Mercedes-Benz vai abrir mão de três dos sete compactos para se tornar mais rentável


A Mercedes-Benz enfim confirmou quanto modelos compactos que ela vai cortar do seu lineup ao fim do ciclo desta geração: três, dos sete. Com isso, fica claro explanarmos que esses três modelos serão a CLA Shooting Brake, Classe A Sedan e Classe B. Dos modelos que foram aprovados a continuar são o Classe A, CLA, GLA e GLB. De acordo com a marca da estrela, a Mercedes quer fazer com que 75% dos investimentos sejam em modelos maiores e mais caros, que tem uma margem de lucro maior. O primeiro elétrico de entrada de nova geração estreia em 2024, com a plataforma modular MMA. Esse novo modelo ainda não tem muitas informações, mas tudo indica que possa ser o Classe A. A Mercedes-Benz define seu lineup em três categorias: luxo de entrada, luxo central e luxo topo de linha. A primeira família é as linhas Classe A e Classe B com seus derivados. A intermediária é a linha Classe C e Classe E com seus derivados, deixando a linha topo de linha com Classe S, Classe G e seus derivados. Na linha de luxo topo de linha, a Mercedes quer aumentar as vendas em 60% até meados de 2026. Outra informação é que a Mercedes quer apostar em suas concessionárias mais rentáveis, reduzindo entre 15% a 20% na Alemanha e cerca de 10% das lojas globais até 2025. O foco é passar a vender também online. “Queremos ter mais proximidade com o cliente e, portanto, ter melhor controle sobre os preços. É por isso que estamos saindo do papel atual de revendedor.”, disse recentemente o Diretor Financeiro da Mercedes, Harald Wilhelmn. “Precisamos de menos grandes showrooms em mercados maduros. Vamos nos afastar dos grandes showrooms, principalmente quando passarmos para a venda direta. Todos esses esforços combinados nos dão uma vantagem competitiva, mas o salto completo vem quando combinamos isso com as vendas diretas. Isso nos dá uma gestão direta do relacionamento com o cliente, e conheceremos ainda melhor nossos clientes.”, destacou a Vice-Presidente de Comunicações e Marketing da Mercedes, Bettina Fetzer. A margem de lucro está estabelecida como meta em 14% até o final de 2030. Mais detalhes devem ser apresentados pela Mercedes em breve.





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Volkswagen apresenta as primeiras imagens teaser de um possível Golf GTI Edition 50

Ford tem desconto de R$ 17 mil para a Ranger; Maverick, Bronco Sport e Transit tem promoção

Toyota registra imagens de patente de câmbio manual que simula de 14 marchas no USPTO

BMW lança promoção adicional para iX1 e iX no Brasil até o próximo dia 31 de maio

BMW cogitou produzir 50 unidades da Z4 Touring Coupé Concept, mas desistiu do projeto

MINI revela imagens teaser do desenvolvimento da condução com uso de óculos VR

Chery reajusta o preço do Tiggo 5X em R$ 1.000 e Tiggo 7 Sport pode receber primeiro aumento

Peugeot apresenta a reestilização do 208 na Europa, que ganha opção de motor híbrido

GWM lança promoção para o Ora 03, com Pacote Tranquilidade e condições de financiamento