BYD trabalha para ter 'conectividade ocidental' para centrais multimídia dos seus carros

BYD confirma que vai apostar em centrais multimídia com recursos mais ocidentais como Apple CarPlay, Android Auto e até mesmo um Karaokê nativos 



Cada vez mais chegando a mercados internacionais com sua expansão pela Europa e América Latina, a BYD confirmou que vai apostar em centrais multimídia com tecnologias de acordo com cada região. Para mercados ocidentais, a tecnologia deve ser diferente da que é oferecida na China, que possui suas peculiaridades como Baidu e aplicativos específicos do gosto dos chineses. Em sua tela giratória, a marca deve trazer conectividade com Android Auto e Apple CarPlay, além de ter conectividade com Wi-Fi, não só para o Brasil, mas para todos mercados ocidentais em que atua.

Atualmente para ter acesso a plataformas de streaming de música é preciso rotear a internet do próprio smartphone e estar pareado com a central, além de precisar do celular para permitir download de aplicativos. Em mercados como Austrália, a BYD oferece Android Auto e Apple CarPlay apenas por cabos e o sistema sem fio deve aparecer ainda neste ano. Mais recentemente, a marca confirmou a aposta em tecnologias para as centrais multimídia que vão contar com uma parceria com a Stingray.

“A BYD está totalmente comprometida em levar experiências de entretenimento da mais alta qualidade para os nossos clientes em todo o mundo. Em parceria com a Stingray, estamos entusiasmados em tornar a condução dos carros da BYD mais divertida do que nunca. Todo mundo gosta de cantar no carro. O aplicativo de karaokê exclusivo da Stingray e a biblioteca abrangente de músicas são uma ótima opção para os clientes BYD”, disse Stella Li, vice-presidente executiva global da BYD e CEO da BYD Américas. Com isso, os carros da marca vão poder ter até karaokê e será compatível com vários idiomas, oferecendo uma interface mais intuitiva.

“A BYD criou uma rota original de desenvolvimento de tecnologia de cockpit inteligente no setor. Aproveitando mais de uma década de experiência em produtos eletrônicos automotivos e de consumo, a marca alcançou total autonomia em todos os aspectos do desenvolvimento, desde a arquitetura do sistema até o design do software e do motorista aos aplicativos. Por meio de um compromisso persistente de aprimorar a experiência do usuário e explorar o ecossistema do telefone celular, concluímos o salto de um ecossistema compatível para um ecossistema lúdico no cockpit inteligente.”, destacou Dongsheng Yang, Vice-Presidente da BYD e Diretor do Instituto de Pesquisa de Nova Tecnologia e Estratégia de Produto Automotivo.

Uma das novidades é que carros da marca já podem vir com comando de voz para a central, que pode ser ativada com o 'Hi BYD, ligue o Spotify' e 'Hi BYD, me guie para casa'. A marca também confirmou que criou um aplicativo para smartphone que possibilita trancar o carro pelo celular, programar o ar-condicionado e até verificar o nível da bateria. As centrais ainda vão ganhar atualizações Over-The-Air (OTA) e já será possível trazer um pacote de internet instalado no veículo.



Fotos: BYD / divulgação

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Quarta geração do Mitsubishi Outlander virá ao nosso mercado com motor híbrido plug-in

BYD lança promoção para Song Plus com bônus de até R$ 40 mil na rede de concessionárias

Celta voltará? Chevrolet confirma que não vai desenvolver nenhum subcompacto novamente

Dodge Last Call: marca apresenta as seis de sete séries finais de Challenger e Charger

Nova geração do Toyota Corolla surge em meados de 2025, como uma geração evolutiva

Porsche comemora melhor trimestre de vendas, com 80.767 unidades vendidas e 18% de avanço

Volkswagen apresenta a ID. Buzz LWB, a versão alongada de sete lugares e de até 335cv

Prevista para 2023, a nova geração do BMW i8 pode ser totalmente elétrica

RAM apresenta promoções da Rampage para CNPJ e Produtor Rural com descontos de 6%

Honda registra patente do nome Prelude nos Estados Unidos e pode indicar retorno do cupê