Honda apresenta a terceira geração do City no Brasil, que estreia em 3 versões por R$ 108.300


A Honda apresentou a quinta geração do City no mercado brasileiro, terceira geração a ser oferecida no Brasil. O sedã compacto ganha uma geração totalmente nova e marca o início do processo de renovação que a Honda terá nos próximos anos. Apresentado no início do ano passado, a nova geração se destaca por estar maior, com um novo motor e com uma série de equipamentos de segurança que fazem estreia no sedã. Visualmente, a Honda não ousou com as linhas do City no seu desenvolvimento. Isso porque o sedã compacto manteve a grade dianteira destacada, com a diferença na parte cromada que está mais larga e o logotipo da Honda ficou menor. Os faróis foram redesenhados, ficando mais finos e espichados, além de contar com faróis Full LED, com projetores. O para-choque também ficou mais simples, com entrada de ar inferior e uma entrada de ar nas extremidades do para-choque. Nas laterais, a Honda também não ousou nas linhas do carro, mantendo o perfil característico do City. Ele tem um friso que nasce nos faróis e chega até a lanterna traseira, delimitando a linha de cintura do carro. As rodas são de 16 polegadas em todas as versões e contam com um novo desenho. De traseira, o sedã perde a faixa cromada que ligava as duas lanternas e as lanternas passam a contar com uma faixa em LED e estão mais finas. O para-choque traseiro também tem novo desenho, com refletores verticais nas extremidades do para-choque traseiro. No interior é onde o City mais mudou. Ele conta com saídas do ar-condicionado verticais, novo volante e painel de instrumentos que mescla o analógico com o digital com tela TFT de 7 polegadas que abriga o conta-giros e todas as funções do computador de bordo (chamado de multiconfigurável pela Honda), que ajudam a fazer com que o sedã tenha linhas renovadas em seu interior. 



Outra novidade fica por conta da central multimídia com tela de 8 polegadas, que foi atualizada, junto a um novo sistema compatível com comandos de voz, além de ter trazer conectividade com Android Auto e Apple CarPlay. De acordo com a Honda, o novo City possui 4,549 metros de comprimento, 2,600 metros entre os eixos, 1,748 metro de largura e 1,477 metro de altura. O sedã ainda tem 1.170kg, um porta-malas de 519 litros de capacidade e 44 litros no tanque de combustível. De acordo com a Honda, a novidade fica por conta de um novo motor, que passa a ter um conjunto em alumínio da nova família de motores 1.5. O motor em questão é o 1.5 16v DI DOHC i-VTEC com injeção direta de combustível e dois comandos de válvulas no cabeçote. O novo motor desenvolve 126/126cv com torque de 15,8/15,5kgfm, quando abastecido com etanol/gasolina. O câmbio é um automático CVT que simula 7 marchas virtuais e que possui função paddle-shift. Segundo a Honda, o sedã tem suspensão dianteira McPherson e traseira com eixo de torção. De acordo com o Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), o novo City tem consumo na cidade de 9,2/13,1km/l com etanol/gasolina e, na estrada, de 10,5/15,2km/l, respectivamente. A Honda também confirma que o City recebe os sistemas Step-shift e o EDDB (Early Down-shift During Braking). O primeiro atua sob condução esportiva. Com o acelerador pisado a fundo (kick-down), a central de gerenciamento eletrônico do CVT coordena as trocas nos pontos fixos das marchas, acentuando exatamente a sensação da mudança e, consequentemente, de esportividade. Já o EDDB se apresenta em situações de descida. Ao notar que o motorista está pisando no freio para conter o ganho de velocidade por conta da inclinação, o CVT assume uma relação que resulta em maior aplicação de freio-motor. 



A ação do EDDB é automática e amplia a segurança sem afetar o consumo. A Honda também tratou de trazer ajustes para o conforto do carro, que passa a ter uma redução de atrito que foi aplicado sobretudo nos elementos elásticos e junções para deixar a conexão entre o City e o motorista mais rápida e direta. O refinamento da suspensão passa inclusive por pontos onde os olhos não alcançam, mas cujo resultado é explícito. Os novos amortecedores têm stop hidráulico, um sistema composto por uma câmara de desaceleração da haste do amortecedor, que evita o som de pancada seca, quando o carro passa por um buraco, por exemplo. Com uma nova plataforma, o sedã também trouxe maior rigidez torsional e mais leveza. Para diminuir o ruído interno, a Honda tratou de aplicar uma espuma expansiva de poliuretano nas extremidades inferiores das colunas A e B. Outra medida antirruído e vibração é a aplicação de material fonoabsorvente com espessura variável na parte inferior do compartimento do motor. Além disso, é a primeira vez que um Honda nacional é equipado com o pacote Honda Sensing, que traz uma série de recursos de segurança. O City será vendido em três versões, sendo a EX, EXL e Touring. Além disso, terá seis opções de cores: Branco Tafetá (pintura sólida); Azul Cósmico, Prata Platinum e Cinza Barium (metálicas); e Branco Topázio e Preto Cristal (perolizadas). Exclusivamente na versão Touring, nas cores Branco Topázio, Cinza Barium e Azul Cósmico, o interior será de couro claro. Para as demais cores, o couro será preto. A garantia do New City é de 3 anos, sem limite de quilometragem. O sedã entra em pré-venda a partir do dia 23 de novembro, às 17h30 e as entregas estão previstas para janeiro de 2022. 



