Postagens

Mostrando postagens com o rótulo BMW Group

BMW Group deve ter uma nova plataforma elétrica em 2025, para substituir UKL e CLAR

Imagem
A BMW confirmou o desenvolvimento de uma nova plataforma, que deve ser apresentada em meados de 2025. Essa nova plataforma deve ser criada especialmente para carros elétricos e deve ser uma das poucas montadoras que devem criar uma base para seus carros elétricos, pelo menos até o momento. De acordo com informações do site Automotive News, a plataforma deve ser batizada de New Class Platform (NCP) e pode até mesmo ser projetada para receber motores a gasolina ou diesel, além de modelos híbridos e a células de hidrogênio, ou seja, a plataforma deve ser muito modular. Com capacidade de receber carros de tração dianteira, traseira ou integral, ela deve substituir as plataformas atuais, em uso pela BMW, reduzindo os gastos em desenvolvido e de escala. A plataforma deve contar com uma arquitetura elétrica de alta tensão que deve ter um design de célula de bateria aprimorado e balanço curto e ampla relação entre os eixos. "Com o tempo, a 'New Class' substituirá as duas arquitetu

BMW aumenta capacidade de produção em Araquari (SC) em 10%, para atender demanda

Imagem
Ao contrário das marcas como Mercedes-Benz e Audi, que desistiram da sua fábrica de Iracemápolis (SP) e São José dos Pinhais (PR), a BMW segue firme e forte com a sua unidade de Araquari, em Santa Catarina. Tanto, que a marca confirmou um aumento da capacidade de produção em 10%, como parte da sua estratégia para continuar crescendo no nosso mercado. A informação foi confirmada por Mathias Hofmann, Diretor Geral da Fábrica de Araquari, que confirmou que em 2021 serão produzidas 1.000 unidades a mais que em 2020, aumentando a demanda do mercado brasileiro e apoiando a liderança da marca no mercado premium nacional. “Importante começar a retomar nossos volumes e otimizar nossas instalações em tempos tão desafiadores” , destacou Hofmann. Com o bons resultados de Série 3 e X1, o aumento da demanda vai de encontro com o fortalecimento da BMW em nosso mercado. Cerca de 80% do volume de vendas dos modelos da marca alemã são produzidos no país. O grande destaque fica por conta do Série 3. Atua

BMW comemora aumento de 300% nas vendas de eletrificados no mercado brasileiro em 2020

Imagem
O ano de 2021 deve ser especial para a BMW no Brasil. É comemorado os 25 anos que a marca passou a ter uma filial no país, depois de atuar alguns anos por importadores na década de 1990. Por aqui a BMW é líder entre as premium e comemorou o crescimento de 300% nas vendas de modelos eletrificados em 2020, em relação ao ano de 2019. "Em um ano desafiador como 2020, continuamos líderes no mercado premium de automóveis e motocicletas por nosso protagonismo digital, por lançarmos e desenvolvermos novas tecnologias e pelo empenho de nossa equipe, rede de concessionários e confiança dos clientes. Fechamos 2020 com um em cada três automóveis premium vendidos no Brasil sendo BMW e registramos recordes históricos na venda de modelos eletrificados e também na BMW Motorrad" , reforça o executivo, disse Aksel Krieger, CEO e Presidente do BMW Group Brasil. Em 2020 foram 12.437 unidades da BMW vendidas no Brasil, com destaque pleno para Série 3 e X1, com cerca de 70% de participação das ven

Carros da BMW e MINI passam a contar com assistente Alexa no Brasil; X5 e X6 ganham Digital Key

