Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Curiosidades

Toyota GR Corolla terá 300 unidades no Brasil e é o único do mundo a ter estepe no porta-malas

Imagem
Após o lançamento do hatch esportivo no país, surgem informações sobre o Toyota GR Corolla; a principal delas é que ele é o único no mundo com estepe A Toyota revelou informações interessantes sobre a chegada do GR Corolla ao mercado brasileiro. Lançado por R$ 416.990 e R$ 461.990 nas versões Core e Circuit, o hatch terá um lote inicial de 300 unidades destinadas ao Brasil, no mínimo. A informação foi confirmada em entrevista na Argentina, com Daniel Herrero, ex-Presidente da Toyota Argentina e atual Coordenador da Divisão Gazoo Racing. Herrero confirmou que a história da chegada do hatch médio começou com o GR Yaris. Em meados de 2018 ou 2019, Akio Toyoda, ex-CEO a Toyota, perguntou quais mercados teriam interesse em vender o GR Yaris. As 25.000 unidades que seriam fabricadas globalmente seriam divididas de acordo com os mercados. Herrero confirmou ao Motor1 Argentina que na época, o então CEO convocou todos os presidentes da Toyota nas Américas para a comercialização do hatch comp

Curiosidades: Toyota Corolla, Toyota RAV4 e Ford Série F são líderes globais de vendas

Imagem
Toyota Corolla segue líder global de vendas, seguido pelo Toyota RAV4, Ford Série F, Tesla Model Y e Toyota Camry entre os mais vendidos do mundo As vendas de modelos mais vendidos do mundo mostraram que pouca coisa mudou, mas que temos um Tesla entre os cinco modelos mais vendidos. De acordo com informações da Focus2Move , o Toyota Corolla segue na liderança das vendas globais, com 1.120.000 unidades vendidas, de acordo com as aferições de 162 países que revelam seus dados de vendas. As vendas do sedã médio da Toyota responderam por uma queda de 2,8% nas vendas. A vice-liderança ficou com o Toyota RAV4 com suas 871.220 unidades, queda de quase 14% (13,7%) nas vendas. O pódio foi completado com a Ford Série F, que inclui as picapes como F-150, F-250 e F-350, por exemplo. Ao todo, a picape da marca norte-americana fechou com 786.303 unidades, com uma queda de 8,8% nas vendas. Em contrapartida com as quedas dos três primeiros modelos, o Tesla Model Y deu um salto de 88,5% nas vendas e

Guerra nos preços de elétricos começou e deve ditar os próximos anos com custos menores

Imagem
E é apenas o início de uma guerra de preços para quem faz elétricos mais acessíveis e ainda assim conseguir ser lucrativo – bem-vindo ao futuro elétrico O início de 2023 ficou marcado pelo início de uma guerra um tanto quanto silenciosa entre os carros elétricos. Não, não é sobre quem tem a maior autonomia. Isso pode ser considerado uma corrida, mas não uma guerra. A guerra ela é um ambiente propagado pelo poderio e hegemonia, que hoje estão do lado da Tesla. Aliás, é a Tesla que iniciou a luta por carros elétricos mais baratos, a medida que componentes como baterias ficam mais acessíveis. E não são só elas que encarecem o preço. Se os elétricos tem a premissa de substituir os carros a combustão nos próximos anos, as montadoras tem corrido para fazer cálculos, esquemas e economias em escala para fazer esses carros serem mais em conta possíveis. Isso, claro, nos mercados onde a eletrificação é uma realidade que já está batendo a porta com um prazo de validade de alguns anos. Mesmo ass

Audi passa a usar Volkswagen e-Delivery nas entregas do e-tron GT no estado de São Paulo

