BYD King é o batismo global do Destroyer 05 e chega para colocar Toyota Corolla na mira

BYD King é o nome global do Destroyer 05, apresentado em 2021 na China com um motor híbrido plug-in e que começa a ser vendido no Brasil ainda em junho 



O Song Plus não deve ser o único híbrido plug-in (PHEV) em linha no Brasil. Quando a marca trouxe o SUV médio no país, a marca comentava que novos híbridos seriam lançados em nosso mercado e isso vai acontecer com um sedã médio. Para colocar a Toyota na alça de mira com o Corolla, a marca mudou seus planos ao deixar de lado o Qin para apostar no Destroyer 05. O sedã médio foi lançado na China em 2021 e foi registrado no INPI, aqui no Brasil, já em 2022.

Desde então, o sedã só esperava a chegada de seus irmãos elétricos, inclusive apresentados após o sedã médio, como é o caso do Dolphin Mini, que em menos de um ano chegou aqui. O Destroyer 05 seria um batismo um tanto com estranho para o nosso mercado e outros em que ele será vendido. E a escolha recaiu sobre o nome King, que será o batismo usado na América do Sul para o sedã, aqui e em outros mercados além da China. A internacionalização do Destroyer 05 começou mesmo no início deste ano, em janeiro, quando ele foi apresentado como King em um evento na China.

Em abril deste ano, o sedã começou a ser visto em fase de homologação (como mostra a publicação abaixo, do jornalista João Anacleto). Aqui, o King chegará com duas versões e começa a ser vendido ainda neste mês de junho, para fazer companhia ao Song Plus e voltar ao foco da marca na chegada de híbridos – que ainda terá um novo SUV médio e uma picape média. O sedã virá com uma mecânica híbrida DM-i, que usa o motor 1.5 16v que entrega 110cv e 13,4kgfm junto de um motor elétrico EHS e com bateria Blade com dois tamanhos. Juntos, os motores podem desenvolver 179cv e 31,9kgfm, que oferecem 224cv de força combinada, que acelera de 0 a 100km/h em 7,9 segundos.

Na China, existe um motor elétrico mais forte, de 197cv e 33,4kgfm, que acelera de 0 a 100km/h em 7,3 segundos. Ambos as configurações vêm com transmissão e-CVT. Esse último conjunto entrega 224cv e 40,8kgfm de potência combinada. Há uma bateria de 8,3kWh e outra de 18,3kWh, capaz de oferecer uma autonomia que varia de 55km e 120km, respectivamente, com cada bateria. Com a autonomia híbrida, o sedã pode alcançar até 1.200km. A eficiência térmica do motor chega a 43,04% e o sistema híbrido elétrico EHS integra motores duplos, controles eletrônicos duplos e caixas de engrenagens híbridas especiais.



As baterias podem ser recarregadas em estações de recarga rápida de até 17kW ou 35kW, de acordo com cada bateria. Na China, o sedã possui um consumo de 21,7km/l ou 26,3km/l com gasolina. Desenvolvido a partir de uma plataforma modular e-platform3.0 que faz com que ele tenha 4,780 metros de comprimento, 2,718 metros entre os eixos, 1,837 metro de largura e 1,495 metro de altura. Visualmente, o carro se destaca pela dianteira de linhas agressivas, que se destaca por contar com faróis afilados e compridos, interligados a uma grade superior em preto brilhante que traz o logotipo da BYD.

Ele ainda possui uma grade maior e funcional que mescla elementos em preto brilhante com barras cromadas, além de ter pequenos filamentos cromados nas extremidades. Abaixo ele tem uma entrada de ar e nas extremidades há uma entrada de ar vertical levemente inclinada. Visto de lateral, ele possui linhas mais simples, com janelas com contorno cromado e retrovisores com base nas portas. Visto de traseira, o carro conta com lanternas horizontais que se conectam por meio de um acabamento preto brilhante e que acima traz o logotipo da marca, frase que representa o nome da BYD.

A tampa do porta-malas é curta e quase lisa e o para-choque traseiro abriga a placa num acabamento em preto brilhante e tem refletores e luzes de ré no para-choque. O interior se destaca por contar com uma central multimídia com tela de 15,6 polegadas e um quadro de instrumentos com tela de 8,8 polegadas. Aqui, é esperado que ele seja lançado com preços entre R$ 170.000 a R$ 190.000, mirando no sucesso do Toyota Corolla. 



Flagra



Fotos: BYD / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BYD lança oficialmente o Song Pro no Brasil, com motor de até 235cv e por R$ 189.800

Volvo lança promoção do EX30 no Brasil, além de condições para XC40, C40, XC60 e XC90

Baojun apresenta a chegada do Yunduo na China, o concorrente direto do BYD Dolphin

Volkswagen registra imagens de patente do ID.7 S na China, que será da joint-venture SAIC-VW

Iveco lança o eDaily no Brasil, contra o Ford E-Transit, em três versões e parte de R$ 549.000

Renault lança promoção em julho no Brasil para quase toda a linha, inclusive com elétricos

BYD lança promoção '48 Horas Eletrizantes' e tem condições até o final deste mês

JAC Hunter é uma das apostas da marca chinesa para este segundo semestre no Brasil

Peugeot lança o novo E-2008 no Brasil, elétrico que chega com melhorias e um motor de 158cv

Kia confirma que vai manter os preços no Brasil mesmo com aumento da alíquota de IPI