Suzuki e Applied EV confirmam parceria para desenvolver plataforma para veículos elétricos

Suzuki e Applied EV fecham parceria para o desenvolvimento de uma plataforma de veículos elétricos e autônomos que pode surgir dentro de alguns anos 



A Suzuki confirmou uma parceria com a Applied EV, para o desenvolvimento de uma plataforma para veículos elétricos e autônomos. As duas empresas devem trabalhar nessa plataforma nos próximos anos. As duas empresas já trabalham desde 2021, mas nada que fosse em cooperar para desenvolver algo em comum. O acordo foi assinado na Austrália, na sede da Applied EV, que é uma empresa australiana de tecnologia com pontos fortes em software e eletrônica para veículos autônomos.

A tecnologia criada entre as duas empresas será aplicada ao chassi de um Suzuki Jimny, que vai servir de base para a criação de um motor eletrificado e um software de controle de última geração. Vale destacar que recentemente a Suzuki iniciou o desenvolvimento de uma linha de produtos eletrificados, que não fazia parte dos planos da marca até pouco tempo. Ainda nesta década, a japonesa espera apresentar alguns modelos puramente elétricos. As duas empresas pretendem colocar em produção o Blanc Robot, desenvolvido pela Applied EV, e desenvolver modelos de negócios.

A partir dele, a Suzuki espera expandir a adoção de veículos elétricos autônomos e aumentar o reconhecimento da marca. A Suzuki também fez investimentos em modelos elétricos por meio do fundo de capital de risco corporativo, entre Suzuki e Suzuki Global Ventures. As duas empresas fortalecerão ainda mais o seu relacionamento e promoverão a mobilidade da próxima geração. Em seu recente plano estratégico, a Suzuki confirmou que vai apostar em um total de nove novos modelos, que serão lançados até meados de 2030, sendo um que terá duas opções de motor.

Para isso, a marca confirmou que vai investir cerca de 2 trilhões de ienes, cerca de US$ 15 bilhões nesse plano estratégico. Dos seis lançamentos, são quatro keicars que representam três novos modelos, além de um SUV subcompacto e um possível SUV compacto. Até 2030, a marca ainda espera que as vendas deste mercado sejam 80% de híbridos (HEV) e 20% de elétricos (BEV). Na Europa, o plano estratégico prevê o primeiro elétrico desembarcando na região em meados de 2024, com a promessa de ter cinco lançamentos, mas com um percentual totalmente diferente do Japão, onde 80% das vendas serão de elétricos e 20% de híbridos (HEV).



Fotos: Suzuki e AppliedEV / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

Ferrari apresenta a SF90 XX Stradale e Spider na Europa, com motor híbrido de 1.030cv