Nikola culpabiliza a pandemia pelo atraso do desenvolvimento da picape elétrica Badger


Depois de um escândalo dentro da própria startup, a Nikola acalmou os ânimos e confirmou que deve voltar a focar no desenvolvimento da picape Badger. A picape deve ser produzida na fábrica de Phoenix, no Arizona, e o atraso no desenvolvimento da picape estaria ligado à pandemia do Coronavírus. “Devido às restrições de tamanho de audiência do COVID-19 nos principais locais do Arizona, tomamos a decisão de reagendar um Nikola World pessoalmente até que possamos reunir a comunidade Nikola com segurança”, disse a marca em comunicado. O atraso no lançamento da picape caiu como uma bomba no mercado de ações norte-americanas. Ela deve ser vendida com bateria de 160kWh e uma autonomia de 480km, enquanto as versões mais caras devem ser impulsionadas por um motor movido a células de hidrogênio, que deve lhe oferecer uma autonomia próxima de 1.000km. Ambos os motores devem desenvolver 919cv de potência e torque de 133kgfm e a picape deve ter uma capacidade de reboque de 3.629kg, contando com uma tomada de corrente elétrica própria de 15kW que pode ser usada para conectar ferramentas, luzes e compressores. Com a opção movida a hidrogênio, a picape deve contar com uma autonomia de 966km. De acordo com a start-up, a Badger deve ter preço inicial de US$60 mil e para os interessados na picape será preciso dar um sinal de US$5 mil. Considerado caro pelos consumidores da picape, a pré-venda da Bagder é cinco vezes mais cara que os US$1 mil pedidos pela Tesla para a pré-venda da Cybertruck. O valor ainda é muito alto para uma marca que ainda não apresentou nenhum protótipo do modelo além de imagens do modelo em 3D.



Fonte Roadnet

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Volvo lança promoção do EX30 no Brasil, além de condições para XC40, C40, XC60 e XC90

Volkswagen inicia as vendas do Nivus Sense também para pessoas físicas por R$ 119.990

Iveco já trabalha na homologação do eDaily, que chega ainda neste semestre no Brasil

Mercedes-Benz atualiza itens de série do Classe E no Brasil e fica R$ 61 mil mais barato

Volkswagen registra imagens de patente do ID.7 S na China, que será da joint-venture SAIC-VW

Baojun apresenta a chegada do Yunduo na China, o concorrente direto do BYD Dolphin

Iveco lança o eDaily no Brasil, contra o Ford E-Transit, em três versões e parte de R$ 549.000

BYD lança promoção '48 Horas Eletrizantes' e tem condições até o final deste mês

Curiosidades: Você sabe o que é uma direção subesterçante?

JAC Hunter é uma das apostas da marca chinesa para este segundo semestre no Brasil