Quarta geração do Mitsubishi Outlander virá ao nosso mercado com motor híbrido plug-in

 Caberá ao SUV ser o primeiro carro eletrificado da Mitsubishi em nosso mercado, depois de vender por alguns meses a versão PHEV na geração anterior



A Mitsubishi confirmou a vinda da nova geração do Outlander para o mercado brasileiro. O SUV médio de cinco ou sete lugares se renova para enfrentar uma concorrência que é moderna. Aqui, o japonês terá modelos como Jeep Commander e Chery Tiggo 8 como seus novos concorrentes, assim como com o Volkswagen Tiguan, este último, também, em stand-by em espera pela renovação.

De acordo com informações do site Autos Segredos, o novo Outlander deve vir ao país com um motor híbrido plug-in (PHEV). Isso pode explicar um pouco a demora do SUV em chegar ao nosso mercado. Neste mês, faz dois anos que a japonesa apresentou essa nova geração no exterior, enquanto o híbrido foi revelado no fim daquele mesmo ano. Por aqui, a chegada do PHEV marcará o início da eletrificação da marca em nosso mercado.

Isso acontece depois da nipônica ter apresentado o Outlander PHEV na geração anterior do SUV, mas que vendeu pouco na época, ficando uns meses em linha durante o ano de 2015. Em sua nova geração, o PHEV alia o motor 2.4 16v MIVEC a gasolina junto de dois motores elétricos. Ele tem o motor 2.4 de 133cv e 19,9kgfm, junto de um motor elétrico dianteiro de 115cv e 26,0kgfm e um motor elétrico traseiro de 136cv e 19,9kgfm. Juntos, a potência é de 224cv.



Ele será equipado com uma bateria de íons de lítio de 20kWh que oferece uma autonomia de 61km no modo puramente elétrico. Enquanto o motor 2.4 move as rodas dianteiras e os motores elétricos o eixo traseiro, o SUV possui um sistema de tração chamado de Super-All Wheel Control (S-AWC). A isso há que somar o novo sistema Active Yaw Control (AYC), que melhora ainda mais a tração.

Visualmente, a nova geração traz a nova identidade visual da marca, com grade dianteira ampla, composta pela grade dianteira, com três filetes horizontais e o logo da marca centralizado e uma grelha mais abaixo, com estilo colmeia. Os faróis superiores contam com a iluminação diurna em LED e luzes de direção, enquanto os faróis inferior ficam com os funções principais com iluminação normal e de longo alcance.

Ele conta com um acabamento cromado que nasce na parte inferior dos faróis superiores e vai até os faróis de neblina, abrigados dentro de um acabamento cromado, que cria o “X” no desenho. A frente ainda possui uma entrada de ar inferior, no para-choque dianteiro, envolto por um acabamento prateado que funciona como quebra-mato. O capô possui linhas suaves. Visto de lateral, se percebe o quanto o novo Outlander bebe na fonte do Engelberg Tourer Concept, que antecipou as linhas dessa nova geração.



O destaque fica por conta com terceira janela, a espia, menor, por conta de uma coluna traseira mais grossa que passa a sensação do carro ser maior. Os arcos das caixas de rodas são bem definidos e a parte inferior das janelas possui um acabamento cromado, que morre na coluna C. Na traseira, o carro deve contar com lanternas finas e compridas e a tampa do porta-malas possui uma pequena depressão hexagonal para abrigar a placa traseira.

O para-choque possui dois refletores nas extremidades da peça e um extrator prateado que abriga as duas saídas de escape. O interior passou por uma grande evolução em relação à geração anterior, com materiais de melhor qualidade, com uma central multimídia com tela de 8 polegadas de série ou opcionalmente de 9 polegadas. As linhas mais minimalistas do interior ainda pode ser vista por um novo freio de mão elétrico e o seletor de transmissão automática.

Abaixo do câmbio está o seletor giratório do modo de tração. Ele ainda deve contar com um quadro de instrumentos com tela digital de 12,3 polegadas e o Head-Up Display com 10,8 polegadas. Por aqui, ele deve ter preços na casa dos R$ 300.000, com certa facilidade. Ainda não se tem uma previsão de quando ele será vendido, mas é certo afirmar que ele pode ser lançado neste ano.



Fotos: Mitsubishi / divulgação

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 2003!

BYD Dolphin Mini pode ser lançado no Brasil com preço inicial de R$ 89.800 ou R$ 99.800

BYD Dolphin Mini abre regime de pré-venda no Brasil com sinal de R$ 10.000; estreia é dia 28

Toyota Yaris Hatch só ganha nova geração entre 2024 a 2025 na Ásia, depois do sedã e do SUV

Nova geração do Toyota Corolla surge em meados de 2025, como uma geração evolutiva

Ford diz que foi a Volkswagen que não quis produzir a nova Amarok junto da Ranger

Renault e Nissan passam a ter seguros com Assurant, por meio do intermédio da Mobilize