Imagem
A BMW revelou mais duas novidades do seu processo de conectividade no Brasil. Agora os carros da marca passam a contar com assistente Alexa, um serviço por comandos de voz que estão com acesso a notícias, confecção de uma lista de compras, responder perguntas e agendar compromissos no calendário. A Alexa também deve poder responder a algumas perguntais, como a “cotação do Dólar”, “qual próximo feriado”, “previsão do tempo” e outros, como pedir para tocar uma playlist favorita. A Alexa também deve acionar dispositivos de casa inteligente à distância, como acender as luzes de casa ou ligar o ar-condicionado. A Alexa já estava disponível em carros como i3 e i8 desde novembro de 2018, assim como alguns modelos da MINI feitos a partir dessa data. Agora deve fazer parte de toda a linha da BMW e MINI, onde a integração será feita por meio de uma atualização remota de software gratuita, disponível desde dezembro. “Com a introdução da Alexa, o BMW Group mais uma vez é pioneiro no lançamento de

BMW passa a ter loja oficial também na Amazon e estreia opção de contato no WhatsApp Business

Imagem
A BMW expandiu sua rede de contatos para além do Mercado Livre. Além da loja lançada no ano passado por lá, a BMW também estreou seus paços na Amazon e passa a ter um contato no WhatsApp para os clientes. A loja oficial na Amazon passa a ter produtos para os modelos da BMW, MINI e BMW Motorrad, com conteúdos de informações técnicas e a lista de equipamentos de série e opcionais dos modelos, além de poder receber propostas de orçamento. Na loja, serão vendidos primeiramente os modelos Série 3 (na versão 320i GP) e o X1 (na versão sDrive20i GP). A linha de motos deve contar com G 310 GS, a R 1250 GS Adventure e a F 850 GS Premium. Por fim, a MINI deve oferecer o Countryman SE ALL4, versão híbrida do SUV compacto. “O BMW Group é o primeiro a criar um canal digital para suas marcas dentro do site da Amazon e essa iniciativa reforça o nosso DNA de pioneirismo e inovação também no comércio digital. Temos como foco o cliente e nossa proposta é entregar uma experiência única de digitalização o

Grupo BMW promete 15 lançamentos para o Brasil entre os modelos da BMW, MINI e BMW Motorrad

Imagem
A BMW Group comemorou seus 25 anos de mercado brasileiro e confirmou que em 2021 deve contar com 15 novidades entre as marcas BMW, MINI e BMW Motorrad, a divisão de motocicletas da marca alemã. Líder entre as marcas premium, a BMW deve ter a maior quantidade de novidades. A BMW deve apresentar os modelos M3 e M4 no mercado nacional, o que indica a vinda ainda do novo Série 4. Além disso, o M2 CS foi confirmado. Na MINI, que foi confirmado para ser lançado neste ano é o Cooper SE, a versão puramente elétrica do hatch inglês. Entre os eletrificados, a BMW confirmou que os modelos i4 e iX serão vendidos no Brasil, mas isso deve acontecer apenas em 2022. Entre outras novidades, a BMW deve apresentar o novo X2, novo M5 e a marca não confirma, mas o iX3 pode acabar vindo ao nosso mercado. Já na BMW Motorrad, a marca confirmou que deve apresentar a sua primeira moto puramente elétrica, que poderá ser nacionalizada se o modelo tiver uma demanda para o investimento. A BMW ainda confirmou que qu

BMW confirma que fábrica dos elétricos ficará na Alemanha; motores a combustão tem produção transferida

Imagem
Com as fábricas alemãs programadas para o avanço dos carros elétricos, a BMW confirmou que deve transferir a produção de algumas de suas operações de construção de motores para o Reino Unido e a Áustria. A fábrica de Munique, na Alemanha, que atualmente produz os motores de quatro, seis, oito e 12 cilindros deve ser adaptada para produzir veículos com transmissão elétrica nos próximos anos. Com isso, os motores de 8 e 12 cilindros serão feitos na fábrica de Hams Hall, na Inglaterra. Os motores menores, de 4 e 6 cilindros serão feitos em Steyr, na Áustria. A unidade de Munique ainda deve passar a produzir o elétrico i4, enquanto as fábricas de Dingolf e Regenburg devem fazer as versões elétricas de Série 5 e Série 7, i5 e i7. Uma delas ainda deve fazer o iX1, versão elétrica do SUV compacto de entrada da marca. A BMW já tinha confirmado que as fábricas alemãs devem passar a produzir elétricos. Já em Emden, no nordeste da Alemanha, o BMW Group investirá 1 bilhão de euros para convertê-la

