Volkswagen confirma investimento em seis novas fábricas de baterias até 2030

Volkswagen AG confirma que vai erguer seis fábricas de baterias na Europa até meados de 2030 em parceria com a PowerCo; primeira fábrica nasce em Salzgitter



A Volkswagen AG (VAG) confirmou que vai erguer um total de seis fábricas de baterias na Europa junto com a PowerCo para a sua nova linha de produtos elétricos. A primeira unidade de baterias será erguida em Salzgitter, na Alemanha, que fica pronta em meados de 2025. A unidade terá uma capacidade de produzir 40GWh de baterias ao ano, com potencial de expansão. Depois disso, o grupo confirmou a expansão para Espanha e Canadá.

Na Espanha, a VAG confirmou ainda que vai erguer a unidade em Valência e, em St Thomas, Ontário, no Canadá (essa seria uma fábrica europeia, mas foi realocada para a América do Norte, depois de benefícios fiscais). Com as seis fábricas, a VAG terá uma capacidade de produzir 240GWh até 2030, permitindo ter uma capacidade produtiva de 3 milhões de carros ao ano. A PowerCo ainda será responsável por atividades de toda a cadeia, desde os valores de baterias até o fornecimento e desenvolvimento de matérias-primas.

A fábrica de Salzgitter, na Alemanha, será a primeira a ser finalizada e vai estabelecer novos padrões de sustentabilidade e inovação. A unidade também será uma das mais importantes que o grupo vai erguer, tendo uma capacidade de produzir 40GWh ao ano, suficiente para abastecer 500.000 unidades de veículos com baterias. Ao mesmo, a unidade de Valência já começou a ser construída e deve ficar pronta em meados de 2026, com uma capacidade inicial de 40GWh, mas que poderá ser expandido para 60GWh.

A unidade espanhola terá um espaço de 130 hectares e o local escolhido ainda possui uma disponibilidade de eletricidade verde e de baixo custo, com um centro regional de investigação e inovação em estrutura de transportes. Para abastecimento elétrico da fábrica espanhola, a VAG confirmou que um parque solar de 250 hectares ajudará a fornecer uma energia limpa. Além da energia solar, a fábrica também vai se aproveitar de energia eólica que também tem na região. Já no Canadá, a terceira fábrica da PowerCo terá fácil acesso a matéria-prima e a eletricidade limpa também.

Com uma produção que estreia em meados de 2027, a unidade será importante exportadora de baterias para as fábricas da América do Norte. “No futuro, haverá um número seleto de padrões de bateria. Através do nosso grande volume e de vendas a terceiros, queremos ser um desses padrões. O gargalo para as matérias-primas é a capacidade de mineração – é por isso que precisamos investir diretamente nas minas.”, disse Thomas Schmall, Chefe de Tecnologia da VW para a Agência Reuters.




Fotos: VAG / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

Volkswagen lança promoção no Brasil para Polo, Virtus, Nivus, T-Cross, Taos, Tiguan e Amarok