BMW volta a priorizar carros elétricos e espera duplicar volume de vendas nos próximos anos

BMW espera duplicar volume de vendas de carros elétricos a medida que novos produtos vão sendo lançados, destaca executivo durante entrevista



Desde a apresentação da linha ‘i’, com i3 e i8, a BMW vem apostando cada vez mais em uma linha de produtos elétricos, por mais que a dupla tenha sido apresentada como elétricos com extensor de autonomia. Agora, a alemã vem apostando basicamente apenas em elétricos e desde então já existem i4, i5, i7, iX1, iX2, iX3 e iX na linha da marca. E a marca quer avançar nas vendas destes veículos elétricos com a aposta que, novos modelos, vão ajudar ainda mais neste crescimento.

De acordo com o CEO da BMW na América do Norte, Sebastian Mackensen, em entrevista ao Automotive News, disse que a prioridade da marca é a transição para veículos puramente elétricos. Para isso, o executivo confirmou que a marca apresentará mais sedãs e utilitários esportivos elétricos, podendo até mesmo ter novos produtos de novos segmentos com a opção de motor – como é o caso da nova geração do Série 1, por exemplo, que terá um i1. Mackensen destacou que, a curto prazo, o foco da BMW é "a transição dos negócios para expansão da gama de veículos elétricos a bateria".

Em 2022, por exemplo, as vendas da BMW na América do Norte tiveram 5% de veículos elétricos, mas o executivo confirmou que essa participação de mercado vai dobrar em questão de alguns anos. "Ainda há uma demanda saudável e robusta por híbridos plug-in, mas os elétricos impulsionarão a demanda a longo prazo", adiciona. Para isso, é necessária uma atenção na infraestrutura destes veículos, não só da BMW, mas de todos de um modo geral. Em entrevista ao site, Mackensen demonstrou a preocupação e pediu para que se tenha uma maior atenção na parte de infraestrutura.

"Veículos elétricos precisam ser carregados. Os donos não podem ir a um posto de combustível e carregar em três minutos. Portanto, precisamos de infraestrutura", disse. Apesar disso, o executivo entende que a grande maioria dos consumidores ainda buscam um veículo a combustão e outros já são clientes de híbridos plug-in (PHEV). "Não precisamos dizer a todos os clientes que entram em nossas lojas e querem comprar um Série 3 que devem migrar para um i4. Oferecemos opção e variedade", finaliza. A BMW já confirmou que a plataforma Neue Klasse será uma peça fundamental de uma nova geração de elétricos que surgirão nos próximos anos. 



Fotos: BMW / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Chevrolet terá Feirão de Fábrica neste final de semana em São Caetano do Sul e promoções

BMW lança novo Série 5 no Brasil, com versão híbrida 530e, que estreia por R$ 574.950

Porsche apresenta seu novo logotipo para comemorar os 75 anos de fundação da marca

Toyota investe mais R$ 160 milhões na fábrica de Sorocaba (SP) com novo Centro de Peças

Hongqi revela oficialmente a segunda geração do HS3 na China, com motor de até 252cv

BYD King é o batismo global do Destroyer 05 e chega para colocar Toyota Corolla na mira

BYD tem promoção 'DiaE' neste sábado, 22/06, com Dolphin por R$ 135.300, com bônus

GM confirma que carros compactos elétricos e lucrativos vão demorar um pouco mais

Toyota apresenta atualização para o catálogo de versões da Hilux, com fim da versão SRX