Assim como A3 Sportback, Audi também estreia a nova geração do A3 Sedan por R$ 229.990


Lançado pela primeira vez em 2014 e nacionalizado no mesmo ano, o Audi A3 Sedan chega à sua segunda geração ao Brasil importado da Hungria. O sedã médio premium chega ao nosso mercado com a missão de tentar continuar sendo um dos sedãs mais vendidos da marca, mas seus preços estão bem próximos ao do novo A4. Concorrendo com o Mercedes-Benz Classe A Sedan, o novo A3 Sedan conta com elementos atualizados como os faróis, semelhantes aos do Q3. Os faróis passam a contar com sistema LED-Matrix da Audi, além de uma abertura bem fina entre o capô e o para-choque. A grade dianteira passa a ter linhas mais retas e com o mesmo formato do modelo anterior, mas maior. Essa é a única entrada de ar do carro, porque os detalhes das extremidades do para-choque dianteiro são fechadas e nas imagens possui acabamento cinza prateado fosco. As linhas dessas extremidades vão em direção ao centro do para-choque, que criam uma régua com acabamento cinza. A linha de cintura nas laterais do carro é côncava e passa a impressão do que o A3 é mais longo do que parece. O design da lateral ainda lembra muito o modelo atual, principalmente pelo desenho dos vidros traseiros. Na traseira, ele conta com um pequeno spoiler na tampa do porta-malas, além de um difusor de ar mais chamativo. As lanternas são as mesmas do A3, enquanto o para-choque traseiro possui quase as mesmas linhas do hatch. De acordo com a Audi, o A3 Sedan possui um coeficiente aerodinâmico de 0,25Cx, por ter grade ativa, carenagens rebaixadas e um novo design dos retrovisores externos. 



O interior é o mesmo do hatch, com linhas de ângulos mais agudos no visual, algo que tem sido usado com frequência pela Audi. O quadro de instrumentos passa a contar com uma tela digital de 10,25 polegadas, podendo contar com uma tela maior, de 12,3 polegadas. O A3 ainda conta com Head-Up Display e a central multimídia possui tela de 10,1 polegadas, com conexão Android Auto e Apple CarPlay, e a Audi adicionou os comandos do ar-condicionado logo abaixo da tela. A central multimídia possui controle de voz, usa sistema de assistência inteligente capaz de receber pedidos do motorista (como perguntar sobre o posto mais próximo). A central ainda tem o sistema Car2X, que conversa com outros carros com infraestrutura local. Usando a plataforma modular MQB-Evo e em relação ao antecessor, ele passa a contar com 4,50 metros de comprimento, 2,63 metros entre os eixos, 1,82 metro de largura e 1,43 metro de altura. O porta-malas possui capacidade de 425 litros. Com plataforma MQB-EVO, o A3 Sedan é vendido com motor 1.4 TFSI a gasolina, que desenvolve 150cv de potência com torque de 25,5kgfm de torque. O câmbio é um automático Tiptronic de 8 marchas. Além desse motor, o sedã também será equipado com o motor 2.0 TFSI, que desenvolve 190cv de potência com torque de 32,6kgfm, acoplado a um câmbio automático de dupla embreagem de 7 marchas, S-TRONIC. O novo A3 Sedan é vendido com suspensão McPherson na frente e multilink na traseira. O A3 Sedan será vendido nas mesmas opções de cores do A3 Sportback, como as sólidas Branco Ibis e Azul Turbo, as metálicas Azul Navarra, Amarelo Píton, Branco Geleira, Preto Mito e Vermelho Tango e a perolizada Cinza Daytona. No interior é possível escolher entre preto, cinza e bege.



A3 Sedan S-Line

De série, a versão mais acessível é equipado com Audi Drive Select que permite que o motorista experimente diferentes modos de direção: Comfort, Dynamic, Efficiency, Auto e Individual. Isso também traz mudanças nas características da resposta do acelerador, câmbio e da direção progressiva, por exemplo, que varia sua relação dependendo do ângulo de direção. Há ainda keyless, volante em couro com shift-paddles e base aplanada, kit exterior S line, rodas de 18”, faróis Full LED, seis airbags, park assist, sistema de direção dinâmica progressiva, ar-condicionado de duas zonas e porta-malas com abertura automática hands-free. Opcionalmente, a Audi pode oferecer capa do retrovisor externo em carbono (no Sedan o aerofólio também pode vir em carbono) e os revolucionários faróis Full LED Matrix, que agregam beleza e exclusividade ao A3 com assinaturas personalizadas ao entrar e sair do veículo. O conjunto é composto por 15 segmentos de LED que podem ser acionados individualmente, e além de mais eficiente e dinâmico, contribui para o aumento de segurança ao direcionar o facho de luz sem ofuscar demais veículos nas vias.



A3 Sedan Performance

Os mesmos itens da versão S-Line, mais bancos dianteiros esportivos eletricamente ajustáveis, acabamento do console central em alumínio, teto solar elétrico panorâmico, sistema de som Audi com 10 alto falantes, capa do retrovisor na cor preta e roda Audi Sport 18” com design exclusivo. O pacote de opcionais inclui sistema de som Bang&Olufsen 3D, faróis LED Matrix, pacote de luzes ambiente customizáveis e pacote S-Line interior, formado por pedaleiras em alumínio e revestimento adicional em couro no painel, console central, lateral das portas e volante, além da inscrição S-Line nos bancos esportivos e volante.



Preços

  • Audi A3 Sedan S-Line 1.4 TFSI Tiptronic – R$ 229.990
  • Audi A3 Sedan Performance 2.0 TFSI S-TRONIC – R$ 264.990




 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lada retoma produção do Niva com o mesmo padrão de equipamentos da década de 1990

Novo TR4? Mitsubishi quer desenvolver Pajero subcompacto para brigar com Suzuki Jimny

Nova geração do Hyundai Azera aparece com opção de motor híbrido e estreia em novembro

Chevrolet apresenta oficialmente a nova geração do Blazer EV, que virá ao Brasil

Ford pode trazer versão mais simples da Maverick, a XLT, que aparece no PBE do InMetro

Suzuki Jimny Long será o nome do modelo de quatro portas e estreia em janeiro de 2023

Primeira Quinzena, julho de 2022: VW Gol lidera pela 1º vez desde 2014; picapes brilham

Dongfeng Nano Box começa a ser vendido na China e tem fila de 10 mil unidades em 24h

Renault lança a linha 2023 do Duster com novidades em termos de lineup por R$ 109.390

Vendas de elétricos no primeiro semestre de 2022 já é maior que todo ano de 2021