BMW deve aproximar-se da Toyota, em parceria, e devem desenvolver modelos a hidrogênio

Imagem
A BMW e a Toyota parecem que estão se aproximando mais nos últimos anos. As duas marcas já desenvolveram BMW Z4 e Toyota Supra em conjunto e já desenvolveram plataformas e motores também. Porém isso não deve se resumir a apenas isso. De acordo com informações, as duas marcas devem se aproximar bastante para a produção de modelos movidos a hidrogênio. "Nas próximas décadas, faríamos bem em fortalecer nossos laços" disse Oliver Zipse, CEO da BMW, em conferência com o site Automotive News Europe . A colaboração entre as duas marcas tem prazo até o final de 2025, mas essa parceria pode ser facilmente estendida. De acordo com o executivo, essa parceria deve ser prolongada muito pelo desenvolvimento compartilhado de motores a hidrogênio, que pode ser também uma alternativa ao futuro dos automóveis. Enquanto a Toyota conta com o Mirai, a BMW deve apresentar uma opção a hidrogênio do X5, em meados de 2022. O executivo da BMW ainda falou que a marca deve passar por um estudo interno

BMW confirma que deve produzir pelo menos um elétrico em cada uma das quatro fábricas na Alemanha

Imagem
A BMW confirmou que deve investir em novas plataformas de modelos elétricos e também baterias para seus modelos. Além disso, a marca alemã confirmou que deve produzir os carros puramente elétricos em suas quatro fábricas na Alemanha até 2022. De acordo com a marca alemã, a única fábrica da Alemanha que produz pelo menos um modelo elétrico é a unidade de Leipzig, que faz o i3. Por lá, o modelo é feito desde 2013 e já vendeu mais de 200 mil unidades, com módulos de bateria e baterias de alta tensão que serão feitas a partir de 2021 por lá. Já a unidade de Munique deve começar a produzir o i4 em 2021, juntamente com motores elétricos e o Battery Cell Competence Center. A fábrica de Dingolfing deve ser a responsável pela produção do iX a partir de 2021. Por lá também deve ser feita a fabricação de baterias, baterias de alta tensão e unidades de acionamento elétrico. Em 2022 deve ser feita a capacidade de fabricação de motores elétricos, com uma capacidade de produção de 500.000 unidades de

BMW anuncia plataforma específica para carros elétricos lançados a partir de 2025

Imagem
A BMW Group confirmou durante uma conferência que deve analisar os resultados do terceiro trimestre de 2020 e também fazer uma análise das estratégias já definidas pelo grupo. Isso porque os alemães devem começar a mudar seu foco de desenvolvimento para os modelos elétricos, que terão um investimento de 30 bilhões de euros até 2025 na Europa, em pesquisa e desenvolvimento. Até o final de 2023 serão 25 lançamentos com motores elétrico, híbrido ou a hidrogênio. A BMW deve apresentar outros modelos 100% elétricos em 2021, como o BMW i4. Além dos atuais i3 e iX3, a BMW deve contar ainda com novos modelos elétricos, como o i3 Sedan, iX1, i5 e i7. Segundo informações preliminares, a nova geração de carros da marca deve contar com quatro tipos de mecânica: gasolina, diesel, híbridos e elétrico, adotando a filosofia MultiPower. A BMW ainda definiu quatro elementos chave para o seu futuro eletrificado: reorganizar as quatro fábricas alemãs para que cada uma delas dessa capaz de produzir carros

