Nio confirma que vai criar uma marca mais acessível nos próximos anos, puramente elétrica

Nio quer descer de nível e já trabalha no desenvolvimento de uma marca mais acessível, que vai concorrer com marcas generalistas no mercado chinês 



Considerada uma marca premium, a Nio também quer desenvolver carros para um público mais abrangente. A marca confirmou que trabalha em uma nova marca focada no desenvolvimento de elétricos acessíveis. Essa nova marca deve ser apresentada nos próximos anos, se tornando a terceira marca da empresa. Isso porque a Nio já trabalha em uma segunda empresa, a ALPS, que deve surgir em meados de 2024 como uma marca super premium, acima da Nio.

Agora, de acordo com um relatório divulgado pelo 36 Kyrpton, a terceira empresa é conhecida internamente da Nio como Projeto Firefly. Com foco no desenvolvimento de elétricos mais acessíveis, a Nio quer atingir um mercado de 100.000 a 200.000 yuans, algo em torno dos R$ 75.350 a R$ 150.700, em cotação e conversão simples. Assim como a ALPS, a nova empresa do Projeto Firefly atuará de maneira independente da Nio, tendo suas próprias equipes de Pesquisa & Desenvolvimento.

Sobre essa terceira empresa de foco mais acessível, existem poucas informações a respeito. O máximo que sabemos é sua faixa de preços, mas previsão de quando a empresa será apresentada já é um mistério. A Nio ainda é uma marca em expansão, ou seja, ainda precisa de muito empenho para chegar em novos mercados e conseguir ‘furar a bolha’. Vendendo cerca de 10 mil unidades mensais na China, a Nio realmente precisaria focar primeiro em si antes de aventurar-se em novos ramos.

Há rumores ainda de que a empresa estaria trabalhando para se tornar uma empresa também de smartphones, o que pode iniciar uma diversidade de atuações em um eventual ‘Nio Group’. De acordo com o Presidente e Co-Fundador da Nio, Lihong Qin, em entrevista ao Automotive News Europe, essa nova marca acessível será como a Volkswagen da Audi. Nesse caso, a Audi seria a Nio e a nova empresa a Volkswagen, o que reforça essa ambição de concorrer com marcas generalistas.

“É melhor começarmos por mercados como a França, Itália ou Espanha, onde a estrutura de penetração nos próprios mercados acaba sendo diferente daquela que existe na Alemanha”, afirmou Qin durante um evento com jornalistas em Berlim. Vale destacar que, muito recentemente, a Nio desembarcou em novos mercados europeus como Alemanha, Dinamarca, Holanda e Suécia, com trio de modelos composto por EL7 (ES7), ET5 e ET7.



Fotos: Nio / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BYD lança oficialmente o Song Pro no Brasil, com motor de até 235cv e por R$ 189.800

Volvo lança promoção do EX30 no Brasil, além de condições para XC40, C40, XC60 e XC90

Baojun apresenta a chegada do Yunduo na China, o concorrente direto do BYD Dolphin

Volkswagen registra imagens de patente do ID.7 S na China, que será da joint-venture SAIC-VW

Iveco lança o eDaily no Brasil, contra o Ford E-Transit, em três versões e parte de R$ 549.000

Renault lança promoção em julho no Brasil para quase toda a linha, inclusive com elétricos

BYD lança promoção '48 Horas Eletrizantes' e tem condições até o final deste mês

JAC Hunter é uma das apostas da marca chinesa para este segundo semestre no Brasil

Peugeot lança o novo E-2008 no Brasil, elétrico que chega com melhorias e um motor de 158cv

Kia confirma que vai manter os preços no Brasil mesmo com aumento da alíquota de IPI