Postagens

Mostrando postagens com o rótulo JLD

Jaguar-Land Rover confirma desenvolvimento de dispositivo contra enjoo ao rodar do veículo

Imagem
A Jaguar-Land Rover confirmou que deve desenvolver um novo dispositivo, que deve reduzir as chances dos ocupantes do carro enjoar. Segundo o grupo inglês, os novos modelos serão programados para seguir rotas e estilo de guiada, que reduzem o impacto do enjoo do movimento. Isso significa que a marca deve criar uma pontuação de bem-estar e, com isso, conseguiu uma redução de até 60% no enjoo de movimento. Esse sistema já rodou cerca de 20 mil milhas (32.000km) no mundo real e terá simuladores para calcular parâmetros de dirigibilidade. O carro deve otimizar a sua tocada baseado nas informações que serão coletas pelo sistema. O sistema deve contar com sistema de aceleração, frenagem e posição em faixa como principais ações para evitar enjoo nos ocupantes. Segundo a empresa, a náusea afeta mais de 70% da população ao redor do mundo. "A mobilidade está se transformando rapidamente e precisamos aproveitar o poder dos carros autônomos para alcançar nossa meta de zero acidente e zero cong

Ineos ganha ação judicial da JLR; Land Rover tinha entrado com processo por conta do Grenadier

Imagem
Depois de entrar com um processo judicial contra a Ineos, a Jaguar-Land Rover perdeu judicialmente após dizer que o Grenadier era, na verdade, uma cópia do antigo Land Rover Defender. O Land Rover disse que o modelo era uma cópia do Land Rover Defender até 2017 pela marca. Com isso, a JLR entrou com uma ação para impedir a comercialização do Ineos Grenadier na Europa, alegando similaridades entre os dois modelos, o que caracteriza como plágio. De acordo com o Escritório de Patentes do Reino Unido, definiu que os modelos não são tão parecidos assim como a Land Rover cogita. Com isso, a ação judicial da marca inglesa foi negada e o carro da Ineos poderá ser vendido sem impedimentos jurídicos. De acordo com a Land Rover, a marca se mostrou decepcionada com a decisão da justiça britânica nesse caso, que alega ter o desenho de patente do antigo Defender em vários países. Visualmente, o Ineos Granadier conta com linhas bem “quadradonas” do seu design, com faróis e grade dianteira num mesmo c

JLR confirma desenvolvimento de nova central multimídia, controlada por gestos

Imagem
A Jaguar-Land Rover confirmou que deve criar uma parceria com a Universidade de Cambridge, no Reino Unido, para uma nova central multimídia para os carros das marcas. De acordo com os ingleses, a nova tela deve contar com funcionalidades sem a necessidade de contato touchscreen. De acordo com a JLR, a nova tela terá a função de manter os motoristas focados no tráfego e limitar a propagação de bactérias e vírus. A tela ainda deve contar com sensores que monitoram o motorista, incluindo rastreadores de gestos, olhares e sensores de radiofrequência. Com isso, cada função pode ser selecionada apenas passando o dedo da área indicada na tela. O sistema de inteligência artificial deve descobrir qual a função que o motorista pretende executar e existe a tentativa que a solução seja de diminuir o tempo que o motorista interaja fisicamente com o sistema de entretenimento. "As telas sensíveis ao toque e outras telas interativas são algo que a maioria das pessoas usa várias vezes por dia,

Jaguar-Land Rover deve diminuir a sua gama de produtos e rever plano estratégico

Imagem
A Jaguar-Land Rover confirmou que trabalha para diminuir a sua linha de produtos dentro de alguns anos. Além de desenvolver as novas gerações de Jaguar XF e Jaguar XJ, além de uma nova geração do Land Rover Range Rover Vogue, a JLR confirmou os problemas financeiros podem afetar que os planos das marcas inglesas mantenham o mesmo lineup atual. A Jaguar-Land Rover confirmou que deve fazer uma análise do mercado e tentará determinar se as vendas globais se recuperarão rapidamente da pandemia de Corona Vírus. Se as indicações forem positivas, ela deve decidir se vai tirar alguns modelos de linha. "No caso da JLR, precisamos esperar mais algumas semanas para entender melhor isso. Não queremos reagir às manchetes dos jornais para decidir a estratégia de longo prazo a decisão nos impactará daqui a três a quatro anos" , disse PB Balaji, Diretor Financeito da Tata Motors, dona da JLR. A informação foi revelada em uma conferência em 15 de junho. Isso deve acontecer porque alguns p

Jaguar-Land Rover pode criar parceria com a BYD para ter acesso a baterias para elétricos e híbridos