MINI comemora o aniversário de 20 anos de sua reestreia como marca, na Europa

Imagem
A MINI comemorou o aniversário de 20 anos de relançamento no mercado europeu, celebrado no último dia 20 de outubro. A estreia aconteceu no Salão do Automóvel de Paris de 2000, como marca integrante do Grupo BMW. O Cooper foi apresentado totalmente repaginado e dando uma nova cara para os modelos da MINI, mas mantendo suas características do carro lançamento em 1960. Desde então, a MINI passou por uma expansão e crescimento comercial, além do aumento da oferta de modelos, mantendo uma pegada mais retro. Desde então surgiu o Cooper Cabrio, Clubman e o Countryman. Produzidos em Oxford, no Reino Unido, a MINI começou a produção a partir de outubro de 2001, com um Cooper amarelo (foto abaixo), considerada rara nessa geração, com teto e retrovisores pintados em preto. Desde o seu retorno, a MINI sempre prezou pela personalização dos seus carros, com várias opções de cores para a carroceria e o teto, que poderia contar até mesmo com a cor da bandeira do Reino Unido. A terceira geração do Coo

BMW convoca recall de 473 unidades de i8, Série 3, Série 5, Série 7, X3 e X5; MINI chama o Countryman

Imagem
A BMW está convocando um recall que atinge 27.600 unidades em todo mundo, dos seus modelos híbridos. No Brasil, o chamado envolve 473 unidades dos BMW: i8, Série 3, Série 5, Série 7, X3 e X5. Há ainda o MINI Countryman. O chamado envolve um problema encontrado nas baterias de íons de lítio dos modelos. O chamado envolve o i8 (Roadster), Série 3 (330e M Sport), Série 5 (530e M Sport), Série 7 (745Le M Sport), X3 (xDrive30e e xDrive30e xLine), X5 (xDrive45e M Sport) e Countryman (S E e-Hybrid ALL4). O recall afeta os modelos produzidos entre 2 de março de 2020 a 21 de setembro de 2020 e deve ser realizado em duas etapas. A primeira delas deve ser a recimendação de não carregador os modelos na rede elétrica e as configurações devem seguir um display central no veículo, a fim de manter a carga da bateria de alta voltagem em níveis mínimos. Para os modelos da BMW (com exceção do i8), o consumidor deve ir em configurações e selecionar o “Modo de Condução” e depois ir em “Controle da Bateria”

BMW passa a contar com atualização remota nas centrais multimídia dos seus carros

Imagem
A BMW confirmou o que deve ser a maior atualização remota de softwares da história. A marca revelou os detalhes da sua central multimídia, que deve passar a contar com o BMW Operating System 7, que deve causar atualização em 750 mil unidades de veículos mundialmente. Essa deve ser a maior atualização Over The Air (OTA) já feita pela BMW. A atualização deve fazer com que os carros da marca passem a ter novas funções, expandidas e aprimoradas, como o BMW Maps, Google Android Auto e eDrive Zones. A versão já está disponível para download desde o último dia 19 e pode ser baixada para os veículos diretamente pelo ar e instalada gratuitamente. Os consumidores devem receber um push em seus smartphones, avisando que a atualização já está disponível por meio do BMW App. A atualização deve ser disponibilizada primeira na Alemanha, mas não deve demorar para chegar a outros mercados, como toda a Europa, América do Norte, China e outros mercados. De acordo com a marca, o BMW Maps ainda foi desenvol

Até 2030, BMW Group quer 7 milhões de unidades de carros eletrificados vendidas

Imagem
A BMW confirmou que deve investir muito em sua linha de carros elétricos dentro dos próximos anos. A marca alemã deve investir pesado na sua eletrificação, o que deve fazer com que a marca bávara tenha uma ofensiva de lançamentos nos próximos anos, a fim de eletrificar toda a sua linha de produtos. De acordo com o Acordo de Paris, a BMW tem que cumprir metas e pretende, até 2030, contar com cerca de 7 milhões de carros eletrificados nas ruas. A marca espera que desse valor, 2/3 sejam de modelos elétricos. A expansão ainda deve contar com a mobilidade elétrica, reduzindo principalmente as emissões de poluentes por quilômetro rodado, o que deve ser reduzido em 40% até 2030. Atualmente, as marcas BMW e MINI contam com modelos elétricos e híbridos em seu lineup, o que deve aumentar dentro dos próximos anos. Atualmente, as vendas deste tipo de modelo tem representado 13,3% das vendas totais da BMW. Em 2021, a BMW espera que esse número já seja de 25%, aumentando para 30% em 2025 e 50% em 20

