Ford não descarta a vinda da versão Raptor para F-150, que pode chegar com reestilização

Com confirmação da Ranger Raptor, Ford pode trazer F-150 Raptor no ano que vem; picape é vendida na Argentina e pode vir ao nosso mercado também



A Argentina tem se tornado um mercado que a Ford antecipa muita coisa que virá ao Brasil. Foi assim com a Ranger Raptor e com a segunda geração do Territory. Avistada pelo Jornal do Carro na Argentina, o mesmo pode acontecer mais uma vez com a F-150 Raptor, que é vendida no mercado vizinho e que aqui pode acabar chegando com a reestilização de meia-vida da picape. A versão é uma das mais famosas da picape, trazendo um apelo off-road que nenhuma das suas concorrentes possuem, pelo menos aqui. A confirmação da Ranger Raptor para nós pode também ser um sinal.

Em nosso mercado, a F-150 Raptor facilmente seria o produto mais caro da marca norte-americana, ficando mais cara que o Mustang e a própria F-150 nas suas versões Lariat e Platinum. Vale destacar também que a F-150 Raptor já foi apresentada no Brasil em 2019, em evento, mostrando suas capacidades em nosso mercado. Aqui, a Ford teria apenas que homologar o motor 3.5 V6 EcoBoost que entrega 456cv e 70,4kgfm de torque, mas com todo torque disponível em 3.000rpm ante os 3.500rpm do modelo anterior. O câmbio deve ser apenas o automático de 10 marchas.

A picape ainda teria revelado que ela deve contar com uma capacidade de carga útil na caçamba de 635kg. A capacidade de reboque deve ser 3.719kg. A Ford disse que a picape recebeu um novo esquema de escapamento para melhorar o som e terá quatro modos de condução: Quiet, Normal, Sport e Baja. Há um outro seletor com 7 opções para a condução: Slippery, Tow/Haul, Sport, Normal, Off-Road, Baja e Rock Crawl, que alteram as respostas da transmissão e do acelerador, assim como a firmeza dos amortecedores e outros. Segundo a Ford, eles foram desenvolvidos para a máxima da nova suspensão, como a suspensão traseira, que adota o sistema multilink com cinco braços super-longos e uma barra Panhard.

A Ford ainda deve contar com amortecedores Fox de 3,1 polegadas e uma enorme mola de 24 polegadas, conferindo um curso de 35,5cm na dianteira e 38,1cm na traseira. O curso da suspensão deve ser encontrado na picape com os pneus de 35 polegadas que vem de série, caso o cliente opte por não trocar os pneus de 37 polegadas, que são opcionais. Caso venha com esses pneus, o curso da suspensão cai para 33cm na frente e 35,8cm atrás. Os pneus são da BFGoodrich KO2. Em termos de design, a picape conta com o novo capô com aberturas laterais, grade dianteira diferente com o nome Ford bem destacado e por extenso na grade.

A grade tem três pontos de iluminação na grade, que se conectam com o estilo dos faróis dianteiros. Nas laterais, destaque para os novos para-lamas dianteiros que trazem uma aparência mais robusta e com novos arcos em plástico das caixas de rodas. Na caçamba, há um adesivo com o nome ‘Raptor’. As rodas são de 17 polegadas. Na traseira, a picape conta com uma faixa na caçamba em acabamento plástico preto com o nome Ford bem destacado e em letras garrafais, lanternas levemente modificadas e dupla saída de escape. 




Fotos: Ford / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Toyota Yaris Hatch só ganha nova geração entre 2024 a 2025 na Ásia, depois do sedã e do SUV

Nova geração do Toyota Corolla surge em meados de 2025, como uma geração evolutiva

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 2003!

Oshan aparece no Brasil testando seu utilitário esportivo médio X5; marca será que vem?

Fiat Titano estreia na Argélia primeiro, vazando e antecipando alguns detalhes da nossa

Celta voltará? Chevrolet confirma que não vai desenvolver nenhum subcompacto novamente

Yangwang revela as primeiras imagens oficiais teaser do seu inédito sedã elétrico, o U7

Renault e Nissan passam a ter seguros com Assurant, por meio do intermédio da Mobilize

Scout revela novo teaser e confirma que seus produtos farão estreia no mês de julho