Imagem
A Audi e a VWCO firmaram uma parceria para as entregas do e-tron GT no Brasil. Essa parceria inédita prevê que a montadora realizará a entrega de seus veículos por um meio 100% sustentável e livre de emissões de poluentes. A ação envolverá dez unidades do modelo Audi RS e-tron GT, que serão transportados oficialmente aos seus novos proprietários residentes no estado de São Paulo pelo Volkswagen e-Delivery, primeiro caminhão elétrico totalmente desenvolvido e produzido em Resende (RJ). "A Audi do Brasil está engajada na ampliação de seus veículos elétricos e em iniciativas que incentivem a mobilidade sustentável no país. Por meio desta parceria inédita com a Volkswagen Caminhões e ônibus, estamos oferecendo uma experiência completamente elétrica e personalizada aos nossos clientes, mostrando que é possível ampliar a mobilidade sustentável para toda a cadeia logística" , afirma Daniel Rojas, CEO da Audi do Brasil. Esse é o primeiro exemplo de uma entrega totalmente livre de emi

Curiosidades: os dez veículos mais vendidos da América Latina em 2021

Imagem
A lista dos modelos mais vendidos do mercado latino-americano em 2021 foi divulgada. De acordo com informações, a liderança de 2021 ficou com uma picape. E se você pensa que a Fiat Strada, você se enganou. A Toyota Hilux se tornou o veículo mais vendido da América Latina em 2021. Como as vendas concentram os mercados da América Central e América do Sul. A Toyota Hilux respondeu por 132.107 unidades na região em 2021, seguido de Chevrolet Onix com 124.072 unidades e a Fiat Strada em terceiro com 115.749 unidades. Depois vieram Nissan Versa em quarto com 111.252 unidades e Volkswagen Gol com 94.415 unidades em quinto. Fiat Argo, Hyundai HB20, Jeep Renegade, Hyundai Creta e Renault Kwid fecharam a lista dos 10 mais vendidos. Da lista, vale perceber a quantidade de modelos que são vendidos no Brasil: todos. O que se percebe é que uns vendem bem também em outros mercados latino-americanos, como México e Argentina. O bom resultado da Hilux vem da picape vender bem não só no Brasil mas também

Curiosidades: as marcas mais vendidas do Brasil no acumulado do ano de 2021; Fiat lidera

Imagem
O ano de 2021 será lembrado como o ano que o mercado demonstrou um avanço por conta das condições melhores, principalmente sanitárias que envolvem a pandemia, mas o tropeço veio não muito distante dali, com a crise dos semicondutores. Isso fez o Brasil fechar 2021 com um avanço de apenas 1,21% em relação ao acumulado do ano de 2020. Entre as marcas, os resultados estão mais atrelados a quem perdeu mais e quem perdeu menos. Terceira em 2020, a Fiat terminou 2020 já dando sinais que 2021 poderia ser o seu ano de retomada na liderança do mercado. E foi mesmo. A italiana conseguiu destronar a norte-americana e a alemã Volkswagen. A VW, aliás, sempre acaba o ano com um gostinho de quase campeã. A marca já é vice-líder há anos. Em 2021, a Fiat ainda viu suas duas maiores rivais verem a crise dos semicondutores afetarem suas produções, o que derrubou as vendas e exportações. Assim, a marca conseguiu garantir uma liderança bastante folgada, com quase 21,9% de mercado. A Fiat ainda foi o destaq

Alfa Romeo sofreu tentativas de ser comprada pela VAG em 2018; Cupra nasceu a partir daí

Imagem
Se a Alfa Romeo ficou às moscas nos últimos anos, era porque a FCA (hoje Stellantis, junto com a ex-PSA) tinha algo em mente com a marca. Isso porque surgiu informações de que a VAG esteve interessada na compra da marca italiana. Você já imaginou um Alfa Romeo com motor TSI? De acordo com o Autocar, o Grupo Volkswagen confirmou que tentou novamente adquirir a empresa em 2018, depois de uma tentativa em 2011.  Há 10 anos, o ex-CEO da Volkswagen, Ferdinand Piëch, disse que queria fazer a Alfa Romeo ser uma marca capaz de vender cerca de 400 mil unidades ao ano, globalmente, dentro de um prazo de cinco anos.  Isso porque a VAG queria uma marca esportiva de veículos, mas nem tão esportivos como um Porsche, Lamborghini ou Bugatti. A ideia era ter uma marca esportiva mais acessível, mas ainda assim sendo mais premium. A meta era fazer a Alfa ficar abaixo da Porsche, com esportivos menores. Essa segunda investida aconteceu em junho de 2018, fruto da insistência dos alemães. A proposta foi rec

GTN #7: a eletrificação e o mercado brasileiro. O que esperar para o futuro breve?

