MINI revela a nova geração do Cooper, que estreia puramente elétrico com até 218cv

MINI apresenta a nova geração do Cooper, que estreia no Salão do Automóvel de Munique com evoluções, sendo a primeira geração que estreia como um 100% BEV



A MINI apresentou oficialmente a nova geração do Cooper, que estreia no mercado mundial durante o Salão do Automóvel de Munique, na Alemanha. O hatch inglês estreia com uma nova embalagem do seu icônico design, além de ser a primeira geração do hatch que estreia como um modelo puramente elétrico – sem versões a gasolina. Além disso, a MINI atualiza o Cooper com uma geração menor que o modelo atual e que adiciona componentes sustentáveis.

Ele estreia com uma plataforma dedicada para um carro puramente elétrico, o que confere que o hatch tenha maior capacidade de autonomia. Na dianteira, o novo Cooper manteve, claro, seus faróis redondos e com iluminação diurna (DRL) em LED circular, que ainda tem duas barras horizontais também com iluminação DRL. Entre essas duas barras estão os projetores, em LED do Cooper – chamado de Essential Trim. A dianteira ainda possui uma grade dianteira octogonal com contorno prateado (Vibrant Silver) e com uma barra central na cor da carroceria. A parte superior possui uma faixa em preto brilhante que, no lado direito, tem o logotipo S.

A entrada de ar inferior é a única funcional, com duas barras horizontais e várias barras verticais. A MINI ainda traz o logotipo da marca próximo ao capô e a parte inferior tem um acabamento em plástico preto. O novo Cooper ainda possui dois vincos que partem da grade dianteira e são bem marcados. De perfil, o novo Cooper mantém basicamente as mesmas linhas do modelo atual. A receita de tentar mudar o design de carro que tem uma identidade visual tão forte é difícil e ele adere à filosofia de design Charismatic Simplicity. As linhas não tem muitos vincos, tendo um que nasce nos faróis e termina no para-lama dianteiro ainda.

O hatch possui linhas arredondadas bem presentes no para-lama dianteiro. As portas tem maçanetas embutidas na carroceria e também serve de base para os retrovisores, que adicionam repetidores de setas. A parte inferior da carroceria traz um vinco que é um dos mais marcantes de perfil. Em relação à antiga geração, o Cooper perde o acabamento do para-lama dianteiro. Os vidros tem um desenho de base inferior reta e ascendente, com um desenho que se conecta com o para-brisa e o vidro traseiro, mantendo o teto flutuante.



A parte inferior da carroceria ainda possui um acabamento em plástico preto. As rodas variam de 16 a 18 polegadas, dependendo da versão. Na traseira, o novo Cooper possui aerofólio mais proeminente que ajuda na aerodinâmica e nas extremidades ele possui uma continuidade com um acabamento em preto brilhante. O vidro traseiro continua com desenho mais reto. Um dos pontos mais diferentes dessa geração está na traseira, com lanternas com desenho triangular com iluminação em LED. Entre as lanternas, o Cooper possui uma faixa em preto brilhante que traz o nome Cooper ao centro e o logotipo ‘S’ no lado direito.

Acima dessa régua, está o logotipo da MINI. Abaixo dela está o espaço para a placa. O para-choque traseiro tem linhas simples que, nas extremidades, tem refletores verticais e uma parte inferior em plástico preto com uma lanterna de ré central. O teto ainda possui uma antena de teto estilo Shark e um teto solar panorâmico. Internamente, o Cooper traz um design que tenta prestar uma homenagem ao primeiro Cooper. Além disso, ele se destaca por trazer materiais têxteis pela primeira vez, com um processo de tricô especialmente desenvolvido feito a partir de poliéster reciclado.

O consumidor ainda pode acabar escolhendo por diferentes cores para as superfícies têxteis e assentos, dependendo do design dos acabamentos. Esse acabamento está presente praticamente em toda a parte superior do painel, enquanto o volante é circular e tem um novo desenho Com linhas mais modernas, o novo Cooper possui o novo logotipo da marca ao centro, trazendo ainda um volante de três raios e com controles multifuncionais. O destaque do painel é uma nova central multimídia de 9,4 polegadas, a primeira central multimídia do mundo a vir com um desenho circular, com tecnologia OLED, totalmente configurável. Ela possui conectividade com internet 5G, assim como possui conectividade com Android Auto e Apple CarPlay, com software Android Open Source Project (AOSP). 

A nova geração não possui quadro de instrumentos, mas traz um Head-Up Display (HUD). A central traz o sistema operacional MINI Operating System 9, todas as funções do veículo podem ser operadas intuitivamente com toque ou controle de voz. A área superior contém informações relevantes relacionadas ao veículo, como velocidade e status da bateria. Quando o indicador de velocidade é pressionado, aparece um display grande e impressionante com velocímetro em tela cheia que coloca um foco claro na direção. No menu inicial, os outros widgets são exibidos em miniatura à esquerda e à direita da função do menu atual. Eles podem ser exibidos e selecionados deslizando horizontalmente para o centro.



Na área inferior do display OLED, os itens de menu Navegação, Mídia, Telefone e Clima podem ser selecionados diretamente a qualquer momento. O consumidor ainda pode contar com um carismático assistente pessoal chamado de Spike. O painel ainda possui saídas de ar-condicionado horizontais, com duas saídas na frente do passageiro e uma outra saída de ar no lado do motorista. O painel ainda possui alguns poucos controles físicos abaixo da central multimídia, onde estão: o freio de estacionamento no lado esquerdo, a alavanca de câmbio por meio de um seletor e três outros controles.