BMW e Great Wall iniciam construção de fábrica de elétricos na cidade de Jiangsu, na China

Imagem
A BMW e a Great Wall iniciaram a construção da fábrica da sua joint-venture na China. A nova unidade fabril deve ser destinada para a produção de carros elétricos de ambos os grupos. A unidade deve ser erguida na unidade de Jiangsu, na China. A joint-venture contou com o investimento 50/50 de ambas as empresas e é chamado de Sportlight Automotive Limited. A parceria tem como objetivo de produção os modelos elétricos de MINI e Great Wall, que do grupo chinês pode ser de alguma marca do grupo, como a recém apresentada Ora. Fruto de um investimento de US$700 milhões, a fábrica começou a ser construída no último dia 20 de junho e tem previsão de estar pronta até meados de 2022. Quando estiver em funcionamento, a unidade terá capacidade de produzir 160 mil unidades por ano. A fábrica ainda deve ter a capacidade de receber 3 mil funcionários apenas na produção, fora a contratação de funcionários que vão acabar operando em outros setores relacionados à produção. De acordo com o Presidente

BMW e Mercedes-Benz terminam parceria para desenvolvimento de condução autônoma

Imagem
Depois de firmarem uma parceria entre Daimler (que controla a Mercedes-Benz) e a BMW para o desenvolvimento de tecnologias de condução autônoma em março de 2019 parece não ter ido muito longe. Isso porque ambos confirmaram a suspensão da cooperação entre as empresas no desenvolvimento da tecnologia. A parceria previa que as marcas iriam desenvolver os recursos para usar em seus carros em meados de 2024. Pelo menos era o que previa o projeto inicial. De acordo com ambas, a parceria está suspensa enquanto Mercedes-Benz e BMW trabalham em seus próprios projetos de tecnologia de condução autônoma. No fim, a parceria definhou e foi confirmado que ambas “buscam seus caminhos de desenvolvimento individuais” . Apesar do fim da parceria agora, ambas as empresas deixaram claro que a parceria pode retornar num futuro próximo. “Nossa atual tecnologia oferece um forte e sustentável potencial para atender nossos consumidores por anos” , disse Klaus Frohlich, Membro do Conselho da BMW. A BMW entr

BMW desenvolve um novo motor 3.0 TwinPower Turbo Diesel com sistema híbrido-leve de 48V

Imagem
A BMW confirmou que desenvolve um novo motor para substituir o conjunto 3.0 TwinPower Turbo Diesel, de seis cilindros. O novo motor deve ser usado pelo Série 3, X5 e X6 na Europa e contará com sistema híbrido-leve de 48V. A unidade deve ser aplicada no trio com duas faixas de potência: a primeira delas desenvolve 286cv e o segundo deve entregar 340cv de potência. O motor deve ser sempre acoplado a um câmbio automático de 8 marchas, de acordo com informações.  O motor 3.0 deve ser o último motor a ser renovado pela empresa. O motor que equipa as versões M50d de X5 e X6 deixou de ser oferecido. Quadriturbo, esse motor desenvolvia 400cv de potência e tinha tração nas quatro rodas. A BMW ainda confirmou que deve deixar de oferecer o motor 1.5 12v Turbo de três cilindros diesel, que equipa alguns carros da MINI. Com opções a gasolina, a BMW confirmou que também deve se despedir do motor V12, usado na atual geração do Série 7. De acordo com o Top Gear, o 6.0 V12 deve deixar de ser oferecido

BMW Group revela detalhes do seu plano de eletrificação até 2023, ao revelar dados de 2019

