Lamborghini revela novas características do seu primeiro elétrico, que chega em 2028

Lamborghini revela mais informações do seu primeiro automóvel elétrico em entrevista e diz que ele se destacará em design e desempenho



A Lamborghini ainda tem um certo tempo para a apresentação do seu primeiro automóvel elétrico, o que vai acontecer em meados de 2028. Até lá, a marca terá bastante tempo para o desenvolvimento. O novo carro teve alguns detalhes extras divulgados em entrevista recente. Podendo se basear no Terzo Millenio Concept, o novo esportivo vai se destacar em design e desempenho.

Em entrevista ao ABC, o CEO da Lamborghini, Stephan Winkelmann, confirmou características do carro. “O que faz de um Lamborghini um Lamborghini é o design, o desempenho em termos de números nulos – tempos de volta, velocidade máxima, aceleração – e desempenho percebido, ou quanta emoção você sente ao dirigir nossos carros. Normalmente, os carros elétricos são muito bons em aceleração longitudinal, mas não são muito agradáveis ​​de dirigir – ou seja, curvas, comportamento de frenagem, reação no volante. Isso é algo que temos que provar e estamos trabalhando nisso antes que o primeiro carro elétrico da Lamborghini chegue ao mercado”, destaca.

“O primeiro modelo [EV] chegará no final desta década, por volta de 2028. Até lá, acreditamos que nossa comunidade de clientes estará pronta para comprar supercarros esportivos totalmente elétricos. [Os clientes] realmente acreditam que estamos fazendo a coisa certa, o que é um sinal positivo”, disse ele. Recentemente, Winkelmann disse que "este será o maior desafio desde o início da empresa. Eletrificação e a aceitação da eletrificação. Acredito firmemente que o que fizemos no passado foi evolutivo. Agora é realmente um corte e um novo começo.", complementou o executivo.

Sobre o seu primeiro automóvel elétrico, Winkelmann ainda confirmou que o veículo terá espaço para quatro ocupantes, sendo um 2+2. “Será um carro 2+2 GT, como o 350 GT Ferruccio Lamborghini iniciado em 1963. Menos desempenho apenas, mais dirigível diariamente. A maioria já tem carro elétrico. Isso será digerido pelas novas gerações que estão chegando”, disse Winkelmann, referindo-se que o elétrico será absorvido principalmente pelas gerações mais novas.

A Lamborghini já confirmou que é contra à medida que algumas marcas estão fazendo, como a Dodge, de instalar alto-falantes que imitam o motor a combustão. “Definitivamente, não sou fã de tudo ser artificial em termos de trilha sonora. Definitivamente, não faremos algo como colocar 10 alto-falantes adicionais em um carro e tocar um som falso de V10. Os engenheiros de todas as épocas encontraram uma solução. Isso é o que fazemos – esse é o nosso trabalho. O carro tem que falar com você – um Lamborghini sempre tem que ser autêntico quando fala com seu motorista.”, disse.



Fotos: Lamborghini / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

Ferrari apresenta a SF90 XX Stradale e Spider na Europa, com motor híbrido de 1.030cv