City EX

De série, a versão virá com estrutura com deformação progressiva ACE (Advanced Compatibility Engineering), alarme de segurança com imobilizador ECU, freios com sistemas ABS e EBD (Anti-Lock Braking System / Electronic, Brake Distribution), EBA (Emergency Brake Assist), assistente de estabilidade e tração - VSA (Vehicle Stability Assist), assistente de partidas em aclive - HSA (Hill Start Assist), ESS (Emergency Stop Signal - Sistema de luzes de emergência), airbags frontais, laterais e de cortina (6 airbags), cinto de segurança de 3 pontos e encosto de cabeça para todos os ocupantes, cinto de segurança dianteiro com sistema de tensionamento, lembrete de afivelamento dos cintos dianteiros e traseiros, trava infantil nas portas traseiras, sistema ISOFIX de fixação para cadeirinhas infantis, câmera de ré multivisão com linhas dinâmicas (três vistas), alerta de pressão dos pneus, lanternas traseiras em LED, antena tipo tubarão, limpador de para-brisa com função intermitente o Com ajuste de velocidade Com ajuste de velocidade, espelhos retrovisores na cor do veículo com indicadores em LED e rebatimento elétrico, conjunto óptico com DRL em LED (Luzes de Rodagem Diurna), faróis com acendimento automático (sensor crepuscular) faróis de neblina, chave com função Smart Entry com controle remoto, abertura do porta-malas, abertura e fechamento dos vidros e destravamento das portas por sensor aproximação na chave, botão de travamento das portas (motorista e passageiro) com travamento automático de velocidade, vidros elétricos com a função de subida automática dos vidros com "um toque" em todas as portas com anti-esmagamento, piloto automático (Cruise Control), alavanca de seta com One-Touch (pisca três vezes com um toque), coluna de direção com ajuste de altura e profundidade, banco traseiro com apoio de braço central e porta-copos e porta-revistas no banco. Há ainda desligamento automático dos faróis após 15 segundos, tomada 12V na dianteira e traseira, tapetes com trava, ar-condicionado digital manual com ventilação para os ocupantes traseiros, botão de partida do motor (START/STOP), banco traseiro bipartido (60/40), revestimento dos bancos Tecido Premium com novos acabamentos, bancos com Estabilizador Corporal - Maior conforto e ergonomia, 4 alto-falantes, central multimídia com tela de 8 polegadas touchscreen com interface sem-fio para smartphones com Apple CarPlay e Android Auto™ com Voice Tag, câmera de ré e USB com controle de áudio no volante e outros.



City EXL

A versão intermediária adiciona Sistema Honda LaneWatch - Assistente para redução de ponto cego, limpador de para-brisa com função intermitente e com ajuste de velocidade, espelhos retrovisores na cor do veículo com indicadores em LED e rebatimento elétrico e automático, sensores de estacionamento com aviso sonoro traseiro, porta-revista no banco do motorista e passageiro, ar-condicionado digital com comandos automáticos e com ventilação para os ocupantes traseiros, Volante e alavanca do câmbio revestidos em couro, revestimento dos bancos em couro na cor preta, 8 alto-falantes e painel digital TFT 7" de alta resolução (Thin-Film Transistor).



City Touring

Os mesmos das demais versões, adicionando o pacote Honda Sensing com ACC - Controle de cruzeiro adaptativo - Sistema que auxilia o motorista a manter uma distância segura em relação ao veículo detectado à sua frente, CMBS - Sistema de frenagem para mitigação de colisão - Sistema de acionamento de freios ao detectar uma possível colisão frontal com o objetivo de mitigar acidentes, LKAS - Sistema de permanência de faixa - Sistema que detecta as faixas de rodagem e ajusta a direção com o objetivo de auxiliar o motorista a manter o veículo centralizado nas linhas de marcação, RDM - Sistema para mitigação de evasão de pista - Sistema que detecta a saída da pista e ajusta a direção com o objetivo de evitar a sua evasão e possíveis acidentes e AHB - Ajuste automático de farol - Sistema de assistência automática de farol alto, que se ajusta de acordo com a situação. Há também faróis com acendimento automático (sensor crepuscular) em Full LED, faróis de neblina em LED, chave com função Smart Entry com controle remoto, abertura do porta-malas, abertura e fechamento dos vidros e destravamento das portas por sensor aproximação na chave e com partida com controle remoto, sensores de estacionamento com aviso sonoro na dianteira e traseira, piloto automático (Cruise Control) adaptativo, espelho retrovisor fotocrômico e revestimento dos bancos em couro na cor preta ou cinza claro. 



Preços

  • Honda City EX 1.5 16v i-VTEC CVT – R$ 108.300
  • Honda City EXL 1.5 16v i-VTEC CVT – R$ 114.700
  • Honda City Touring 1.5 16v i-VTEC CVT – R$ 123.100



 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Série de despedida do Fiat Uno pode ter batismo de 'Ciao' ou 'Ciao Uno'; estreia em breve

Jeep Compass possui fila de espera até 2022 pra algumas versões por falta de semicondutores

O que faz um Renault Clio rodando em testes no Brasil? Há três (boas) possibilidades sobre

Honda inicia pré-venda do novo City; com nova geração, preços começam em R$ 108.300

Toyota SW4 GR-Sport pode ser lançada dentro de alguns dias no Brasil, ainda em 2021

Nova geração da Ford Ranger virá em 2023 junto da nova geração do estreante Everest

Jeep Renegade renovado e com motor 1.3 pode ser lançado entre o final de 2021 e início de 2022

Toyota Hilux GR-Sport foi apresentada na Argentina, em evento interno, mas vazou

Aston Martin revela teaser do Vantage V12, que deve ser o "último dos moicanos de motor V12"

Land Rover lança a linha 2022 do Range Rover Evoque, que volta a ser nacional por R$ 377.950