Imagem
A Jaguar-Land Rover pode estar próxima de fechar uma negociação com a BYD para a aquisição de baterias para seus carros elétricos e híbridos. De acordo com informações, a área potencial da parceria pode ser o uso de baterias da BYD nos novos modelos híbridos plug-in da marca, assim como a BYD estuda a possibilidade de erguer uma fábrica no Reino Unido para a produção de baterias e vende-las para as marcas próximas que queiram usar as baterias. Tudo indica que as baterias dos modelos híbridos e JLR devem ser produzidas no novo Centro de Montagem de Baterias no Hams Hall, a partir deste ano, com capacidade de produção de 150 mil unidades por ano. Rumores também confirmaram que a JLR e a BYD estudam uma parceria em sistemas de propulsão elétrica, apesar de ser bem mais interessante a parceria de compra das baterias da BYD por parte da JLR. Recentemente a Land Rover apresentou Discovery Sport e Range Rover Evoque com a versão P300e, equipadas com motor 1.5 12v Turbo a gasolina que de

No futuro, divisão SVO de Jaguar-Land Rover deve desenvolver versões esportivas de elétricos

Imagem
Atualmente responsável pelo desenvolvimento de versões de alto desempenho das marcas Jaguar-Land Rover, a SVO pode acabar virando a divisão de carros elétricos da JLR. A Special Vehicle Operations deve começar a desenvolver modelos híbridos e elétricos em um futuro próximo. A nova geração do Jaguar XJ é a principal candidata a ter uma versão SVO desenvolvida a partir de um modelo puramente elétrico, uma vez que o I-Pace foi descartado para receber uma versão esportiva. "Nós estaremos desenvolvendo versões eletrificadas de nossos carros, sejam híbridos totalmente eletrificados ou plug-in. O I-Pace não está nesse caminho, mas existem várias outras coisas em que estamos trabalhando, das quais não podemos falar." , disse Michael van der Sande, Diretor Administrativo da SVO da Jaguar-Land Rover, em entrevista ao Auto Express . Ao que tudo indica, o não desenvolvimento de uma versão elétrica do I-Pace estaria ligado ao fato de que a plataforma do modelo foi projetada sobre medida e

Jaguar-Land Rover deve lançar mais três elétricos até 2021: vem aí XJ, J-Pace e Road Rover

Imagem
A Jaguar-Land Rover confirmou que deve desenvolver três novos modelos elétricos que serão lançados até o final de 2021. O processo de eletrificação da marca deve crescer nos próximos anos, apostando em carros puramente elétricos, que devem ser produzidos na unidade de Castle Bromwich, que deve produzir o novo XJ, previsto para ser lançado em 2021, que deve ser um sedã puramente elétrico. A mesma fábrica ainda deve apresentar o J-Pace, o maior SUV da Jaguar, que deve ser apresentado com um motor elétrico e se posicionar acima do I-Pace dentro da linha da Jaguar. No entanto, o novo modelo pode contar com opção de motores a combustão como opção. O J-Pace ainda deve usar a mesma mecânica elétrica do novo XJ, além de um novo modelo da Land Rover, conhecido internamente como Road Rover. Esse novo modelo deve ser um SUV aos moldes do Jaguar I-Pace, desenvolvido sobre a plataforma MLA. Esse novo modelo da Land Rover deve ser apresentado também em 2021, assim como o J-Pace. A mesma platafor

Jaguar-Land Rover apresenta o Project Vision Vector Concept, com condução autônoma

Imagem
A Jaguar-Land Rover apresentou o Project Vision Vision Concept, um conceito bastante futurista que antecipa um carro autônomo. O compacto possui um design parecido com o de um furgão futurista, que estamos acostumados a ver em filmes, séries e clipes. Com quatro metros de comprimento (parece maior, não?), ele possui motor e baterias no assoalho. De acordo com as marcas, o modelo possui uma cabine configurável e pode ter assentos para uso compartilhado ou individual. O Vector ainda pode ser desenvolvido para uso comercial. A Jaguar-Land Rover pretende que o carro transforme “as sociedades em lugares mais seguros, saudáveis e limpas”. Com o motor e as baterias no assoalho, a JLR teve a criatividade solta para o desenvolvimento do conceito. Tanto que ele foi projetado aproveitando o máximo do espaço interno e com paredes envidraçadas praticamente planas que aprimora o espaço interno. De acordo com o grupo britânico, essa plataforma flexível permite a utilização de inúmeras configuraçõ

Jaguar-Land Rover confirma que deve diminuir ritmo de produção de suas fábricas na Inglaterra

