Li apresenta o seu novo utilitário esportivo, o L9, que tem autonomia híbrida de 1.200km


A ex-Li Xiang, Li Auto, apresentou oficialmente o seu novo utilitário esportivo, o L9. O modelo nasce a partir do Li Xiang One, apresentado em 2019. O modelo recebeu um banho de loja e passou a ser equipado com mais equipamentos e um motor híbrido plug-in. Segundo a Li, o L9 possui 5,200 metros de comprimento, 3,105 metros de entre-eixos, 1,998 metro de largura e 1,800 metro de altura. Visualmente, o Li L9 se destaca por contar com evoluções em seu design, que recebeu novos faróis superiores, que se interligam em uma faixa de LED e que nas extremidades parecem estar as luzes de direção. O para-choque dianteiro possui linhas bem limpas e o para-choque abriga o espaço dos faróis principais, com um projetor e outras luzes. Esses faróis se conectam com uma entrada de ar inferior, que possui quatro entradas de ar, sendo duas centrais e uma em cada extremo do para-choque dianteiro. Acima dessas entradas de ar estão um friso cromado. O SUV recebe ainda um novo capô, com o logotipo da marca e linhas mais vincadas. Nas laterais, o SUV recebe um acabamento cromado no para-lama dianteiro e maçanetas que passam a ser embutidas. Há ainda um novo friso inferior das portas, cromado, assim como acontece com o contorno dos vidros, com frisos mais grossos. Há ainda, de praxe, novas rodas. 



De traseira, o SUV ganha novas lanternas que se interligam por uma faixa em LEDs, além de trazer uma nova tampa do porta-malas com espaço para a placa traseira e um novo para-choque traseiro, que possui refletores horizontais nas extremidades. No interior, o SUVzão possui três telas de 15,7 polegadas, sendo duas no painel e uma montada no teto para os ocupantes do banco traseiro. O quadro de instrumentos possui uma tela digital no volante e acima fica um Head-Up Display. Com espaço para seis ocupantes, cada banco têm funções de aquecimento e massagem, além de vir com teto solar duplo, iluminação ambiente, moderno sistema de som e até mesmo uma geladeira (!). O sistema de som usado pela Li é um Dolby Atmos 4D e 21 alto-falantes, de 2160W, incluindo quatro alto-falantes superiores e três subwoofers. De série, ele será equipado com um radar LiDAR no teto, que vai funcionar ainda para uma série de itens de série que compõe o pacote ADAS do L9. Com uma condução autônoma de Nível 4, ele possui de série ainda sensor de medidor de tensão, radares de cinco ondas milimétricas, 12 radares ultrassônicos e 12 câmeras. Na mecânica, ele é equipado com uma suspensão pneumática adaptativa vem de Weybach. O motor do Li L9 é um 1.5 Turbo (de origem GWM, que deve desenvolver 156cv, funcionando como um motor gerador) que funciona como extensor dos quatro motores elétricos que entregam 408cv e 61,2kgfm, que permite que ele acelere de 0 a 100km/h em menos de 6 segundos. Ele é equipado com baterias de 44,5kWh que oferece uma autonomia de 200km. Com a bateria 100% carregada e o tanque cheio de gasolina, ele possui uma autonomia de 1.200km. 





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Quarta geração do Mitsubishi Outlander virá ao nosso mercado com motor híbrido plug-in

BYD lança promoção para Song Plus com bônus de até R$ 40 mil na rede de concessionárias

Celta voltará? Chevrolet confirma que não vai desenvolver nenhum subcompacto novamente

Nova geração do Toyota Corolla surge em meados de 2025, como uma geração evolutiva

Porsche comemora melhor trimestre de vendas, com 80.767 unidades vendidas e 18% de avanço

Dodge Last Call: marca apresenta as seis de sete séries finais de Challenger e Charger

Ford Explorer é avistado rodando em testes no Brasil e reacende rumores de vinda ao país

RAM apresenta promoções da Rampage para CNPJ e Produtor Rural com descontos de 6%

Prevista para 2023, a nova geração do BMW i8 pode ser totalmente elétrica

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?