Stellantis inicia construção da fábrica de Kokomo nos EUA, para produzir baterias

Stellantis e Samsung SDI iniciam a construção da sua fábrica de baterias em Kokomo, Indiana, nos Estados Unidos, para a produção de baterias de BEVs



A Stellantis e a Samsung SDI confirmaram o início da construção da sua fábrica de Kokomo, no estado da Indiana, nos Estados Unidos. A fábrica foi anunciada ainda no ano passado como parte do processo de eletrificação do grupo, com a chegada de novos modelos elétricos. Tudo indica que a marca vai finalizar essa construção em meados do final de 2024 e com previsão do início da produção para o primeiro trimestre de 2025.

Dedicada para a produção de baterias, a fábrica de Kokomo vai colocar a Stellantis em uma posição favorável para a produção de baterias de elétricos, que vai poder ser usada em modelos produzidos por Chrysler, Dodge, Jeep, RAM, muito fortes na América do Norte, além de outras marcas do grupo ítalo-franco-americano. A posição favorável vem por conta da instalação de uma fábrica nos Estados Unidos pouco antes do governo norte-americano anunciar um pacote de medidas que beneficiam investimentos de eletrificação no país, com incentivos para carros que tiveram um grande número de nacionalização de peças.

O grupo ainda confirmou que a primeira viga da fábrica já foi instalada, de aço, que foi assinada por executivos presentes no início da construção da fábrica. A produção de baterias na unidade será de baterias de íons de lítio. Para o início da construção da unidade, a Stellantis e a Samsung SDI fizeram um mini-evento com a presença de algumas autoridades dos dois lados das empresas.

Entre algumas das presenças estavam o Prefeito de Kokomo, Tyler Moore, o Presidente/CEO da Aliança de Desenvolvimento Econômico da Grande Kokomo, Lori Dukes, e o Conselheiro de Desenvolvimento Econômico da Stellantis, Charlie Sparks, o ex-Comissário do Condado de Howard, Paul Wyman, e o Vice-Presidente Sênior de Desenvolvimento de Negócios do Indiana Economic Development A-Corporação, Brock Herr, que comemorou a ocasião assinando a primeira viga de aço. A fábrica terá um custo de US$ 2,5 bilhões em investimentos de ambos os lados.

Quando entrar em produção, a unidade vai ter 1.400 funcionários para habitantes de Kokomo e região. A Stellantis ainda confirmou que a unidade poderá receber investimentos de expansão no futuro, tanto que já prevê um investimento de US$ 3,1 bilhões total para os próximos, ou seja, US$ 600 milhões podem ser usados para a expansão ao retirar o investimento inicial. Em seu primeiro ano, a produção deve ter capacidade de 23GWh, mas pode ser expandida para 33GWh. A produção das baterias feitas em Kokomo serão usadas na fabricação de carros que serão produzidos nos EUA, ou seja, nada será exportado.





Fotos: Stellantis / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Quarta geração do Mitsubishi Outlander virá ao nosso mercado com motor híbrido plug-in

Volkswagen apresenta a ID. Buzz LWB, a versão alongada de sete lugares e de até 335cv

BYD lança promoção para Song Plus com bônus de até R$ 40 mil na rede de concessionárias

Dodge Last Call: marca apresenta as seis de sete séries finais de Challenger e Charger

Porsche comemora melhor trimestre de vendas, com 80.767 unidades vendidas e 18% de avanço

Celta voltará? Chevrolet confirma que não vai desenvolver nenhum subcompacto novamente

Curiosidades: Quantos BTUs possui o ar-condicionado de um carro?

Nova geração do Toyota Corolla surge em meados de 2025, como uma geração evolutiva

BYD apresenta o novo Song Plus na China e SUV chega também na Europa como Seal U

RAM apresenta promoções da Rampage para CNPJ e Produtor Rural com descontos de 6%