Audi, Bentley, Ducati e Lamborghini passam a compor o 'Premium Brand Group', dentro da VAG


Dentro do Grupo Volkswagen AG (VAG), as marcas passaram a ter uma maior cooperação entre elas. É o que aconteceu com a Bugatti, que passou a ser ministrada pela Porsche em joint-venture com a Rimac, que é uma empresa externa ao Grupo VAG. Agora, a Audi passa a liderar as marcas Bentley, Ducati e Lamborghini. As quatro marcas devem contar com uma cooperação intensificada nos próximos anos, com sinergias. A Bentley foi a primeira a integrar o time da Audi AG, no início de 2022. “Também usamos isso como uma oportunidade para intensificar nosso trabalho em equipe com Lamborghini e Ducati e reorganizar a cooperação em nosso grupo de marcas desde o início”, diz Markus Duesmann, presidente do conselho de administração da Audi AG. Chamado de Premium Brand Group, as quatro marcas vão contar com projetos de sinergia e harmonizar suas estruturas de Pesquisa & Desenvolvimento. “Já desfrutamos de cooperação orientada para a equipe em todos os níveis. Nossos planos na direção da mobilidade elétrica são certamente ambiciosos, mas com o conhecimento técnico de todas as marcas do grupo, teremos sucesso.”, destacou o CEO da Bentley, Adrian Hallmark. Além disso, foi confirmado que esse ‘brand premium’ da VAG não vai medir esforços para ter potencial de sinergia ainda maior, reduzindo gastos. 



“A partir de 2030, nosso plano é alcançar uma margem operacional de longo prazo superior a 11% no longo prazo. Até lá, nosso corredor estratégico continuará sendo de 9 a 11%. Estabelecemos metas ambiciosas para serem avaliadas. Todas as marcas do grupo são altamente rentáveis ​​e têm um enorme potencial”, destaca Duesmann. Outro ponto é que as empresas devem contar com transferência de tecnologia, reduzindo a complexidade entre as marcas. Audi, Bentley, Lamborghini e Ducati estão se movendo em direção à mobilidade elétrica em velocidades diferentes, mas com o mesmo objetivo – um futuro neutro em emissões de poluentes. Projetos de desenvolvimento conjunto para os modelos Bentley Bentayga e Audi Q8, bem como o Lamborghini Huracán e o Audi R8, mostram que a cooperação entre as marcas está funcionando e gerando sinergias. No futuro, a maioria das sinergias estará na área de desenvolvimento de produtos. Graças à integração precoce da Bentley e da Lamborghini no desenvolvimento de seus primeiros modelos puramente elétricos, as sinergias dentro do grupo de marcas já estão sendo utilizadas no processo de desenvolvimento de produtos, com requisitos específicos do cliente sendo incorporados na fase inicial. “Marcas fortes com produtos altamente emocionais e alta lucratividade só podem surgir quando seus funcionários puderem realizar todo o seu potencial e receberem reconhecimento por seu desempenho. Esses prêmios são uma evidência muito impressionante disso”, concluiu Markus Duesmann. 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat Scudo chega ao Brasil no 2º semestre, com produção uruguaia e duas opções de motor

NBR é marca brasileira que surge como aposta de buggy e terá fábrica em Pernambuco

Fiat Scudo será vendido nas mesmas versões de Citroën Jumpy e Peugeot Expert, Cargo e Multi

BMW lança o Série 3 2022, com novidades nas versões 320i, que estreia por R$267.950

Audi lança a linha 2023 de A4 e A5 Sportback com motor híbrido-leve 40 TFSI, de 204cv

Peugeot 4008 será apresentado em 2022 como um SUV médio cupê com base no novo 308

Stellantis já testa o Fiat Scudo no Brasil; lançamento vai acontecer ainda em 2022

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Nova Chevrolet Spin não deve ser baseada no Orlando, como era estipulado