Toyota C-HR ganha segunda geração com motores híbrido e híbrido plug-in de até 223cv

Toyota apresenta a segunda geração do C-HR, que estreia na Europa com motores híbridos com até 223cv e mantém design excêntrico como pilar forte 



A Toyota apresentou a nova geração do C-HR, que estreia no mercado europeu com um design para lá da fora da caixa, ainda mais para um carro da Toyota, que é conhecida por suas linhas tradicionais. Se você acompanha as notícias do mercado brasileiro há mais tempo, vai lembrar que o C-HR era cotado para ser vendido no Brasil e inclusive foi usado como mula de testes para o desenvolvimento do motor 1.8 Hybrid Flex. A primeira geração foi apresentada em 2016.

Agora, é a vez da segunda geração fazer sua estreia. O SUV compacto ganha uma nova geração diretamente ligado ao conceito que antecipa essa segunda geração do modelo. Apresentado em 2022 como C-HR Prologue Concept, a segunda geração do C-HR já tinha ganhado uma boa prévia do que veríamos com essa nova geração. E de fato, a Toyota cumpriu muito do que ele antecipou e minimizou apenas detalhes futuristas demais, algo tipicamente de carros conceitos. Em termos de design, essa nova geração possui inspiração na nova geração do Prius.

Os faróis possuem um desenho em ‘C’ com luzes diurnas (DRL) em LED na parte superior e os faróis principais ficam logo abaixo, com quatro projetores em LED, formando faróis Full-LED. Os faróis se conectam diretamente com um acabamento em preto brilhante que é vertical e está presente nas extremidades da entrada de ar. Esse acabamento preto brilhante esconde uma entrada de ar triangular verticalmente. A entrada de ar inferior recebe um desenho hexagonal, com uma grelha estilo colmeia. Ao centro, ele possui um espaço para a placa e esse acabamento da grade possui dois faróis de neblina nas extremidades inferiores.

O contorno da grade possui um acabamento prateado e ‘U’. Entre os faróis, acima da entrada de ar, existe um vinco bem forte horizontal que acima desse vinco possui o logotipo da Toyota. Esse vinco se conecta com a parte inferior dos faróis. Próximo dos faróis existem vincos verticais que continuam pelo capô e termina próximo da coluna A. Esse vinco define bastante a dianteira, quando ele é visto de frente, sendo esse o único vinco visível no capô. De perfil, o novo C-HR possui novamente um design excêntrico e com um perfil cupê que ficou famosa na primeira geração do SUV.



Vamos por partes para falar da lateral. Ele possui linhas aerodinâmicas na dianteira e um arco de teto suave, que possui um caimento suave a partir do fim da porta traseira. Os vidros laterais acompanham o arco do teto, com uma janela da porta traseira que continua bem compacta, enquanto a carroceria possui vários vincos. As caixas de rodas têm vincos que ajudam a alargar os para-lamas dianteiros e traseiros, além de vincos que surgem do para-lama e outro que nasce da parte inferior das portas e se unificam na porta dianteira, definindo a linha de cintura ascendente do SUV, terminando próximo das lanternas.

A parte inferior da carroceria possui um outro vinco, enquanto as portas tem maçanetas retráteis e retrovisores com base nas portas. Toda a parte inferior da carroceria traz um acabamento em plástico preto e a sensação de vermos um C-HR com um perfil cupê é reforçado principalmente por conta de uma combinação de cores. Note que a carroceria possui um acabamento preto na traseira que reforça a sensação das portas traseiras serem muito compactas. No entanto, isso não passa de uma impressão de imagem. Ele possui uma porta traseira de tamanho bem normal, que fica camuflada por conta dessa pintura – e é possível ver em outras imagens.

Na coluna C, ele possui um acabamento em preto brilhante que conecta os vidros laterais com o traseiro. No para-lama traseiro também está o bocal de combustível. O PHEV possui dois bocais, um em cada lado, sendo um para recarga da bateria. Por fim, as rodas são de 20 polegadas com pneus 245/40 R20. No teto, o SUV possui acabamento em preto brilhante e dois vincos profundos que ajudam a definir o aerofólio traseiro, além de uma antena estilo barbatana de tubarão. Se o consumidor optar pelo teto solar panorâmico, esses vincos do teto são substituídos.

