Auto Artigo #19: Quando o Face Family perde a personalidade. Como reverter?


Face-Family. Até quando ele perde a personalidade? Até quando enjoa o visual? E se fosse só um detalhe igual? E se todo carro tiver a mesma cara? Como reverter? São tantas perguntas para um só assunto, mas vamos abordar apenas um: Face-Family. Como o próprio nome diz, "Face" vem de "rosto, cara" e "Family" é família, ou seja, "cara da família" que é muito utilizado atualmente por várias marcas. Algumas não apostam tanto, mas outras enjoam. Existe vários tipos de face-family atualmente. Aqueles que usam o mesmo design ousado, como Hyundai e Kia, aqueles que usam apenas um detalhe que "marca a marca" de automóveis como a BMW com sua grade e a Ford que vem usando a mesma receita, aqueles que usam a mesma cara em todos os carros como a Volkswagen entre outros.


O Face-Family de uma marca ele é criado após alguns estudos, de dar uma nova face a marca, uma nova identidade. Há quem mude a cada 8 anos, há quem nunca perde a dianteira, mesmo com constantes mudanças. O exemplo disso é a BMW. Há mais de 30 anos que a marca tem em toda a sua gama, todos os modelos com a mesma grade dianteira, passando apenas por mudanças, uma são maiores, umas menores, outras são mais largas. Mas o perfil da grade sempre está lá. Até com a linha "i", dos elétricos, mesmo sem precisar da grade, lá está ela, estilizada, mas igual aos demais. Isso cria uma espécia de identidade para a marca. Você vê de longe e já sabe que se trata de um BMW. Quem também vem seguindo essa "ideologia" é a Kia, que vem usando a grade "boca de tigre" para designar seus veículos. Isso ocorre desde 2009, com Cerato e Soul e se espalhou por toda a linha. Quem segue essa tendência é Fiat, Mercedes-Benz, Volvo, Aston Martin, Chevrolet, Renault, Audi, entre outros. É o mais "correto" de se usar, pois cria uma possibilidade enorme de fazer diferença em outras partes do carro, como faróis, grade, para-choque, apesar de todos seguirem uma tendência, mas sem preocupação de ser igual a todos.


A Ford também seguiu essa tendência, de colocar praticamente a mesma grade em seus modelos. Só observar a foto acima e perceber. Mas é quando todos os carros recebem a mesma cara, ele perde a personalidade e aquele visual logo enjoa. Um dos típicos casos é a Volkswagen, que colocou toda a dianteira em todos seus carros. Não bastasse, colocou o "mesmo" visual interno, também, até ao carros mais caros. Você olha para um Gol e para um Jetta e vê poucas diferenças no quesito face-family. É a mesma grade, o mesmo farol, a mesma entrada de ar inferior, o mesmo retrovisor, os mesmos vincos do capô, isso vendo apenas de dianteira. Segundo a Volkswagen, ela deve abandonar esse tipo de face-family. Aliás, é ela uma das poucas marcas que exageraram com a mesma dianteira. E você. Concorda que as marcas usem o Face-Family? E se os carros acabarem sem nenhuma personalidade? aí o jeito é voltar as pranchetas e começar tudo de novo...


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Ford tem desconto de R$ 17 mil para a Ranger; Maverick, Bronco Sport e Transit tem promoção

Volkswagen apresenta as primeiras imagens teaser de um possível Golf GTI Edition 50

Toyota registra imagens de patente de câmbio manual que simula de 14 marchas no USPTO

BMW cogitou produzir 50 unidades da Z4 Touring Coupé Concept, mas desistiu do projeto

MINI revela imagens teaser do desenvolvimento da condução com uso de óculos VR

Chevrolet lança a nova S10 no Brasil, que traz atualizações importantes e parte de R$ 247.860

BMW lança promoção adicional para iX1 e iX no Brasil até o próximo dia 31 de maio

Honda lança promoção no Brasil com ZR-V, que pode ser encontrado por R$ 199.900

Chery reajusta o preço do Tiggo 5X em R$ 1.000 e Tiggo 7 Sport pode receber primeiro aumento