Imagem
A Jaguar-Land Rover (JLR Group) confirmou que deve diminuir a capacidade produtiva das marcas britânicas. Depois da queda nas vendas na China, as duas confirmaram à Agência Reuters que a queda nas vendas é o principal motivo dessa diminuição da capacidade produtiva. Depois de ver as vendas caírem 2,3%, a nível global, no último trimestre de 2019, ela deve se adequar com a nova realidade e atender a demanda por seus carros. Isso deve ser um dos principais pontos que deve fazer com que a JLR diminua em bilhões de libras esterlinas e prepara o grupo para enfrentar uma situação pior. Com muitos dos seus carros com motor diesel, a JLR migra para a eletrificação em passos mais lentos que a concorrência e vê sua operação na China em queda. A diminuição da capacidade de produção para se adequar a essa nova demanda é o primeiro passo para evitar algo pior. Controlada pela Tata Group, foi confirmado que a fábrica de Castle Bromwich, na Inglaterra, deve produzir quatro dias por semana. Já a u

Jaguar-Land Rover busca parcerias para desenvolver novos motores e plataformas

Imagem
A Tata não nega que tem passado dificuldades em fazer a dupla Jaguar-Land Rover rentável. As marcas britânicas perderam vendas e começaram a operar no negativo. No entanto, a Tata disse que não deve vender as marcas. O que deve ser feito é uma força tarefa para fazer com que a JLR volte a ser lucrativa. De acordo com o Presidente da Tata Group, Natarajan Chandrasekaran, admitiu em entrevista ao Bloomberg que as marcas buscam parceiros, mas não estão à venda. “Não iremos vender. O setor automotivo é um negócio-chave para nós. As empresas automotivas são as que mais geram receitas no nosso grupo” , disse Natarajan. Com as vendas caindo 50% na China, a situação do Brexit do Reino Unido e problemas internos criados pela própria JLR que a Tata agora corre para sanar. “Não somos investidores. Nós, do Grupo Tata, administramos empresas. Não queremos apenas vender uma parte da Jaguar Land Rover e perder o direito de opinar na tomada de decisão. Assim que conseguirmos estabilidade, vocês i

BMW estaria pronta para comprar a Jaguar-Land Rover por cerca de 9 bilhões de libras

Imagem
Você deve se lembrar que há pouco tempo foi dito aqui no Conexão Automotiva que a Jaguar-Land Rover estava se afundando em dívidas dentro do Grupo Tata. Com isso, logo surgiram rumores que os indianos queriam vender a JLR, o que foi logo desmentido. No entanto, de acordo com um relatório para seus clientes, a Corretora Bernstein revelou que a BMW estaria pronta para comprar as duas marcas inglesas por cerca de 9 bilhões de libras, cerca de R$47 bilhões. A marca alemã estaria super capitalizada e pronta para efetuar a compra. “A BMW atingiu os limites de crescimento para sua linha de produtos e marca. Os retornos sobre o capital de uma nova expansão parecem questionáveis. Por outro lado, a JLR poderia ser adquirida com um desconto no valor contábil. Com a ajuda da BMW, ela poderia retornar à lucratividade” , informou a relatório. De acordo com o documento, a BMW poderia rapidamente reduzir os custos de produção e investimento da JLR e aumentar as margens de lucro, que é o que a empr

Jaguar-Land Rover desenvolve head-up display 3D em parceria com universidade no Reino Unido

Imagem
A Jaguar-Land Rover (JLR) revelou o desenvolvimento de um head-up display com tecnologia 3D. O projeto vai ser desenvolvido em parceria com o Centro de Fotônica Avançada e Eletrônica da Universidade de Cambridge, no Reino Unido. De acordo com a JLR, o head-up display deve trazer realidade aumentada para exibir as informações da estrada em frente ao motorista, como se fossem placas de trânsito de verdade. De acordo com a empresa, as informações são apresentadas naturalmente. Atualmente a grande maioria dos head-up displays contam com telas bidimensionais interativas, que deixam o motorista mais suscetível a distrações, exibindo ainda alertas de segurança, mudanças acidentais de faixa na estrada, detecção de risco, que serão colocados como sinal de alerta na central multimídia ou na tela do quadro de instrumentos. O head-up display 3D ainda pode mostrar orientações de navegação GPS sobrepostas ao campo de visão do condutor. A JLR ainda deve apresentar uma técnica de posicionamento da

Jaguar-Land Rover desenvolvem SUVs compactos e novas gerações com plataforma da BMW