Um deles é para o ar-condicionado, outro é um atalho para os modos do MINI Experience, Core, Green e Go-Kart da central multimídia (que pode ser expandido com modos Balance, Timeless, Personal e Vivid) permitem que você se aprofunde na personalização), cada um com seu design de interface de usuário específico e, o último, bem na direita, tem controles do sistema de som. Mais abaixo, há sistema de fechamento das portas, o pisca-alerta e dois controles para sistema de ar-condicionado, que complementam os controles em uma área retangular.

O Cooper 2024 ainda tem um painel com faixas em LED por meio de uma barra no painel, assim como no console central e nos painéis das portas. Aliás, estes, tem um desenho bem simples também. Eles trazem superfícies tricotadas em poliéster reciclado criam um ambiente agradável e, ao mesmo tempo, conferem realces específicos com o seu design bicolor. O console central ainda possui um espaço vazado para recarga por indução e entradas USB e tomada 12V. Entre os bancos, existe um fino console central que parece ser em tecido e com uma faixa que possui logotipo MINI.



As linhas claras e o espaço generoso nos bancos dianteiros conferem ao interior uma sensação moderna e arejada, enquanto o teto panorâmico de vidro opcional torna o interior particularmente luminoso e amigável. Os bancos traseiros oferecem a máxima redução e conforto, enquanto os acessórios de carga podem ser convenientemente arrumados num compartimento de arrumação adicional sob o piso da bagageira. Ao rebater o banco traseiro numa proporção de 60/40. Mecanicamente, a nova geração do Cooper estreia com motores puramente elétricos.

O primeiro deles é o Electric (E), que traz motor de 184cv e 29,6kgfm, que permite que ele acelere de 0 a 100km/h em 7,3 segundos e vem equipado com uma bateria de 40,7kWh. Com essa bateria, o hatch tem uma autonomia de 305km, no ciclo WLTP. O hatch ainda possui uma opção S Electric (SE) de motor de 218cv e 33,6kgfm, que faz o hatch chegar aos 100km/h em 6,7 segundos. Equipado com uma bateria maior, de 54,2kWh, o novo Cooper tem uma autonomia de 402km, no mesmo ciclo. O SE possui uma capacidade de recarga da bateria em estações DC de 95kW, que é mais rápido que a capacidade do Cooper E, de 75kW.

Ambos conseguem recuperar a bateria de 10% a 80% em 30 minutos, enquanto que, com um WallBox de 11kW. O hatch ainda possui um novo sistema de suspensão de amortecimento ajustado para um comportamento vigoroso. Em termos de versões, o lineup do Cooper será composto de versões Essential Trim, Classic Trim, Favored Trim e JCW – essa última ainda não apresentada. A versão de entrada tem bancos esportivos pretos, uma faixa têxtil simples no painel e acabamentos prateados. O Classic Trim adiciona bancos em tecido em dois tons para as portas e painel, volante de três em vez de dois raios e estofamento em couro sintético.



Já a Favored Trim possui acabamento houndstooth em dois tons no painel e no tecido das portas, além de bancos esportivos Vescin perfurados e uma grade prateada. A versão JCW terá mais informações em breve. De série, a nova geração se destaca por vir com estacionamento automático oferecidas pelo Parking Assistant, o novo Parking Assistant Plus opcional, 12 sensores ultrassônicos e quatro câmeras de visão surround, o veículo pode identificar possíveis vagas de estacionamento com mais clareza e pode até mesmo iniciar manobras de estacionamento com vagas restritas de forma independente.

Há ainda o sistema de estacionamento manual pode ser transferido para o Parking Assistant Plus, além de ter MINI Digital Key Plus que usa o smartphone para garantir uma experiência de veículo conveniente e personalizada, podendo se tornar a chave do carro, possibilitando a abertura automática do veículo. O MINI App também oferece outras funções que aumentam a segurança do usuário. Com a opção Remote 360, por exemplo, os arredores do veículo estacionado podem ser visualizados na MINI App. Uma câmera no interior fornece uma visão do interior.

Além disso, a função Snapshot oferece a oportunidade de capturar momentos partilhados numa fotografia e carregá-los via WiFi-Direct para o smartphone. A nova geração começa a ser produzida pela joint-venture Spotlight Automotive. A Spotlight nada mais é que é a joint-venture entre a Great Wall Motors e o BMW Group. Aqui, a nova geração deve aparecer até meados do ano que vem.






Fotos: MINI / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Quarta geração do Mitsubishi Outlander virá ao nosso mercado com motor híbrido plug-in

Volkswagen apresenta a ID. Buzz LWB, a versão alongada de sete lugares e de até 335cv

BYD lança promoção para Song Plus com bônus de até R$ 40 mil na rede de concessionárias

Dodge Last Call: marca apresenta as seis de sete séries finais de Challenger e Charger

Porsche comemora melhor trimestre de vendas, com 80.767 unidades vendidas e 18% de avanço

Celta voltará? Chevrolet confirma que não vai desenvolver nenhum subcompacto novamente

Curiosidades: Quantos BTUs possui o ar-condicionado de um carro?

Nova geração do Toyota Corolla surge em meados de 2025, como uma geração evolutiva

BYD apresenta o novo Song Plus na China e SUV chega também na Europa como Seal U

RAM apresenta promoções da Rampage para CNPJ e Produtor Rural com descontos de 6%