Europa permite combustível sintéticos no pós-2035 em carros, desde que não emita CO2

Carros com motor sintético vão poder continuar em linha na Europa depois de 2035, após Itália e Alemanha ganharem apoio; combustíveis terão que ser neutros em CO2



A União Europeia confirmou que vai conseguir deixar que a indústria europeia consiga manter os motores a combustão em linha, desde que eles sejam abastecidos com combustíveis sintéticos livres de emissões de poluentes. Após muitas discussões, a Alemanha ganhou um ponto que vai permitir o desenvolvimento e vendas desse tipo de veículo após o ano de 2035, que será o último para muitos motores a combustão. Além da Alemanha, o pedido também conta com países como Itália, República Checa, Eslováquia, Polônia, Romênia e Hungria.

Vale destacar que países como Alemanha e Itália são os que estavam pedido para que ao menos esse tipo de combustível pudesse ser usado, visto que tem marcas como Porsche, Ferrari e Lamborghini, por exemplo, confirmou a Agência Reuters. Com isso, a União Europeia criou uma categoria de veículos de vão usar combustíveis sintéticos e que não necessariamente vão abandonar os motores em suas formas tradicionais. “Os veículos com motores de combustão também podem ser registados novamente após 2035 se utilizarem apenas combustíveis neutros em CO2”, tuitou Volker Wissing, Ministro dos Transportes da Alemanha, em seu perfil.

Ainda não está certo qual combustível deve ser usado, mas entre uma das opções estão o e-querosene, e-metano ou e-metanol. “A boa notícia para nós como empresa... é que além dos carros elétricos, também poderemos continuar com os nossos motores de combustão interna. Esta decisão é muito interessante para nós porque permite que os carros ICEs vão além de 2036,” disse o CEO da Ferrari, Benedetto Vigna, em entrevista para a Agência Reuters. A marca, no entanto, não mudará em nada no seu plano estratégico já definido com uma linha de produtos eletrificados.

“Isso não muda. Não queremos dizer aos clientes qual carro usar. Queremos disponibilizar três tipos de propulsão para eles – híbrido, elétrico e ICE – e eles escolherão.”, acrescentou Vigna. “O valor que dei (no ano passado) – 4,4 mil milhões de euros para investimentos no período 2022-2026 – é suficiente para avançarmos com a eletrificação e também com MCI compatíveis com combustíveis eletrônicos”, adicionou Vinga. Ano passado, a Porsche – que recentemente passou a produzir combustível sintético no Chile, confirmou que estaria disposta a desenvolver as duas opções, elétrico e sintético.

“A Porsche está comprometida com um caminho duplo: mobilidade elétrica e eFuels como tecnologia complementar. A utilização de eFuels reduz as emissões de CO2. Olhando para todo o setor de tráfego, a produção industrial de combustíveis sintéticos deve continuar avançando em todo o mundo. Com a planta piloto de eFuels, a Porsche está desempenhando um papel de liderança neste desenvolvimento”, diz Barbara Frenkel, Membro do Conselho Executivo de Compras da Porsche AG. Nessa primeira fase piloto, a Porsche prevê a produção de eFuel com cerca de 130.000 litros por ano do combustível sintético. O combustível será usado em projetos como o Porsche Mobi 1 Supercup e nos Porsche Experience Centers.



Fotos: Porsche / divulgação | Ferrari / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Volkswagen lança promoção no Brasil para Polo, Virtus, Nivus, T-Cross, Taos, Tiguan e Amarok