Imagem
A BMW confirmou mais detalhes do seu plano de eletrificação para os próximos anos. Ao revelar os dados de 2019, a BMW confirmou alguns detalhes do seu plano para os próximos anos, até 2023. Com o desenvolvimento de carros elétricos, a BMW confirmou que gastou 12% mais em Pesquisa & Desenvolvimento no ano passado. Por isso, a marca estaria embarcando em um programa de redução de custos que tem como objetivo, diminuir 12 bilhões de euros até o final de 2022. Além disso, a marca alemã confirmou que deve reduzir o tempo de desenvolvimento de novos modelos em 1/3. De acordo com a marca, “até 50% das versões com motores tradicionais serão eliminadas a partir de 2021 na transição para a criação de plataformas melhoradas de veículos inteligentes”. Sem revelar detalhes, a BMW pode desenvolver novas opções de motor, como o hidrogênio, que deve estrear em meados de 2022. De acordo com a marca, “o impacto total destas medidas entrará em vigor, particularmente nos anos posteriores a 2022, c

BMW Group deve atrasar o desenvolvimento da nova geração do MINI Cooper por Brexit

Imagem
Depois do Reino Unido conseguiu sair da União Europeia, a BMW Group confirmou que deve adiar o desenvolvimento de uma nova geração para o MINI Cooper. A informação foi confirmada por um porta-voz da BMW Group, em entrevista a Agência Reuters. De acordo com Maximillian Schoeberl, a vida útil dos carros devem ser estendida para além dos tradicionais seis anos. O motivo dessa extensão foi tomada "por motivos de custo e por causa do Brexit." . A BMW Group confirmou que pretende economizar cerca de 12 bilhões de euros até o final de 2022 por meio de cortes de custos feitos por redução nos gastos de desenvolvimento e no número de combinações de motor e câmbio disponíveis. O desenvolvimento de um nova plataforma para a linha MINI e BMW custaria cerca de 1 bilhão de euros e os carros atuais ainda teriam que ser ajustados para se adequar com as novas regras de emissões de CO2. Isso deve aumentar os custos com a linha atual, que deve passar por novos ajustes. Junto mais isso ao des

Grupo BMW confirma 25 novidades no Brasil em 2020 para comemorar os 25 anos de atividade

Imagem
Comemorando 25 anos de mercado brasileiro, a BMW Group deve apresentar 25 novidades ao longo de 2020. Os lançamentos devem valer para as marcas BMW, MINI e BMW Motorrad, essa última a divisão de motocicletas da marca. Na semana passada a BMW apresentou a sua primeira novidade este ano, o novo M135i, versão topo de linha do novo Série 1. Além dele, a BMW deve contar com lançamentos como o Série 2 Gran Coupé, além da nova geração do X6, que também chega ao brasil neste semestre. A BMW ainda deve apresentar a inédita motorização híbrida para o Série 3, baseado na versão 330e do modelo europeu, apresentado no ano passado. Na MINI, a novidade deve ficar por conta da versão JCW GP, onde o JCW GP desenvolve 75cv a mais de potência quando comparado com os 231cv do modelo mais manso. Com esse desempenho, o GP acelera de 0 a 100km/h em 5,1 segundos e chega a velocidade máxima de 265km/h. O câmbio é o mesmo automático Steptronic de 8 marchas equipado com bloqueio do diferencial mecânico integ

Postagens mais visitadas deste blog

Reestilização do Volkswagen Jetta chega até 2022, com o inédito motor 1.5 TSI

Chevrolet Tracker PcD volta a ser vendido em breve, mas com mudanças de conteúdo

Renault apresenta o Zoe reestilizado no mercado brasileiro, que chega por R$204.990

BMW apresenta a nova geração do Série 4 Cabrio no Brasil, que estreia por R$460.950

Skoda apresenta o reestilizado Kodiaq na Europa, SUV médio de 7 lugares da marca

Fiat apresenta a nova Toro, que estreia por R$114.590 no mercado e traz 1.3 Turbo

Kia passa a vender o Cerato apenas na versão topo com a chegada da linha 2022

Opel confirma que deve expandir na América do Sul para três novos países

Volkswagen revela novo teaser da nova geração da Transporter, que estreia este ano

Honda revela o reestilizado CR-V no Brasil, que ganha mudanças sutis por R$264.900