Mitsubishi faz parcerias em busca de mais matérias-primas para veículos eletrificados

Mitsubishi faz investimento para exploração de níquel e lítio para a bateria de modelos híbridos e elétricos, com a chegada de novos eletrificados



A Mitsubishi confirmou que vai investir cada vez mais em modelos eletrificados, de acordo com o seu último plano estratégico, que prevê o desenvolvimento de novos híbridos e elétricos. Para isso, a marca japonesa pretende explorar níquel e lítio para atender a demanda crescente por baterias, seja para veículos híbridos (HEV), híbrido plug-in (PHEV) e elétricos (BEV). A informação foi confirmada pelo CEO do Grupo de Recursos Minerais da Mitsubishi, Satoshi Koyama. Isso será útil para o futuro plano estratégico da marca dar certo.

"Como as empresas de recursos globais e outras estão procurando por lítio e níquel, estamos considerando investir nos dois metais. Estamos verificando que tipo de projetos de níquel chegarão à linha de lucratividade, dados os obstáculos técnicos e problemas de custo", destaca Kayoma para a Agência Reuters. De acordo com a marca, Canadá e Austrália são os prováveis investimentos que a marca japonesa pode fazer dentro de alguns anos. Ano passado, a nipônica investiu na aquisição de 15% da joint-venture com a Giga Metals para a exploração em Turnagain, no Canadá.

A marca também estaria de olho em vários projetos de mineração de lítio, sem mencionar os locais. Koyama confirmou também que uma nova mina deve entrar em operação downstream para transformar o metal em matéria-prima para baterias. Isso deve ocorrer na Austrália e na América do Norte. “Se o acordo for concretizado, poderemos alocar o dinheiro em segmentos de crescimento, como cobre e metais para baterias”. A Mitsubishi também confirma o desejo em aumentar a produção de cobre, expandindo as minas atuais e investindo em novos projetos com potencial.

Na América do Sul, a empresa possui cerca de cinco empresas de minas de cobre onde tem participação, incluindo uma participação de 40% na mina de Quellaveco, da Anglo-American, no Peru. Recentemente, a Mitsubishi e a Anglo American fecharam a assinatura de um memorando de entendimento (MoU) para a colaboração de uma oferta de produtos de cobre que responda à demanda por metais. A parceria também visa impulsionar a rastreabilidade em toda a fragmentada cadeia de valor do cobre, com o objetivo de identificar e medir indicadores de sustentabilidade que as partes interessadas da indústria e os clientes finais considerem mais relevantes e valiosos.

“Estamos estabelecendo colaborações de longo prazo com clientes nas principais regiões geográficas, construindo relacionamentos comerciais bem estabelecidos para ampliar o impacto do nosso compromisso de criar cadeias de valor éticas para nossos produtos além de nossas próprias operações de mineração. Os consumidores em todo o mundo pedem cada vez mais que as suas compras sejam acompanhadas de maior garantia de produção sustentável. O nosso trabalho com a Mitsubishi Materials visa acelerar os esforços para aumentar a visibilidade da proveniência dos materiais utilizados em algumas das principais tecnologias para a vida moderna e melhorar os padrões de vida de uma população global crescente através do desenvolvimento socioeconómico sustentável.”, destaca Paul Ward, Diretor Executivo de Marketing de Metais Básicos da Anglo American.

“Nossa empresa estabeleceu o 'Nosso Compromisso' de 'Para as pessoas, a sociedade e a Terra, circulando recursos para um futuro sustentável'. Construiremos um sistema conectado de recursos metálicos com base em nossos pontos fortes e alcançaremos o crescimento em toda a cadeia de valor, expandindo o escopo, as regiões e a escala de nossas operações. Através da cooperação com a Anglo American, promoveremos esforços para garantir a transparência das informações dos produtos.”, adicionou Nobuhiro Takayanagi, Diretor Executivo Responsável pelo Desenvolvimento Sustentável da Mitsubishi Materials Corporation.



Fotos: Mitsubishi / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

Volkswagen lança promoção no Brasil para Polo, Virtus, Nivus, T-Cross, Taos, Tiguan e Amarok