Produzidos na Argentina, Citroën retira de linha os modelos C4 Lounge e Berlingo no Brasil


A Citroën deve retirar de linha mais um modelo de linha. Depois da C4 Picasso e Grand C4 Picasso no ano passado, a Citroën deve reduzir drasticamente o seu lineup com os modelos que já estão envelhecidos. Com isso, o C4 Lounge deve sair de cena. O modelo era disponível em versão única, tabelada em R$103.990. O modelo já não é mais importado da Argentina, na fábrica da unidade de El Palomar. De acordo com informações, o modelo já tem unidades novas em muitas concessionárias desde o início desse ano. De acordo com Vàlere Lourme, Diretora de Marketing da Citroën na Argentina, deu uma entrevista ao Argentina Autoblog e disse que nenhum modelo da marca, feito na Argentina, era enviado para o Brasil. Com isso, o C4 Lounge está sendo produzido apenas para os mercados da Argentina e o Uruguai. Por aqui, o sedã médio é vendido apenas na versão Shine, com motor 1.6 THP com câmbio automático de 6 marchas, com unidades com ano/modelo 2019/2019. Nas vendas, o C4 Lounge já aparenta estar se despedindo do mercado nacional já faz alguns meses. A Citroën Brasil contestou a fala da executiva da marca no país vizinho: “Informamos que o Citroën C4 Lounge continua sendo produzido normalmente na Argentina. Em relação a sua comercialização no Brasil, a rede segue com a venda de suas unidades em estoque. Em função da oscilação cambial, a importação de novas unidades do modelo está temporariamente suspensa, e a sua retomada levará em conta, entre outros fatores, a evolução do panorama externo.”



Lançado em 2013, o C4 Lounge conta com uma trajetória bem tímida no mercado nacional. Seu melhor resultado foi em 2014, quando 9.207 unidades foram vendidas. Desde seu lançamento até o mês passado, foram 30.732 unidades vendidas. Não bastando o fim de linha do C4 Lounge, o Citroën Berlingo mais uma vez saiu de linha. O comercial leve tinha sido relançado em nosso mercado em julho de 2018 e desde o final do ano passado também não conta mais com a importação por aqui. O modelo tinha sido relançado depois de 11 anos fora do mercado, quando sai de linha em 2007. Em pouco mais de um ano, foram vendidas apenas 939 unidades da multivan, que tinha retornado ao nosso mercado apenas na versão de carga. Com isso, a Citroën possui apenas C4 Cactus, Jumpy, C3, AirCross e Jumper no seu lineup. Só o SUV compacto já responde por muito mais da metade das vendas da marca francesa em nosso mercado. 



Comentários

  1. E os clientes como ficam agora? preço de mercado do Berlingo despencou não tem peças de reposição nem mão de obra adequada, enfim ficamos com mais uma bomba dos Franceses.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Curiosidades: as marcas mais vendidas do Brasil no acumulado do ano de 2021; Fiat lidera

BMW apresenta o iX Flow Concept no CES 2022, 1º tecnologia que muda de cor da carroceria

Renault já produz o novo Master em São José dos Pinhais (PR), que estreia em breve

Audi A3 Sportback e A3 Sedan ganham versão S-Line com motor 2.0 TFSI por R$ 249.990

Chevrolet testa um inédito SUV cupê de porte compacto ou médio na Coreia do Sul

Nova geração do Hyundai Azera estreia em 2023 e terá um design ainda (bem) ousado

Renault Austral ganha novo teaser e aparece pela primeira vez sem camuflagem em vídeo

TOGG apresenta um sedã conceitual no CES 2022, batizado de Transition Concept Smart Device

Fiat Argo Trekking também receberá o mesmo conjunto do Pulse, com motor 1.3 e câmbio CVT

Surgem as primeiras imagens do novo Jeep Renegade, que será lançado em breve no Brasil