GWM registra novas imagens do Haval Kugou no Brasil, mas vinda do SUV ao país é incerta

GWM registra novas imagens de patente do Haval Kugou no mercado brasileiro, no Instituto Nacional de Propriedade Industrial; vinda ao nosso mercado é incerta



A GWM fez a Haval registrar as primeiras imagens de patente do Kugou no ano passado no mercado brasileiro (veja aqui) e agora o modelo ganhou novos registros no Instituto Nacional de Propriedade Industrial – o INPI. O modelo tem linhas mais parrudas, que no Brasil será função da Tank, o que pode ser um primeiro indício de que a marca pode não trazer o Kugou ao nosso mercado. O registro, vale destacar, nem sempre significa que o carro será vendido em nosso mercado, mas vale ficar atento.

Isso porque a montadoras tem o hábito de preservar o design dos seus carros. As informações do registro do SUV no INPI foram obtidas pelo pessoal do Auto+. O SUV foi o responsável por trazer a nova identidade visual da marca, chamada de Dare Power Aesthetics. De porte médio, o SUV fica entre o Jolion e o H6, com 4,520 metros de comprimento, 2,710 metros entre os eixos, 1,875 metro de largura e 1,745 metro de altura. Desenvolvido a partir da plataforma modular Lemon (LMN), o SUV tem um design mais parrudo, de linhas mais aventureiras.

O Kugou se diferencia pelo seu design parrudo, que deve chamar atenção de consumidores mais voltados para o off-road. Em seu design, a dianteira se destaca por vir com faróis circulares que trazem luzes diurnas DRL em LED em formato de cruz dentro dos faróis. Estes, ainda são conectados a uma grade dianteira com um acabamento cromado em posição verticais, de dois andares. O logotipo da Haval apareceu bem ao centro. O para-choque conta com plástico preto em toda a peça, tendo uma ínfima parte na cor da carroceria.



Ele ainda possui um aparte com um acabamento cinza, onde está alocada a placa dianteira. Por fim, o para-choque dianteiro ainda tem um acabamento inferior, em tom prateado. Seu capô possui linhas fortes e vincos bem marcados, que aumentam a sensação de um carro mais robusto. Nas laterais, ele tem o acabamento em plástico preto das caixas de rodas, estas que, por sinal, tem um estilo mais quadrado. Há ainda retrovisores com pisca, que tem base nas portas.

As janelas possuem uma boa área envidraçada, contando com uma vigia lateral que se conecta ao vidro traseiro. Ainda nas laterais, ele tem um friso em ‘U’ que nasce na porta dianteira e morre na porta traseira. Contando com linhas mais quadradas, o SUV ainda se destaca por vir com um rack de teto e a antena é do tipo barbatana de tubarão. As rodas contam com acabamento em preto brilhante com cinco raios em forma de retângulos, que variam de 18 e 19 polegadas.

Na traseira, o SUV possui uma ampla área de carroceria e um vidro traseiro bem diminuto, o que deve prejudicar o campo de visão para a traseira. Há grande um espaço sobressalente e quadrado na tampa do porta-malas com o nome Haval bem grande, que imita, ao que parece ser, um estepe pendurado na tampa do porta-malas, além de ter uma abertura lateral, também dando ao entender que se trata de um SUV mais off-road e que de certa forma presta uma homenagem aos clássicos dos anos 1990.



Outro destaque é o brake-light com dois elementos verticais no aerofólio, lanternas verticais em LEDs (com um estilo em ‘C’) e um para-choque traseiro com um acabamento em plástico preto, onde fica o espaço da placa e que nas extremidades possuem refletores verticais. No interior, o SUV possui um ambiente bem moderno e se destaca pela central multimídia bem destacada com tela de 12,3 polegadas. A central ainda terá função KTV, enquanto o quadro de instrumentos também possui uma tela digital.

O volante possui três raios e tem acabamento em couro preto com detalhes que lembram alumínio, enquanto o painel ainda tem uma baixa em preto brilhante que interliga as duas saídas de ar-condicionado dos extremos. Abaixo da central multimídia ele ainda traz as saídas de ar-condicionado centrais, num estilo horizontal. O console central é bem amplo e se destaca por vir com uma alavanca de câmbio com um desenho bem diferente, parecendo uma manopla de avião.

Na mecânica, ele será vendido com motor 1.5 Turbo a gasolina que desenvolve 183cv e 28kgfm, acoplado a um câmbio automatizado de dupla embreagem DCT de 7 marchas. Com esse conjunto, ele acelera até os 175km/h de velocidade máxima, tendo vir com tração dianteira ou AWD. Apesar de não ser cotado para nosso mercado, vamos monitorar se o SUV será visto em nosso mercado em algum teste. Se isso ocorrer, já é quase certo sua vinda. 



Fotos: Haval / divulgação | Instituto Nacional de Propriedade Industrial – INPI / reprodução

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

BYD lança no Brasil promoção para interessados em seus carros durante este mês de junho

Jeep Avenger pode ser produzido em Betim (MG) e participa de clínicas com potenciais clientes

RAM Rampage Laramie ganha versão Night Edition, a 'all-black', no Brasil por R$ 277.990

Toyota confirma produção do primeiro elétrico nos EUA em 2025, no estado de Kentucky

Fang Cheng Bao revela as primeiras imagens teaser do Leopard 3, que estreia em breve

Hyundai apresenta oficialmente o Ioniq 5 N, a versão esportiva com motor de 609cv

Nova geração do Peugeot 2008 e reestilização do 208 vão trazer motor T200 MHEV

Hyundai apresenta a linha 2025 de HB20, HB20S, Creta Action e Creta no Brasil com novidades

Isuzu apresenta a primeira imagem teaser da reestilização do MU-X, que aparece na Tailândia