Toyota confirma investimento pesado de US$ 5,6 bilhões em duas fábricas de baterias

Toyota confirma investimento de US$ 5,6 bilhões na ampliação de produção de baterias para carros elétricos com fábricas nos Estados Unidos e Japão



A Toyota confirmou um investimento pesado na produção de baterias dedicadas para carros elétricos. O investimento será no total de US$ 5,6 bilhões e vai de encontro com a expansão de carros elétricos que praticamente todas as suas concorrentes tem feito nos últimos anos. E parece que a Toyota finalmente se deu de conta que estaria perdendo tempo, apesar de ainda seguir falando que elétricos não são a solução.

Apesar disso, a nipônica vê o interesse dos consumidores por elétricos crescer, especialmente em mercados como a Europa. A marca quer começar a produzir baterias entre 2024 a 2026. O investimento pesado vai fazer com que os japoneses atendam com maior flexibilidade às necessidades da demanda por este tipo de veículo. Com esse investimento, a Toyota ainda espera que consiga atingir uma produção anual de 40GWh apenas nos EUA.

A Toyota confirmou que vai apresentar fábricas com linhas de produção ainda mais eficientes e quer fortalecer a sua competitividade em treinamento de pessoal envolvendo a produção de baterias e transmissão das habilidades de fabricação. Só no Japão, a Toyota confirma um investimento total de US$ 2,8 milhões na fábrica da Prime Planet Energy & Solutions Co., Ltd. (PPES), parceria da Toyota com a Panasonic, e em fábricas e propriedades da Toyota.

Já nos Estados Unidos, o investimento será de aproximadamente US$ 2,5 bilhões, onde pretende erguer a fábrica Toyota Battery Manufacturing, Carolina do Norte (TBMNC; propriedade de 90% da Toyota Motor North America, Inc. e 10% da Toyota Tsusho Corporation) para aumentar a produção de baterias automotivas. A marca ainda confirmou que vai continuar apostando no investimento de elétricos nos mercados que perceber interesse.

Essas parcerias podem acontecer de várias maneiras e os japoneses não descartam a opção de joint-venture com outras empresas, assim como fez com a Panasonic. Apesar da aposta pesada em elétricos, a marca ainda confirma que acredita que os meios de reduzir as emissões de CO 2 tanto quanto possível e o mais rápido possível, protegendo os meios de subsistência de seus clientes, variam muito dependendo do país e da região.



Fotos: Toyota / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Ferrari apresenta a SF90 XX Stradale e Spider na Europa, com motor híbrido de 1.030cv

Toyota dá a entender que o Celica pode ressurgir como cupê esportivo criado pela GR