Indo para a traseira, vamos dar destaque ao aerofólio, recém comentado. O aerofólio possui uma parte central mais baixa que acompanham o caimento do teto e tem um vidro traseiro bem inclinado. As lanternas são horizontais, invadem a tampa do porta-malas e se conectam entre si por meio de uma barra iluminada que, ao centro, trazem o nome por extenso ‘Toyota C-HR’, que é iluminado. A tampa do porta-malas ainda traz o logotipo da marca logo abaixo. A tampa do porta-malas possui um vinco horizontal que fica mais evidente nas extremidades, quando estão no para-choque traseiro, onde terminam verticalmente.



A tampa do porta-malas também tem o espaço para a placa e nas extremidades do espaço para a placa existem pequenos vincos verticais que terminam no para-choque. Já o para-choque traseiro, além dos vincos já citados, ainda possui um acabamento em plástico preto com falsas saídas de ar e refletores horizontais. Nas extremidades inferiores, ele tem um acabamento prateado. Internamente, o C-HR possui linhas bem modernas. O SUV possui o quadro de instrumentos com tela digital de 12,3 polegadas, enquanto o volante possui três raios com controles multifuncionais.

O painel possui linhas que continuam nos painéis das portas. A tela da central multimídia tem uma tela de 8,0 ou 12,3 polegadas, horizontal, que possui uma série de conectividades. A central Toyota Smart Connect que possui comandos de voz integrado e conectividade sem fios a smartphones via Apple CarPlay ou Android Auto. A marca também confirma que ele possui o aplicativo MyToyota para smartphone, que controla remotamente as funções do veículo. Nele, o motorista controla o sistema de ar-condicionado para aquecer ou resfriar o carro antes de chegar no veículo.

O app também tem função de estacionamento automático e permitirá o estacionamento totalmente remoto, com o condutor fora do veículo, permitindo manobras ainda mais precisas em espaços limitados. Abaixo da central multimídia, ele possui duas saídas de ar-condicionado horizontais, com botão de pisca-alerta entre as saídas. Abaixo, o SUV possui sistema de ar-condicionado digital Dual Zone, além de controles por botões. Mais abaixo, ele possui mais alguns botões e entradas USB. O SUV também possui Head-Up Display (HUD) acima do quadro de instrumentos e as linhas do painel se conectam com os painéis das portas, num desenho bem moderno.

Nas extremidades do painel estão saídas de ar-condicionado circulares. No console central, ele possui carregador de celular por indução. Ainda no console, o SUV possui uma alavanca de câmbio com um acabamento em preto brilhante e no lado direito possui dois porta-copos. O painel também possui faixas decorativas em LED, como nos painéis das portas, acima das saídas de ar-condicionado central e até mesmo na manopla do câmbio automático, que possuem um total de 64 cores que podem ser escolhidas pelo motorista. O acabamento interno ainda possui bancos com novo tecido, oriundo de garrafas PET recicladas.



Há mais materiais reciclados como para-choque dianteiro formados de um material em resina que é pré-colorido no molde – uma inovação que deverá poupar centenas de toneladas de CO2. O revestimento do teto solar fixo possui revestimentos de baixa emissão e redutores de infravermelho que mantêm o calor dentro da cabine no inverno e evitam o superaquecimento no verão ensolarado. A carroceria também possui novos aços de alta resistência. Desenvolvido a partir da plataforma TNGA-C, o novo C-HR possui 4,360 metros de comprimento, 2,640 metros entre os eixos, 1,830 metro de largura e 1,570 metro de altura, além de um tanque de combustível de 43 litros em todas as versões.