Imagem
A Jaguar-Land Rover (JLR) fez recentemente uma parceria para a BMW para criar veículos elétricos. No entanto, de acordo com o site Wards Auto, essa parceria deve ir além de carros elétricos. Ao que tudo indica, a cooperação entre JLR e BMW devem adotar também os motores da BMW. Já a revista Autocar ainda descobriu que há estudos para usar também a plataforma UKL1, a mesma usada para Série 1 e X1, por exemplo. Essa plataforma seria usada para o desenvolvimento das novas gerações de Discovery Sport e Range Rover Evoque. Segundo a publicação, a JLR ainda queria desenvolver um novo SUV, de porte compacto como o X1, e uma variante cupê usando a plataforma FAAR da BMW, uma variante da base UKL1, mas preparada para carros com motores elétricos e híbridos. Na Jaguar, essa plataforma ainda poderia ser usada. Vale lembrar que os carros desenvolvidos na Land Rover, em especial os SUVs, possuem seus pares na Jaguar. E, não cabe deixar esquecido que a marca também confirmou que estuda o desenv

JLR pode ter fechado parceria com a BMW por uso de motores a combustão

Imagem
Parece que a Jaguar-Land Rover fechou uma parceria com a BMW Group para usar os motores do grupo alemão nos próximos anos. A aliança entre os dois grupos automotivos veio depois de uma parceria também para motores e soluções para carros elétricos, que parece ter sido o caminho inicial para expandir a parceria. Segundo o site Wards Auto , há grandes chances de o grupo britânico passar a ter acesso aos propulsores da marca alemã nos próximos anos, caso o estreitamento da aliança seja concretizado. O movimento é descrito como um "acordo mais abrangente envolvendo motores gasolina, diesel e transmissões híbridas" e poderá gerar vantagens significativas para os dois lados. Para a JLR, o benefício parece ser um pouco melhor devido ao momento financeiro que o grupo inglês vem passando. Sem condições de desenvolver uma nova geração de motores a combustão, a Jaguar-Land Rover pode acabar usando os motores da BMW Group, lhe dando uma economia em escala. Ao que tudo indica, o motor

JLR amplia seu futuro elétrico com investimento e confirma que grupo não está à venda

Imagem
A Jaguar-Land Rover (JLR) veio a público confirmar o seu momento financeiro delicado. Depois de atravessar um momento de perdas financeiras, o grupo britânico continuará nas mãos da Tata e disse que não está à venda. Em entrevista ao Auto Express , Ralph Speth, CEO da JLR, desmentiu os boatos de venda das marcas por parte da Tata. "Hoje é muito simples. A Jaguar Land Rover não está à venda" , disse. Meses atrás, circulou no mercado a possibilidade de a empresa ser adquirida por grandes conglomerados, como já estava sendo cogitado. O executivo ainda confirmou que o momento não é o dos melhores, mas lembra que FCA e PSA também passara por crises recentes – inclusive ambas estariam interessadas na JLR. "No passado, a JLR poderia ter escolhido comprá-las se quisesse. Somos de propriedade da Tata da Índia. É assim que as coisas vão ficar. A Tata – com a Jaguar e a Land Rover – é líder, produzindo produtos de destaque que já ganharam um total de seis World Car Awards nos ú

BMW Group e JLR anunciam parceria para desenvolvimento de tecnologias e eletrificação

Imagem
A parceria entre Jaguar-Land Rover (JLR) e BMW Group está em fase de embrião. As duas marcas devem desenvolver tecnologias para mobilidade urbana e principalmente para eletrificação. A cooperação entre ambas vai ao encontro de compartilhar expertise e recursos para o desenvolvimento de novas tecnologias de condução autônoma, conectividade, eletrificação e serviços compartilhados (ACES). Depois de três anos desde o lançamento do Number One, a BMW segue no caminho do desenvolvimento de novidades para mobilidade eletrificada. Junto com a JLR, a união de forças vai de encontro ao desenvolvimento de uma nova geração de utilidades motrizes elétricas durante o avanço de tecnologias de eletrificação necessárias para consolidação do futuro de ambas as marcas. Da BMW, o grupo bávaro conta com forte desenvolvimento de motor elétrico, transmissão e gerenciamento eletrônico em um único compartimento. E esta tecnologia não utiliza as chamadas ‘terras raras’ – um conjunto de 17 elementos químicos

