GM revela detalhes do sistema Ultra Cruise, que vai estrear a bordo do luxuoso Cadillac Celestiq

General Motors revela mais detalhes sobre a condução autônoma Ultra Cruise, que estreia com o Cadillac Celestiq e terá capacidade de rodar em 95% autonomamente



A General Motors (GM) apresentou mais detalhes da condução autônoma Ultra Cruise, que será lançada junto com o Cadillac Celestiq. O sedã luxuoso da marca premium será o primeiro a ser equipado com o sistema que estará disponível em outros modelos futuramente. Até o momento, a GM confirmou que o sistema da marca contará com 20 sensores espalhados pela carroceria, tendo uma capacidade de rodar em 95% do tempo com a condução autônoma.

O Ultra Cruise ainda será o responsável por trazer um total de sete câmeras espalhadas pela carroceria do Celestiq, cada uma de 8MP e que estarão localizadas na dianteira do sedã, nos cantos da carroceria, nas laterais e na traseira. As câmeras vão ajudar a detectar sinais de trânsito, semáforos, veículos e pedestres. A GM ainda confirma que o sedã da Cadillac vai trazer um total de quatro sensores de radar de curto alcance, colocados um em cada canto da carroceria. Eles tem capacidade de detectar um raio de 90 metros.

Esses radares vão ajudar o Cadillac Celestiq a ter um outro campo de visão para pedestres e veículos. Esses quatro radares se unem a outros quatro radares de 4D de longo alcance, instalados na frente e na traseira, usados para alimentar ferramentas como controle de cruzeiro adaptativo e manobras de mudança de faixa em velocidades de rodovias. Por fim, a GM ainda confirmou que ele virá com um radar LiDAR, localizado atrás do para-brisa. Por dentro, a GM confirmou que terá uma câmera apontada para o motorista, com luz infravermelha.

Essa câmera ajudará a monitorar a posição da cabeça e dos olhos do motorista em relação à estrada. Todos os sensores vão trabalhar em conjunto como uma “fusão de sensores” que, segundo a GM, farão com que o Ultra Cruise tenha uma visão completa da estrada. Todas as câmeras e sensores serão interpretados por chips da Qualcomm Technologies. Recentemente, a Cadillac confirmou que todo o sistema já estará disponível ao Celestiq, indo contra ao que a Tesla faz com seus veículos, onde os consumidores testam versões Beta dos seus sistemas.

“Tudo o que tivermos pronto para implantar com segurança naquele momento estará no carro. Todo o hardware estará lá.”, disse o Engenheiro-Chefe, Jason Ditman, em entrevista ao Automotive News. O sedã começa a ser produzido em breve e será feito na unidade da General Motors Global Technical Center de Warren, Michigan, nos Estados Unidos, apesar da placa dizendo que foi feito em Detroit. Cada unidade será vendida por US$ 300.000.



Fotos: Cadillac / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Volkswagen lança promoção no Brasil para Polo, Virtus, Nivus, T-Cross, Taos, Tiguan e Amarok