Lincoln apresenta o Model L100 Concept, que faz sua estreia em Monterey e Pebble Beach


A Lincoln confirmou a estreia do Model L100 Concept, que até poderia antecipar um futuro misto de cupê e sedã, puramente elétrico. A novidade estreou no Monterey Car Week e no Festival de Pebble Beach como um conceito que segue a identidade visual do Star Concept, apresentado no início deste ano. O sedã antecipa também um veículo autônomo. De acordo com a Lincoln, a novidade é inspirado no Model L de 1922. “Estamos em um momento especial da nossa história. Nos últimos 100 anos, a Lincoln foi pioneira em várias inovações e ultrapassou os limites do design que definem nossa marca como a conhecemos e a amamos hoje. Com o Modelo L100 Concept, reimaginamos como o santuário de Lincoln pode ser para nossos clientes de amanhã e damos um grande passo em direção ao nosso próximo capítulo.”, disse Joy Falotico, Presidente da Lincoln. De acordo com a marca, o conceito traz linhas elegantes. Na sua dianteira, ele se destaca por vir com faróis com luzes diurnas DRL em LED diurno que se conectam e parecem formar um ‘U’, tendo ainda uma faixa em preto brilhante e com um para-choque dianteiro de linhas bem lisas, que traz o logotipo da Lincoln iluminado e com uma entrada de ar inferior que traz o nome Model L100. O capô, teto e parte traseira parecem formar um conjunto único, sendo transparente. O capô ainda traz algumas linhas que dão uma sensação tridimensional. Nas laterais, o para-choque dianteiro possui um pequeno ressalto e as rodas contam com um protetor de roda com seis raios. 



Há ainda o logotipo da Lincoln iluminado com uma faixa que corta toda a parte inferior da carroceria. Toda a parte inferior da carroceria possui um acabamento em preto brilhante, com um acabamento que nasce no para-choque dianteiro, saias laterais e para-choque traseiro. O desenho super aerodinâmico das laterais ficam bem visível no conceito, com o desenho da coluna A bem inclinado e com uma porta única. Inclusive, o sistema de abertura das portas é bem complexo. As portas laterais abrem de maneira inversa, sendo que ele tem apenas duas portas e o teto abre como se fosse um conversível para a entrada dos ocupantes. Ele abre as portas a partir do momento que o motorista chega perto dele. A Lincoln destaca que o conceito faz uma “verdadeira sensação de cerimônia” quando você caminha até ele. Ele ainda possui uma “sinfonia orquestrada de luzes”. De traseira, o perfil cupê do modelo chega até a tampa do porta-malas e o para-choque traseiro, que possuem um acabamento em preto brilhante. O nome Lincoln aparece ao centro, iluminado. A faixa das laterais dá vida às lanternas, que se interligam por meio de uma faixa. Mais abaixo ele possui uma espécie de extrator. Já no interior, o conceito se destaca por vir com materiais veganos nos bancos e materiais do acabamento interno, como camurça reciclada ametista. 


Falando em sustentabilidade, a Lincoln confirmou que o conceito ainda possui uma pintura metalizada e um tri-coat cerâmico com detalhes em acrílico fosco em vez de cromado. Ele ainda traz um sistema de condução autônoma, o que faz com que se interior não tinha volante e que o sedã seja operado por um “controlador de peças de xadrez”. O carro ainda possui bancos frente a frente, com um banco dianteiro rebatível. A Lincoln não confirmou detalhes da sua mecânica, mas destaca que ele traz uma “densidade de energia que muda o jogo”. Minimamente, a marca confirmou que o carro será equipado com pacotes e células de bateria de última geração que oferecem uma densidade de energia revolucionária e permitem uma integração estrutural eficiente para poder tratar todo o veículo como um sistema. “Esse conceito nos permitiu projetar uma nova experiência que é aliviada pelas limitações do passado e representa uma evolução de nossos princípios de voo silencioso sem esforço – um veículo que parece esculpido pelo vento, como se o atrito não existisse.”, disse Kemal Curic, Diretor de Design Global da Lincoln. Apesar da estreia do conceito, a marca confirmou que ela não tem intenções de desenvolver o conceito e que ele apenas dita o futuro da mobilidade da marca – uma vez que a Lincoln possui apenas utilitários esportivos em mercados como os Estados Unidos, tendo sedãs apenas na China.










Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

Volkswagen lança promoção no Brasil para Polo, Virtus, Nivus, T-Cross, Taos, Tiguan e Amarok