Daihatsu apresenta o Rocky no Salão do Automóvel de Tóquio, substituto espiritual do Terios


Você certamente deve se lembrar dos Daihatsu Feroza e do Terios nos anos 1990. Eram SUVs bem compactos, sendo o Feroza mais próximo de um jipe, com dimensões próximas a de um Suzuki Jimny. Agora, a marca revelou no Salão do Automóvel de Tóquio o Daihatsu Rocky, um SUV subcompacto que faz sua estreia no seu país de origem. Com 3,99 metros de comprimento, 2,52 metros entre os eixos, 1,69 metro de largura e 1,62 metro de altura, o Rocky é desenvolvido sobre a plataforma modular DNGA, uma versão mais simples da TNGA. Pesando 980kg, o modelo é claramente inspirado no DN-Trec Concept. Visualmente, o Rocky se destaca pelas linhas compactas. Na dianteira, destaque para a grade dianteira com o logotipo da Daihatsu, além dos faróis retangulares. Os faróis de neblina e as luzes diurnas de LEDs compartilham o mesmo nicho, enquanto há uma entrada de ar inferior, abaixo da grade dianteira. O para-choque dianteiro conta com acabamento plástico na sua base que se liga com o acabamento do arco das caixas de roda e assim percorrem por toda a carroceria. Nas laterais, destaque para as rodas de 17 polegadas e as linhas limpas da carroceria. Na traseira, o Rocky possui vidro traseiro que invadem as laterais e as lanternas que invadem a tampa do porta-malas. Um friso em preto brilhante, com o logotipo da marca e a abertura do porta-malas, unem as duas lanternas. O modelo ainda conta com o mesmo acabamento dos faróis de neblina no para-choque traseiro, representando saídas de ar na traseira. Ele conta ainda com refletores na base do para-choque traseiro. No interior, o Rocky com linhas bem modernas. O SUV subcompacto possui volante multifuncional com o raio inferior pintado em prata, enquanto o painel possui uma central multimídia com tela flutuante. O console central com o câmbio do Rocky é elevado e o painel central é voltado ao motorista. Na mecânica, ele conta com motor 1.0 12v Turbo a gasolina que desenvolve 98cv de potência e torque de 14,3kgfm, acoplado a um câmbio automático CVT. Há ainda versões de tração dianteira e integral. 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chery desenvolve a chegada do eQ1 ao mercado brasileiro, candidato a elétrico mais barato

Renault vai trazer 1º lote de 500 unidades do Kwid E-Tech Electric a partir de agosto

Volkswagen desenvolve um Polo Hybrid com motor eTSI, que chega na reestilização

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Surgem projeções de como pode ficar o Renault 'StepWay', que estreia no Brasil em 2023

Chery fecha fábrica de Jacareí (SP) até 2025, quando retoma produzindo híbridos e elétricos

Com fechamento da fábrica, Chery Tiggo 3X sai de linha e Arrizo 6 virá importado da China

Site confirma a escolha da Fiat para o nome do SUV oriundo do Projeto 376: Fastback

Jeep confirma o lançamento da Gladiator para breve no Brasil; picape terá motor 3.6 V6

Kia Soul ganha reestilização nesta terceira geração e traz mais tecnologia, no exterior