Volkswagen Arteon sai de linha em 2024, por conta do ID. Aero; Shooting Brake continua

Considerado o Volkswagen mais belo hoje em linha, Volkswagen Arteon deve sair de linha em 2024, de acordo com relatório; Shooting Brake tem futuro indefinido



A Volkswagen pode estar encerrado a produção de um dos mais belos carros da marca para o ano que vem. De acordo com informações de um relatório, o Arteon deve sair de linha em 2024. O sedã cupê substituto do CC foi lançado em 2017 na Europa e pode se aposentar da mesma maneira que o Passat se aposentou.

De acordo com o relatório, obtido pelo Automotive News, o Arteon vai sair de cena no ano que vem, sendo substituído pelo ID.7. Na verdade, o sedã elétrico vai substituir os dois sedãs grandes (Passat e Arteon) de uma só vez. De acordo com informações, assim como acontece com o Passat, a grande maioria das vendas são da Shooting Brake. Essa deve seguir em linha por mais algum tempo e ganhar até mesmo uma reestilização.

Lançada em 2020, a Shooting Brake estreou com a reestilização do Arteon, no mesmo ano. Enquanto o sedã já estaria no fim do seu ciclo de vida, a station wagon estaria recém na metade dele. Outro entrave para que o Arteon ganhe uma nova geração é por conta da União Europeia. De acordo com informações publicadas pelo jornal alemão Welt, Thomas Schäfer, CEO da Volkswagen, disse que o preço dos carros a combustão vão aumentar.



Por conta do Euro 7, os preços dos carros a combustão terão que aumentar entre 3 a 5 mil euros, por conta dos sistemas necessários para diminuir o consumo e a emissão de poluentes. Atualmente, a linha Arteon é vendida com motores 1.5 TSI EVO que desenvolve 150cv de potência, o 2.0 TSI de 190cv de potência, e o 2.0 TSI com 280cv, acoplado sempre a uma transmissão manual de 6 marchas ou automática de dupla embreagem DSG de 7 velocidades.

A Volks ainda oferece opção de tração integral 4MOTION e oferece os motores TDI: 2.0 de 150cv, 190cv ou 240cv de potência. Os dois com opção de câmbio manual ou automático e o último só automático, com tração integral para todos. A Volkswagen ainda apresentou o Arteon eHybrid, que possui 204cv de potência junto do motor 1.4 TSI de 158cv e um elétrico de 116cv. Juntos eles desenvolvem 218cv de potência e 40,8kgfm de torque.

O Arteon híbrido possui autonomia elétrica de 56km. A versão R conta com um motor 2.0 TSI que desenvolve 320cv de potência com torque de 42,8kgfm, acoplado a um câmbio automático de dupla embreagem de 7 marchas, além de um sistema de tração integral 4MOTION.



Fotos: Volkswagen / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Ford traz novo lote da Ranger Raptor com mais equipamentos de série e custa R$ 466.500

Jaguar-Land Rover quer construir uma inédita fábrica de bateria para elétricos no Reino Unido

BMW revela as novas imagens teaser do M5 e M5 Touring, que vão ter mais de 700cv

Suzuki Invicto aparece na Índia como rebadge da Toyota Innova e espaço para até oito

Toyota lança o RAV4 com motor híbrido plug-in (PHEV) de 306cv no Brasil, por R$ 399.990

RAM reajusta os preços da Classic e diminui os preços da picape em até R$ 35.000

Volkswagen T-Cross com reestilização chega ainda neste primeiro semestre de 2024

Nio revela primeiro teaser da sua nova marca, a Onvo, que estreia com o SUV elétrico L60

Galaxy apresenta na China o seu sedã L6, que estreia como um PHEV com motor de 390cv