Rubens Barichello quebra jejum de 23 anos e é o campeão da Stock Car 2014!


Após sair da Fórmula 1, não ter destaque na Indy, Rubens Barichello se encontrou muito bem na Stock Car. Após seu segundo ano na categoria, o piloto brasileiro conseguiu o título, algo realmente inédito na categoria. Após quebrar um jejum de 23 anos sem nenhum título, "Rubinho" conquistou o título em Curitiba (PR), a última prova do ano, que tinha pontuação dobrada. Em seu último título, Rubens tinha conquistado a F3 Inglesa, em 1991. Com 42 anos, Rubens voltou a sorrir após voltar a ser campeão. Longe dos brasileiros desde 1992, o piloto voltou a ter maior contato com os brasileiros, que segundo ele isso é muito bom, "já estava com saudades". Durante a corrida, tudo isso teve consequências na prova e na corrida de Rubens Barrichello. Largando na pole position, o agora campeão caiu para a quarta posição, ao escapar em uma das primeiras curvas na segunda volta. Pelo rádio, pilotos relatavam que havia algum líquido (óleo ou água) na saída da curva onde Rubinho colocou as rodas de seu carro na grama. Tanto que outros competidores, como Cacá Bueno, também perderam a direção, mas continuaram na prova.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BYD lança oficialmente o Song Pro no Brasil, com motor de até 235cv e por R$ 189.800

Volvo lança promoção do EX30 no Brasil, além de condições para XC40, C40, XC60 e XC90

Baojun apresenta a chegada do Yunduo na China, o concorrente direto do BYD Dolphin

Volkswagen registra imagens de patente do ID.7 S na China, que será da joint-venture SAIC-VW

Iveco lança o eDaily no Brasil, contra o Ford E-Transit, em três versões e parte de R$ 549.000

Renault lança promoção em julho no Brasil para quase toda a linha, inclusive com elétricos

BYD lança promoção '48 Horas Eletrizantes' e tem condições até o final deste mês

JAC Hunter é uma das apostas da marca chinesa para este segundo semestre no Brasil

Peugeot lança o novo E-2008 no Brasil, elétrico que chega com melhorias e um motor de 158cv

Kia confirma que vai manter os preços no Brasil mesmo com aumento da alíquota de IPI