NAMX apresenta seu primeiro automóvel, o HUV, movido a células de hidrogênio e com 550cv


Surgiu na Europa uma nova startup que apresentou as primeiras imagens do seu primeiro veículo, chamado apenas de HUV. Francesa, a NAMX revelou o seu primeiro carro, desenhado pelo Estúdio Pininfarina, que confirmou que a produção do SUV cupê inicia dentro de dois anos e meio, ou seja, até o final de 2025. Com motor movido a células de hidrogênio, o carro é equipado com um motor que desenvolve 300cv de potência, de tração traseira, e uma versão de 550cv de potência com tração integral. Essa versão mais potente será chamada de GTH e vai acelerar de 0 a 100km/h em apenas 4,5 segundos, enquanto a versão de 300cv cumpre a mesma prova em 6,5 segundos. A velocidade máxima será de 200km/h na versão de 300cv e 250km/h na versão de 550cv. A autonomia, de acordo com a NAMX, será de 800km. Visualmente, o carro conta com linhas bem ousadas e modernas, que se destacam principalmente pela dianteira. Na frente, o crossover possui faróis que parecem formar um cálice, com linhas diurnas em LED em barra na parte superior, conectando os dois faróis superiores, que são os principais. Os faróis principais ainda formam um estilo em ‘T’, sendo a parte superior com os repetidores de seta e uma peça parte inferior com os faróis principais. Há ainda duas linhas que partem desses faróis principais rumo ao centro da carroceria até se encontrarem e formarem a parte inferior do que parece ser o cálice. 



Entre as luzes diurnas superior e as que partem dos faróis, até se encontrarem está uma gigante grade dianteira pentagonal. Há ainda uma pequena entrada de ar central na parte inferior e nas extremidades estão novas entradas de ar, nas extremidades. O capô possui linhas verticais. Nas laterais, o SUV possui perfil cupê, tendo linhas bem recortadas nas portas. Le não possui maçanetas e nem tem retrovisores convencionais. Estes, aliás, foram substituídos por câmeras. A parte inferior da carroceria possui acabamento em plástico preto, tendo rodas de seis raios. A NAMX não apresentou imagens da traseira, mas as lanternas são horizontais, sendo a parte superior em uma faixa em LEDs que se conectam. A parte inferior das lanternas formam um novo ‘X’, assim como na dianteira, no para-choque traseiro. Nas extremidades eles possuem imitam de saídas de escape e abaixo está o difusor de ar com alertas verticais. O brake-light também tem linhas bem diferentes, divididos em duas seções lado a lado no vidro traseiro. A tampa do porta-malas traz um acabamento em preto brilhante com as seis aberturas iluminadas que se estendem na horizontal abaixo do emblema da marca francesa. Essas aberturas podem trazer pequenas cápsulas de hidrogênio para recarga, como extensores de energia. O carro ainda também poderá ser reabastecido em estações de serviço através de uma mangueira de alta pressão, o que não elimina o tanque de combustível de bordo. “Fascinado pela ficção científica, [o cofundador da NAMX] Thomas de Lussac escolheu dar ao formato do veículo a vanguarda da próxima era. Seu gosto pelo design americano dos anos 50 e 60, sua predileção por ‘Muscle Car’, o inspiraram a criar um carro que vai contra o design atual, suave e convencional dos carros elétricos.”, disse a NAMX em comunicado. Segundo a NAMX, o carro será apresentado no Salão do Automóvel de Paris e começa a ser vendido em regime de pré-venda com preços entre 65.000 a 95.000 euros. 





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Audi lança a linha 2023 de A4 e A5 Sportback com motor híbrido-leve 40 TFSI, de 204cv

Fiat Egea é o nome oficial do sedã médio da Fiat que deve ser apresentado oficialmente e pode chegar ao Brasil!

Jeep já vende o novo Renegade com descontos para consumidores com CNPJ em até R$ 13.063

BMW apresenta o novo Série 3, que ganha atualizações de meia-vida nesta geração

Chery lança o Tiggo 8 Pro PHEV, reestilizado, híbrido e estreia no mercado por R$ 269.990

Rolls-Royce confirma a estreia do segundo (e exclusivo) Boat Tail, inspirado na madrepérola

Inspiração para família "X6", Fiat registra patente das três carrocerias do Tipo europeu no Brasil

Volkswagen e Carid desenvolvem softwares ainda mais avançados para carros elétricos

Audi reajusta os preços de A3 Sportback, A3 Sedan e Q5 no Brasil em até R$ 22.000

Chery lança o iCar no Brasil, que se torna o elétrico mais barato do país, por R$ 139.990