Kia confirma que espera produzir 1 milhão de unidades da sua linha comercial PBV até 2030

Kia confirma que pretende vender 1.000.000 de unidades ao ano da sua linha de comerciais leves elétricos, chamados pela marca de PBV, até meados de 2030



A Kia recentemente apresentou as primeiras imagens e informações sobre a sua linha de comerciais leves elétricos, que a sul-coreana chama de Purpose-Built Electric Vehicles (PBV) e que começam a ser lançados nos próximos anos. Sabe-se até o momento que serão cerca de quatro produtos que serão lançados, todos puramente elétricos. A Kia não comenta qual será a ordem de lançamentos, mas estima que até meados de 2030 todos já estejam lançados e ajudando a marca em trazer 1.000.000 de unidades adicionais por ano.

Os veículos serão produzidos por demanda, permitindo que o consumidor possa adaptar a seu gosto do seu comercial leve de acordo com a sua utilidade. Desenvolvidos a partir de uma plataforma tipo Skate, chamada de ‘eS’, ela será dedicada e exclusiva dos comerciais leves e não será aplicada na linha de automóveis. A fábrica destes novos produtos já começou a ser erguida na cidade de Hwaseong, província de Gyeonggi, na Coreia do Sul. Fruto de um investimento de US$ 758 milhões, a unidade terá uma capacidade de produzir 150.000 unidades ao ano e a produção começa no segundo semestre de 2025.

Isso significa que a marca terá que encontrar novas unidades fabris para aumentar a capacidade de produção e atender o que espera vender já em 2030. “Nosso objetivo é nos tornarmos a empresa líder mundial no mercado de veículos especialmente construídos”, disse o Presidente-Executivo da Kia, Song Ho-Sung, em uma entrevista recente ao Nikkei Asia. A fabricação destes PBVs será inovadora com a implementação da nova fábrica com o “método celular” (ou célula), que permite a produção de veículos com base nas diversas demandas dos clientes.

Essa forma de produzir agrupa algumas máquinas ou estações de trabalho para produzir peças semelhantes, com objetivo do método celular, onde se cria um processo de fabricação mais eficiente e flexível, reduzindo a distância que os materiais e produtos precisam percorrer durante a produção do veículo. O primeiro membro da linha PBV será uma van de porte médio e que estreia já em 2025 em sua versão de produção, sendo um modelo destinado para transporte de cargas, atuando em áreas como logística, entrega de alimentos frescos, van de passageiros ou até uma van de luxo com pequenos escritórios.

O último modelo que a marca teve deste nível foi a Besta, que pode ganhar esse sucessor espiritual. O planejamento prevê que serão lançados três modelos da linha PBV, sendo essa primeira van chamada de ‘Large PBV’, mas em sequência serão apresentados os modelos ‘Mid PBV’ (que deve ter um porte de uma Renault Kangoo) e o ‘Micro PBV’, que será um modelo estritamente urbano e compacto de entrega de pequenos objetos. O ‘Mid PBV’ ainda vai ganhar uma opção Robo-Taxi, com condução autônoma. 



Fotos: Kia / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Volkswagen apresenta as primeiras imagens teaser de um possível Golf GTI Edition 50

Ford tem desconto de R$ 17 mil para a Ranger; Maverick, Bronco Sport e Transit tem promoção

Toyota registra imagens de patente de câmbio manual que simula de 14 marchas no USPTO

BMW lança promoção adicional para iX1 e iX no Brasil até o próximo dia 31 de maio

BMW cogitou produzir 50 unidades da Z4 Touring Coupé Concept, mas desistiu do projeto

MINI revela imagens teaser do desenvolvimento da condução com uso de óculos VR

Chery reajusta o preço do Tiggo 5X em R$ 1.000 e Tiggo 7 Sport pode receber primeiro aumento

GWM lança promoção para o Ora 03, com Pacote Tranquilidade e condições de financiamento

Peugeot apresenta a reestilização do 208 na Europa, que ganha opção de motor híbrido