Imagem
A gente percorreu os trinta anos dos carros importados com muitas mudanças e tecnologias. Mas o que o futuro preserva? Na verdade, o carro como conhecemos deve passar por um grande processo de renovação. Em alguns anos, vários países já confirmaram que não devem mais permitir a venda de carros a combustão, permitindo apenas modelos elétricos. A Noruega é um desses exemplos mais avançados que temos. Mas não é só na força motriz que isso deve mudar. A gente comentou sobre a condução autônoma e tecnologias de conectividade, mobilidade e outros recursos que devemos ver nos próximos anos. Mas como isso fica no Brasil? Antes de partirmos para a realidade do nosso mercado, é bom entendermos como isso deve acontecer no mundo. Enquanto híbridos (de todos os tipos), elétricos e carros movidos a células de combustível de hidrogênio são uma tendência, de acordo com cada país, toda a América Latina parece muito lerda quanto a eletrificação. Apenas o México desponta como líder com a produção do Ford

GTN #5: o medo e o golpe chamado Inovar-Auto contra os carros importados

Imagem
Há males que vem para bem, já diria o famoso ditado popular. Mas nem sempre, males, vem para bem. As vezes ele vem para destruir mesmo. Partindo do pressuposto das temáticas que estamos trabalhando aqui no Conexão Automotiva GTN, o Inovar-Auto é um desses tipos de males que vem para destruir. Pelo menos para os carros importados. A ideia tosca de colocar um imposto de importação 30% do que já era cobrado acionou cobranças de vários países e chegou até mesmo à Organização Mundial do Comércio, a OMC. Mercados como União Europeia e Japão chamaram a atenção da organização sobre esse IPI que não permitia que o consumidor pudesse ter um livre comércio e o seu livre direito de escolha entre automóveis – atitude que permanece até hoje assombrando os carros importados e que é um dos motivos que derrubaram as vendas desse setor no país. E não, em nada tem a ver com os nossos carros nacionais. Mas não seria mais plausível criar medidas que permitissem que os carros nacionais estivessem no mesmo

GTN #4: seriam os anos de 2010, 2011 e 2012, os melhores anos que já vivemos?

Imagem
  Você já deve ter se questionado (e muito) sobre como um determinado período foi tão bom. E a gente não consegue definir apenas um momento positivo. Parece uma influência de melhores momentos que aconteciam naquele determinado período. Aqui, me excluo da história. Falo de um âmbito bem geral. Pelo menos, para quem era jovem naquela época. Sites de jogos online cresciam, criando redes interessantes de pessoas e novas comunidades. Na música, o pop nunca esteve tão bem servido de hits que movimentaram muitas pessoas em festas e em aparelhos eletrônicos de músicas que tínhamos em nossas vida, como os saudosos MP3, por exemplo. Na teledramaturgia, novos clássicos apareciam nas nossas televisões, enquanto o entretenimento também tinha seus pontos altos neste período. Mas vamos falar do nosso principal assunto aqui neste site: os automóveis. Nós tínhamos uma grande quantidade de marcas que disputavam posições anualmente, até chegarmos em picos de vendas nunca antes vistos – e que vamos demor

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

BYD lança no Brasil promoção para interessados em seus carros durante este mês de junho

Jeep Avenger pode ser produzido em Betim (MG) e participa de clínicas com potenciais clientes

RAM Rampage Laramie ganha versão Night Edition, a 'all-black', no Brasil por R$ 277.990

Toyota confirma produção do primeiro elétrico nos EUA em 2025, no estado de Kentucky

Fang Cheng Bao revela as primeiras imagens teaser do Leopard 3, que estreia em breve

Hyundai apresenta oficialmente o Ioniq 5 N, a versão esportiva com motor de 609cv

Nova geração do Peugeot 2008 e reestilização do 208 vão trazer motor T200 MHEV

Hyundai apresenta a linha 2025 de HB20, HB20S, Creta Action e Creta no Brasil com novidades

Isuzu apresenta a primeira imagem teaser da reestilização do MU-X, que aparece na Tailândia