Li revela detalhes do plano estratégico com investimento de cinco novos elétricos

Li Auto confirma detalhes da expansão da sua linha com a chegada de cinco elétricos até meados de 2025; minivan Mega será o primeiro veículo 100% BEV 



A Li Auto, também conhecida apenas como Li, confirmou mais detalhes do seu plano estratégico que prevê a expansão da linha. Atualmente tendo apenas utilitários esportivos praticamente iguais (porém diferentes em tamanho), a Li aposta em produtos elétricos com extensor de autonomia (EREV). Nos próximos meses, a empresa vai começar a apostar em produtos puramente elétricos e a primeira prova disso será a minivan Mega, que já foi antecipada em algumas imagens teaser.

Hoje tendo L7, L8 e L9, a Li revelou durante o Salão do Automóvel de Xangai, na China, um plano estratégico que prevê a estreia de cinco modelos elétricos até 2025, ou seja, a marca promete um ano de 2023 a 2025 agitado. Os elétricos serão desenvolvidos a partir de uma bateria Qilin 4C, da CATL, que é uma das baterias mais modernas do mundo e oferecem autonomia sempre acima de 600km. A marca não revelou muitas informações deste portfólio, mas serão cinco modelos 100% elétricos High Power Charging (HPC). A imagem acima, por exemplo, fala em oito novidades.

Isso acontece porque a marca também terá mais produtos com extensor de autonomia (EREV). Para seus modelos elétricos, a Li ainda desenvolveu um moderno carregador de recarga rápida, para carros com arquitetura elétrica de 800V. Com isso, basta estar 10 minutos plugado neste carregador que ele recupera 400km de autonomia. As principais tecnologias vão ficar por conta de um sistema de acionamento elétrico de alta tensão baseado em semicondutores de potência de terceira geração. Esse carregador será essencial para fornecer energia para baterias com capacidade de carregamento 4C.

Ainda terá um sistema de gerenciamento térmico de ampla faixa de temperatura e uma rede de supercarga 4C. Na China, a Li pretende construir cerca de 300 destas estações de recarga em autoestradas até o final de 2023, cobrindo as quatro principais zonas econômicas da China, expandindo a rede de carregamentos para 3.000 estações até meados de 2025. Cerca de 25 destas estações seriam construídas ainda neste ano de 2023 e já estariam disponíveis para os proprietários de veículos da marca. A Li também fechou parceria com a CATL para ter acesso às baterias Qilin 4C da empresa, que estarão na sua primeira minivan, a Mega.

Além de novos elétricos, a Li trabalha em planos para sua condução autônoma Li AD Max 3.0, com o primeiro veículo 100% autônoma da marca. Os testes desta tecnologia começaram neste segundo semestre de 2023, com os veículos rodando em 100 cidades chinesas. Capaz de funcionar sem mapas, essa condução autônoma da Li vai ter capacidade de perceber, com precisão, decidir e planejar em tempo real, as ações como se fosse um motorista guiando. 



Fotos: Li / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

Ferrari apresenta a SF90 XX Stradale e Spider na Europa, com motor híbrido de 1.030cv