Rivian trabalha no desenvolvimento de modelos menores que vão aumentar as vendas

Rivian já trabalha no desenvolvimento de modelos mais compactos, com os modelos R2S e o R2T, que serão modelos menores que a dupla R1S e R1T



A Rivian confirmou que está trabalhando no desenvolvimento de uma nova linha de produtos, que serão menores que R1T e R1S. Os novos modelos são chamados de R2T e R2S e serão desenvolvidos junto com a Electric Delivery Van (EDV), que está em desenvolvimento com a Amazon. Os dois produtos eram esperados para serem lançados em meados de 2025, mas devem ficar para meados de 2026, a fim da unidade de Geórgia ficar pronta.

A dupla será construída a partir da nova base R2 (ainda em desenvolvimento) e foi confirmado no ano passado, em junho. Os dois lançamentos promoverão um aumento na produção da Rivian, com uma linha de produtos mais acessíveis. A marca confirmou que os dois novos modelos ainda terão tecnologia de inteligência artificial, atendendo um público mais jovem e um estilo que será mais tradicional que a dupla R1T/R1S. Dos irmãos mais velhos, os novatos também vão trazer repetir algumas soluções.

A primeira delas será a mecânica, que terá um motor elétrico no eixo dianteiro e outro motor no eixo traseiro, formando uma tração 4WD. Outra opção é que a dupla pode vir com quatro motores elétricos. No entanto, por serem menores, os produtos podem receber motores mais fracos, possivelmente entre 400cv a 600cv, enquanto os atuais R1T e R1S tem entre 600cv a 835cv. Sabe-se ainda que as novidades ainda vão contar com uma plataforma de arquitetura eletrônica de 800V, usando materiais mais leves.

Ambos serão produzidos na nova fábrica de Atlanta, no estado da Geórgia, nos Estados Unidos. Informações dão conta que essa será uma das maiores fábrica do estado e, nos próximos 25 anos, a fábrica deve ter uma redução de US$ 700 milhões em impostos, além de US$ 476 milhões em créditos fiscais estatuários, mas só se conseguir cumprir a promessa de empregar cerca de 7.500 funcionários até 2028. A Rivian, como maior interessada na história, vem trabalhando para que possa permitir as vendas diretas nos últimos dois a três anos.

A nova unidade precisará de investimentos de US$ 5 bilhões e tem previsão de ficar pronta em meados de 2024. É possível também que a nova dupla não dê apenas maior volume de vendas nos Estados Unidos, mas permita também que a marca vá para outros mercados, como, por exemplo, a Europa. Por lá, a Rivian tem mais chances de atingir consumidores aptos a comprar modelos que não precisem ser as enormes picapes, como é a mania norte-americana. 



Fotos: Rivian / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Volvo lança promoção do EX30 no Brasil, além de condições para XC40, C40, XC60 e XC90

Volkswagen inicia as vendas do Nivus Sense também para pessoas físicas por R$ 119.990

Iveco já trabalha na homologação do eDaily, que chega ainda neste semestre no Brasil

Mercedes-Benz atualiza itens de série do Classe E no Brasil e fica R$ 61 mil mais barato

Volkswagen registra imagens de patente do ID.7 S na China, que será da joint-venture SAIC-VW

Baojun apresenta a chegada do Yunduo na China, o concorrente direto do BYD Dolphin

Iveco lança o eDaily no Brasil, contra o Ford E-Transit, em três versões e parte de R$ 549.000

BYD lança promoção '48 Horas Eletrizantes' e tem condições até o final deste mês

Curiosidades: Você sabe o que é uma direção subesterçante?

JAC Hunter é uma das apostas da marca chinesa para este segundo semestre no Brasil