Grupo VAG e PSA estariam interessados em comprar Jaguar-Land Rover da Tata

Imagem
Apesar da Tata dizer que a Jaguar-Land Rover não estar à venda, o grupo indiano deve sofrer ofertas de grandes grupos automotivos. Até o momento, a PSA e a Volkswagen sinalizaram interesse nas marcas inglesas. Do lado dos franceses da PSA, Carlos Tavares, CEO do grupo, estaria disposto a investir na compra da marca e ajudar em seu lado financeiro, diminuindo os custos e elevar o lucro das marcas. Vale destacar que a PSA vem adquirindo marcas da Europa com o intuito de aumentar a sua rentabilidade no setor automotivo. Depois de comprar Opel e Vauxhall da GM, a PSA estaria de olho nas marcas que hoje são parte do Grupo Tata. Segundo o Autocar Índia, Tavares disse que está “aberto a todas as possibilidades” , porém, um eventual negócio com a Tata Motors, envolvendo as duas marcas inglesas, não pode ser uma “distração” para a PSA. Não muito distante da França, na Alemanha o Grupo Volkswagen estaria preparando uma aposta de 35 bilhões de libras esterlinas para a Tata em troca das marcas

Tata nega a venda da JLR após acúmulo de prejuízos do último trimestre de 2018

Imagem
FOTO: CarGuide A Tata veio a público confirmar que não vai vender a JLR (Jaguar-Land Rover). Depois do cancelamento do Range Rover SV Coupé e do Discovery4 SVX, ambos da Land Rover, o grupo britânico confirmou que o cancelamento dos dois projetos estariam ligados diretamente à problemas financeiros da JLR, agravados com o Brexit. Só no último trimestre de 2018 foram 3,4 bilhões de euros em prejuízos, crise aumentada pela queda de 35% nas vendas da China. De acordo com um relatório da Bloomberg , a Tata buscava três soluções: vender totalmente os ativos para outro fabricante, ceder uma parte das ações minoritárias ou mesmo buscar um parceiro para reduzir as despesas. Após o relatório, a Tata veio a público dizer que: “Não há verdade nos rumores de que a Tata Motors está tentando se desfazer de sua participação na JLR”. Para amenizar os prejuízos, a Tata resolveu fazer com que a fábrica da Eslováquia seja o porto seguro das marcas, visto que a unidade do Reino Unido, prejudicada pe

Motivada pela China, Grupo JLR perde US$4 bilhões e ativa o sinal de alerta na Tata

Imagem
A Jaguar-Land Rover confirmou que perdeu cerca de US$4 bilhões em 2018, justificando a queda de 30% nas vendas na China. O Grupo JLR viu as vendas caírem quase pela metade nos últimos meses de 2018, que ativeram o sinal de alerta dentro do grupo britânico. Controlado pela Tata, o grupo ainda deve receber o baque do Brexit com a saída da Inglaterra da União Europeia. Recentemente, a Land Rover sofreu com a queda de interesse por modelos diesel e vem trabalhando no desenvolvimento de novos carros com motores híbridos e futuramente em elétricos. Com isso, a Tata vai deixar de usar as previsões de mercado para avaliar suas decisões. Segundo o Chefe do departamento Financeiro da Tata, PB Balaji, disse que a empresa “está tomando decisões para melhorar a competitividade da JLR, reduzir custos e melhorar o fluxo de caixa.” . Recentemente, a JLR ainda passou por mudanças na estratégia na China, preferindo mais o lucro do que a quantidade de unidades vendidas. O início das vendas da nova ge

JLR confirma desenvolvimento de mais híbridos plug-in e elétricos até 2020

Imagem
A JLR confirmou que deve apresentar mais carros elétricos e híbridos até o final de 2020. Atualmente, a Jaguar conta com o elétrico I-Pace e a Land Rover conta com Range Rover Sport e Range Rover Vogue híbridos. Segundo James Barclay, Diretor de Equipe da Panasonic-Jaguar Racing, responsável pelo campeonato I-Pace Trophy, disse ao iCarros que as marcas já trabalham em mais lançamentos eletrificados. De acordo com Barclay, a JLR trabalha no desenvolvimento de híbridos plug-in e elétricos: “vamos introduzir em nosso portfólio carros híbridos, híbridos plug-in e elétricos. Em 2020, você nos verá tendo modelos com essa tecnologia.” . Apesar de falar em elétricos/híbridos, James também acredita que “carros a combustão são muito importantes para nós agora e no futuro próximo, então isso continua. Temos carros a diesel com consumo fantástico e baixo nível de emissão. Para nossos consumidores, teremos escolhas entre modelos a combustão, híbridos e totalmente elétricos” . A nova geração do

Postagens mais visitadas deste blog

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Ferrari apresenta a SF90 XX Stradale e Spider na Europa, com motor híbrido de 1.030cv

Toyota dá a entender que o Celica pode ressurgir como cupê esportivo criado pela GR