Em termos de motor, o novo C-HR possui o motor 1.8 16v Hybrid que agora desenvolve 152cv e 19,3kgfm, com câmbio automático CVT. Esse motor 1.8 de 98cv e 14,4kgfm junto de um motor elétrico de 95cv e 18,8kgfm. A bateria é de íons de lítio de 4,08kWh. Com esse conjunto, ele acelera de 0 a 100km/h em 9,9 segundos e máxima de 170km/h. Já o 2.0 16v Hybrid (HEV) é formado pelo motor 2.0 16v a gasolina de 152cv 19,4kgfm junto de um motor elétrico de 113cv e 21,0kgfm que juntos desenvolvem 198cv, com tração dianteira, tendo um câmbio automático e-CVT que simula 10 marchas.

Em desempenho, esse motor faz o novo C-HR acelerar de 0 a 100km/h em 8,1 segundos e máxima de 180km/h. O HEV AWD ainda possui um motor elétrico de 41cv e 8,5kgfm é instalado no eixo traseiro e permite que tenha uma tração AWD-i, chamado pela Toyota de E-Four. Ambos usam a mesma bateria de 4,08kWh de íons de lítio. O 0 a 100km/h é feito em 7,9 segundos no AWD-i. O PHEV traz um motor 2.0 16v Dynamic Force a gasolina de 152cv e 19,3kgfm junto de um motor elétrico dianteiro de 163cv, 21,2kgfm de torque e uma bateria de 13,6kWh que dão 223cv de potência combinada.



O PHEV possui uma bateria de 51,0kWh igualmente de íons de lítio e que oferece uma autonomia puramente elétrica de 66km. O desempenho do C-HR PHEV acelera de 0 a 100km/h em 7,3 segundos e máxima de 180km/h. Todos os motores elétricos são síncronos de ímã permanente. O PHEV também possui o Regeneration Boost – uma experiência de condução semelhante a One Pedal – com três níveis de funcionamento – para um progresso mais fácil no trânsito urbano. O GR-Sport, o C-HR possui uma grade dianteira estilo colmeia com o logotipo GR-Sport no lado direito e novas rodas de liga leve de 20 polegadas com desenho mais esportivo.

No interior, as novidades ficam por conta do acabamento Liquid Black no console central e bancos dianteiros esportivos com o logotipo GR gravado nos encostos de cabeça. De série, ele será vendido com o pacote Toyota Safety Sense de recursos de segurança ativa e assistência ao condutor. O pacote possui Supressão de Aceleração, o Proactive Driving Assist (PDA), Steering Assist, Assistente de Mudança de Faixa com Alerta de Trânsito Cruzado Frontal, uma Câmera de Monitoramento do Motorista (melhorando o desempenho do EDSS), um Sistema Automático de Máximos com controle de câmera para ajustar a distribuição de luz.

A lista também possui Head-Up Display (HUD), sistema de áudio premium JBL, bancos de couro perfurado com costura contrastante em enxofre, teto panorâmico e outros. O novo C-HR terá cores Precious Silver, Scarlett Flare, Pure White, Silver Metallic, Decuma Grey, Scarlett Flare, Midnight Teal, Deep Amethyst, Sulphur, Ash Grey e Eclipse Black. A maioria tem opção de ter teto bitom, enquanto algumas opções são oferecidas apenas com o teto pintado em preto. Ele será produzido na fábrica de Sakarya, na Turquia, de onde será enviado para os demais países da Europa. Ele será vendido na Europa com preço inicial de 35.000 euros. 






Fotos: Toyota / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Volkswagen apresenta as primeiras imagens teaser de um possível Golf GTI Edition 50

Ford tem desconto de R$ 17 mil para a Ranger; Maverick, Bronco Sport e Transit tem promoção

Toyota registra imagens de patente de câmbio manual que simula de 14 marchas no USPTO

BMW lança promoção adicional para iX1 e iX no Brasil até o próximo dia 31 de maio

MINI revela imagens teaser do desenvolvimento da condução com uso de óculos VR

BMW cogitou produzir 50 unidades da Z4 Touring Coupé Concept, mas desistiu do projeto

BMW revela as novas imagens teaser do M5 e M5 Touring, que vão ter mais de 700cv

Jaguar-Land Rover quer construir uma inédita fábrica de bateria para elétricos no Reino Unido

Chery reajusta o preço do Tiggo 5X em R$ 1.000 e Tiggo 7 Sport pode receber primeiro aumento