Northvolt confirma investimento de US$ 1,1 bilhão de novas empresas por baterias


A Northvolt, empresa fornecedora de baterias para carros elétricos, recebeu um aporte bilionário para o desenvolvimento de uma nova geração de baterias. A empresa conseguiu levantar fundos de US$ 1,1 bilhão e ainda conseguiu investidores importantes que possivelmente vão se tornar fornecedores num futuro breve. Além da Volvo, que já investia na empresa há alguns meses, a Northvolt ainda conseguiu o aval da VAG (Grupo Volkswagen) e de uma série de outras empresas que não são uma montadora, mas sim empresas que estão ligadas a cadeia de fornecedores, assim como empresas de outros setores: AMF, AP funds 1-4, ATP, Ava Investors, Baillie Gifford, Compagnia di San Paolo, Folksam Group, Goldman Sachs Asset Management, IMAS Foundation, Olympia Group, OMERS Capital Markets, PCS Holding, Swedbank Robur e TM Capital. Agora a Northvolt passa a ter quase US$ 8 bilhões de investimentos desde 2017, dinheiro que será usado para o desenvolvimento da nova linha de baterias. Pelo menos 50% dos materiais usados nas baterias da marca serão de materiais reciclados, de acordo com a próprio Northvolt. “Estamos orgulhosos e agradecidos pelo apoio e confiança desses investidores e parceiros de classe mundial. Continuaremos trabalhando duro para cumprir a promessa que fizemos a eles de construir a bateria mais verde do mundo. A combinação de tomada de decisão política, clientes comprometidos ainda mais firmemente com a transição para veículos elétricos e um aumento muito rápido na demanda do consumidor por produtos mais limpos, criou uma tempestade perfeita para a eletrificação”, disse Peter Carlsson, cofundador e CEO da Northvolt. A empresa norueguesa conta atualmente com uma linha de produção em Gotemburgo (Suécia), Heide (Alemanha) e em Borlänge (Suécia). A unidade de Gotemburgo a Northvolt possui junto com a Volvo. Falando nos suecos, a Northvolt e a Volvo vão desenvolver uma bateria em conjunto com a StoreDot. Essa bateria recupera 160km de autonomia em apenas 5 minutos. A informação é que a Volvo vai investir na empresa israelense StoreDot, que desenvolve uma bateria de recarga bastante rápida. O investimento será feito por meio do braço ‘capital de risco’ da marca. Com esse investimento, a Volvo espera ser uma das montadoras que possam utilizar futuramente a bateria, o que pode acontecer até meados de 2030.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Volkswagen apresenta as primeiras imagens teaser de um possível Golf GTI Edition 50

Ford tem desconto de R$ 17 mil para a Ranger; Maverick, Bronco Sport e Transit tem promoção

Toyota registra imagens de patente de câmbio manual que simula de 14 marchas no USPTO

BMW lança promoção adicional para iX1 e iX no Brasil até o próximo dia 31 de maio

BMW cogitou produzir 50 unidades da Z4 Touring Coupé Concept, mas desistiu do projeto

MINI revela imagens teaser do desenvolvimento da condução com uso de óculos VR

BMW revela as novas imagens teaser do M5 e M5 Touring, que vão ter mais de 700cv

Jaguar-Land Rover quer construir uma inédita fábrica de bateria para elétricos no Reino Unido

Chery reajusta o preço do Tiggo 5X em R$ 1.000 e Tiggo 7 Sport pode receber primeiro aumento