enorme capô dianteiro, além de um perfil tipicamente cupê e o caimento do teto deve ser bem suave para ajudar na aerodinâmica do carro. O cupê ainda manterá o esquema de abertura inversa de portas, assim como seus antecessores. O carro ainda terá um certo nível de personalização e terá um sistema de propulsão que pode contar com dois motores elétricos. Desenvolvido a partir da Luxury Architecture, o Spectre pode usar motores elétricos da BMW. Um dos candidatos a do

BMW Group investe em aço de baixa emissão de carbono em suas quatro fábricas da Europa

Imagem
A BMW confirmou que vai ser mais uma montadora a ingressar na extração e produção de materiais de baixa emissão de poluentes. O grupo alemão vai focar especificamente em escolher aços de extração e produção que não agridam o meio ambiente, ajudando os alemães a alcançarem sua meta de neutralização do carbono. A BMW assinou um acordo com a empresa alemã Salzgitter, que vai fornecer os materiais para a marca a partir de 2026. Esse deve ser o segundo fornecedor da marca com baixo carbono. O grupo prevê que 40% de suas operações industriais na Europa possa contar com esse tipo de premissa até meados de 2030. Com isso, a alemã pretende diminuir as suas emissões de poluentes em até 400 toneladas ao ano. Só na Europa, a BMW conta com quatro fábricas e que emitem mais de meio milhão de toneladas de aço anualmente. Outra medida que o grupo já tinha tomado é que a BMW estaria livrando o combustível necessário para a produção do aço em combustíveis fósseis, usando maquinários movidos a hidrogênio

BMW é mais uma marca que aposta em bancos com couro sustentável e adere ao LWG

Imagem
A BMW confirmou que está reforçando a sua responsabilidade sustentável no mundo e se torna a segunda marca a aderir ao Leather Working Group. O objetivo da organização sem fins lucrativos e com muitos stakeholders é garantir padrões ambientais e sociais uniformes para as cadeias de fornecimento de couro em todo o mundo e certificar os fabricantes. O Leather Working Group representa cerca de um quarto dos produtores de couro do mundo - de curtumes a indústrias e associações de processamento de couro a varejistas e compradores. “Como líder em sustentabilidade da cadeia de suprimentos, ingressar no Leather Working Group é o próximo passo lógico para nós. O couro ainda é uma demanda de nossos clientes - dependendo do modelo e da região - e é muito importante no segmento premium. Por isso, apoiar a produção e processamento sustentável de couro junto aos nossos fornecedores é uma prioridade para nós. Ao mesmo tempo, queremos que todos os nossos clientes em todo o mundo possam escolher o prod

BMW fecha parceria com empresa HeyCharge, que quer democratizar recarga na Europa

Imagem
ABMW anunciou uma nova parceria para trabalhar. Depois de ter algumas parcerias para fornecedores de baterias, a marca alemã passa a contar com uma parceria com a HeyCharge. A start-up alemã quer democratizar o acesso a estações de carregamento de veículos elétricos (EV) em complexos de apartamentos, prédios de escritórios e outros locais de infraestrutura. “O rápido crescimento do mercado de veículos elétricos nos próximos anos exigirá uma maior infraestrutura de soluções de carregamento em todo o mundo. A HeyCharge é a primeira empresa a habilitar o carregamento de veículos elétricos sem conexão com a Internet, que é um facilitador essencial para cobrir pontos brancos inexplorados. Com a tecnologia da HeyCharge, torna-se atraente instalar carregadores em locais que antes não seriam comercialmente viáveis." , disse Kasper Sage, Sócio-Gerente da BMW i Ventures. Os carregadores de modelos elétricos exigem o uso de aplicativo ou cartão RFID por meio de uma conexão de internet que é

BMW e Volkswagen dobram vendas globais de elétricos em 2021 e querem crescer mais

Imagem
A BMW e a Volkswagen confirmaram o crescimento nas vendas que tiveram no ano passado quando o assunto foi modelos elétricos. De acordo com a Volkswagen, a marca viu a participação de modelos elétricos crescer de 4% em 2020 para 7,5% em 2021, enquanto apenas na Europa, a participação de carros eletrificados passou de 12,6% para 19,3% entre 2020-2021. O aumento nas venda foi puxado principalmente por Estados Unidos, China e Alemanha, que viram as vendas crescerem. Na China, o crescimento de elétricos foi de 437%, chegando a cerca de 70 mil unidades apenas da linha ID, sendo uma das cinco marcas que mais venderam elétricos na China em 2021. Nos EUA, a marca teve 17.000 unidades do ID.4 vendidas, um número que é 20 vezes maior que as vendas de eletrificados em 2020, fazendo a VW ser a quarta que mais vende elétrico nos EUA. "A Volkswagen continua avançando com a transição para a mobilidade eletrônica, apesar da oferta limitada de semicondutores" , disse Ralf Brandstätter, CEO da

Postagens mais visitadas deste blog

Ford EcoSport sairá de linha globalmente em 2023, com o fim na produção na Romênia

Novo Chevrolet SS poderá ser nosso novo Chevrolet Omega!

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Curiosidades: Quantos BTUs possui o ar-condicionado de um carro?

SsangYong apresenta o Torres e espera que SUV marque recuperação da marca coreana

Jeep Compass é oferecido com desconto com CNPJ, que é de 8% em todas as versões

Lamborghini apresenta o novo Huracán Super Trofeo Evo 2, com evoluções aerodinâmicas e visuais

Jeep já vende o novo Renegade com descontos para consumidores com CNPJ em até R$ 13.063

Primeiro Caoa Chery, Tiggo 2 sai de linha oficialmente por não atender ao Proconve L7

Volkswagen Sagitar, o nosso Jetta, ganha versão alongada no entre-eixos, "L", na China