Porsche trabalha em um substituto do 918 Spyder, elétrico, que estreia até meados de 2029

Porsche confirma que desenvolve um novo hiperesportivo para substituir o 918 Spyder, que estreia dentro de cinco anos, por conta da tecnologia de baterias 



A Porsche confirmou que já trabalha em um substituto do 918 Spyder, com um novo hiperepsortivo que será apresentado ainda nesta década. O novo modelo estreia dentro de um prazo de cinco a seis anos, por conta da avançada tecnologia de baterias. A informação foi confirmada pelo próprio CEO da Porsche, Oliver Blume, durante entrevista. O novo modelo era cotado a ser apresentado entre 2025 a 2026, mas adicione mais alguns anos e podemos dizer que a estreia acontece até meados de 2029.

O motivo? De acordo com informações, o atraso estaria relacionado com o desenvolvimento de um novo conjunto de baterias, indicando que estaremos diante de um modelo híbrido plug-in (PHEV) ou já puramente elétrico (BEV), o que parece ser mais provável. O que se sabe é que o veículo será eletrificado, até por conta do ano em que ele será lançado. Segundo informações do Motor Trend, a Porsche estaria comprometida em desenvolver baterias de última geração, com alta densidade energética e de carregamento ultrarrápido. E essa tecnologia ainda está em desenvolvimento – o que atrasa sua chegada.

De acordo com Michael Steiner, Membro do Conselho Executivo de Desenvolvimento e Pesquisa da Porsche, esse novo hiperesportivo não começa a ser desenvolvido enquanto essa nova tecnologia ainda não estiver pronta, no que a marca chama de “um estado apropriado para aplicações em carros de estrada no mundo real. Estamos no meio do desenvolvimento de nossa própria célula [de bateria de última geração]. Com a empresa [nossa subsidiária], Cellforce Group, temos amostras [dessas baterias] em células do mesmo tamanho que usamos no Taycan existente. Mostraremos o que poderia ser feito com algumas dessas células em nossos carros de produção em série.”, disse Steiner para a revista.

"Isso [então] precisa ser desenvolvido e levado adiante para que tenhamos pelo menos uma ideia de que poderíamos ter alguns carros de modelo top dentro das linhas de carros existentes com células especiais. E quando formos bons o suficiente em termos de densidade volumétrica de energia – realmente importante para os supercarros – então pode haver uma chance de mostrar o que poderia ser feito na estrada com, digamos, próximo ao [desempenho] ​​de corrida. Então, eu tenho [um carro como esse] em mente, temos isso em mente, mas precisamos de algumas melhorias adicionais [no lado tecnológico] do nosso ponto de vista que façam sentido.", adicionou o executivo.

Steiner ainda confirmou que o desenvolvimento das baterias vai levar cerca de dois anos, ou seja, em meados de 2025 deve ser encerrado essa criação da marca. Só depois disso que o novo cupê da marca será criado. “Ainda não iniciamos um projeto de desenvolvimento de série [hipercarro]. E se fizermos isso, serão mais três a quatro anos [de desenvolvimento necessário depois que a tecnologia da bateria estiver pronta].”, concluiu na entrevista.



Fotos: Porsche / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Volkswagen apresenta as primeiras imagens teaser de um possível Golf GTI Edition 50

Ford tem desconto de R$ 17 mil para a Ranger; Maverick, Bronco Sport e Transit tem promoção

Toyota registra imagens de patente de câmbio manual que simula de 14 marchas no USPTO

BMW lança promoção adicional para iX1 e iX no Brasil até o próximo dia 31 de maio

BMW cogitou produzir 50 unidades da Z4 Touring Coupé Concept, mas desistiu do projeto

MINI revela imagens teaser do desenvolvimento da condução com uso de óculos VR

BMW revela as novas imagens teaser do M5 e M5 Touring, que vão ter mais de 700cv

Jaguar-Land Rover quer construir uma inédita fábrica de bateria para elétricos no Reino Unido

Chery reajusta o preço do Tiggo 5X em R$ 1.000 e Tiggo 7 Sport pode receber primeiro aumento