Renault Mégane E-Tech já está em testes no Brasil e lançamento ocorre em alguns meses

Renault segue testes com o Mégane E-Tech Electric no Brasil, que será lançado dentro de alguns meses; promessa de lançamento era para o primeiro semestre



A Renault segue trabalhando na chegada de mais um elétrico em nosso mercado, o Mégane E-Tech Electric. O crossover elétrico é uma promessa desde o ano passado e foi confirmado que seria lançado ainda neste ano, no primeiro semestre. Ele ainda segue em homologação no país, como flagrou o InsideEVs Brasil e o lançamento acontece dentro de alguns meses. Com um estilo bem crossover, o Mégane E-Tech passa a ser desenvolvido sobre a plataforma modular elétrica da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, a CMF-EV.

Exclusivamente elétrico, ele não terá nem opção de motor híbrido. Na dianteira, destaque para o conjunto de faróis 100% em LED que se conectam por meio da grade dianteira e que traz o novo logotipo da Renault ao centro. Nas extremidades dos faróis ele conta com DRL em LED com um desenho diferente, que parece formar um “A”, quando visto de lado. Os faróis se conectam ainda com a entrada de ar da extremidade do para-choque dianteiro, além de ter uma ampla entrada de ar central, na parte inferior do para-choque dianteiro, dividido por um friso.

Essa parte inferior possui desenho em tom ouro. O capô possui linhas mais musculosas e aerodinâmicas. Visto de lateral, o Mégane E-Tech Electric possui um estilo de crossover, com amplas rodas de 18 a 20 polegadas e as caixas de rodas possuem acabamento preto brilhante que se destacam na carroceria, além de uma frente mais curta. As maçanetas do conceito são embutidas na porta dianteira e escondidas na coluna C nas portas traseiras. Destaque também para o teto flutuante, pintado em preto.



Ele possui amplas portas e a linha de cintura do carro cresce até chegar na coluna C, onde tem a terceira janela. Ele ainda tem um friso cromado na parte superior dos vidros que fazem o contorno até a vigia. Os retrovisores são convencionais. Na traseira, o novo Mégane possui uma pequena janela traseira, bem estreita e as lanternas, assim como os faróis, se interligam, mas são maiores nas suas extremidades e divididas pela tampa do porta-malas. O logotipo da Renault também fica bem centralizado em relação às lanternas e o nome Mégane aparece na tampa do porta-malas, ao centro.

A tampa do porta-malas possui abertura curta e o para-choque e possui um acabamento preto brilhante e um imitação de um extrator na traseira. A parte inferior ainda possui um acabamento em tom ouro, assim como no para-choque dianteiro, com refletores e luzes de ré abaixo. No interior, o novo Mégane possui um ambiente bem moderno, digital e conectado. Ele possui um quadro de instrumentos com tela de 12,3 polegadas e a central multimídia possui tela de 12 polegadas.

Desenvolvido a partir da plataforma modular CMF-EV, o Mégane tem 4,200 metros de comprimento, 2,680 metros entre os eixos, 1,780 metro de largura e 1,500 metro de altura. O porta-malas terá capacidade de 440 litros de capacidade. Na mecânica, ele será vendido com bateria de 60kWh com 450km de autonomia, no ciclo WLTP. Ele virá com motor de 218cv e 30,6kgfm, sendo esse último com capacidade de acelerar de 0 a 100km/h em 7,4 segundos e máxima de 160km/h. Os preços devem ficar na casa dos R$ 300.000 a R$ 350.000.



Fotos: Renault / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Ferrari apresenta a SF90 XX Stradale e Spider na Europa, com motor híbrido de 1.030cv

Toyota dá a entender que o Celica pode ressurgir como cupê esportivo criado pela GR